terça-feira, setembro 16, 2008

Ano II, Número 87

QUE BAITA RODADA

Não, não pensem que o meu título refere-se à vitória do INTERNACIONAL no Rio de Janeiro e à derrota na vizinhança. É claro que os resultados dos representantes da aldeia me satisfizeram plenamente; porém, o mais interessante a se observar após os últimos resultados é a tabela de classificação. Tanto a luta pelo título e 4 vagas na Libertadores como o desespero para fugir do rebaixamento ganharam, e muito, em emoção. Não há, nesta temporada, um bicho papão ou um saco de pancadas. A vitória do Ipatinga sobre o Atlético-MG e do Goiás sobre o time vizinho, sem dúvida, trouxeram muita emoção ao campeonato.

PÉS NO CHÃO I

Há duas semanas pedi à diretoria mudança no discurso e prioridade à Copa Sudamericana. Mantenho o discurso. As duas últimas vitórias não mudam minha opinião, de que o INTERNACIONAL não chegará à disputa pelo G4. A 11ª colocação na tabela não nos permite tal idéia. E não só a colocação freia qualquer sonho. A própria falta de concepção de time nos afasta, e muito, das chances de vôos mais altos. Estamos em setembro e o futebol do INTERNACIONAL ainda não sabe se joga no 3-5-2 ou 4-4-2, se joga com 2 ou 3 volantes; não se sabe porque perde e porque ganha.

PÉS NO CHÃO II

A vitória no Rio de Janeiro não pode enganar, como não poderia ter enganado a vitória sobre o Fluminense, há algumas rodadas. Com três volantes não se faz futebol de qualidade e confiável. Edinho precisa sair (aliás, não deveria ter jogado domingo) e ceder lugar a um companheiro de ataque para Nilmar, que joga todas as partidas solitário e isolado no ataque.

O QUE MUDOU I

Duas vitórias, duas partidas no esquema 4-4-2. Definitivamente, não consigo entender essa permissividade da atual direção do INTERNACIONAL com o chama derrota 3-5-2. Nos últimos anos foram várias e várias derrotas com tal esquema. Mas, vira e mexe, temos de volta o sistema de 3 zagueiros. Está mais do que na hora de se proibir a utilização do 3-5-2.

O QUE MUDOU II

Não acredito que uma semana sem jogos seja suficiente para que se possa adequar a preparação física de um time. Vimos uma equipe extremamente dedicada e disposta a vencer no Rio de Janeiro. Nos primeiros minutos já era possível notar que, no mínimo, teríamos completa entrega de parte dos jogadores, ao contrário, por exemplo, do que se viu contra o Sport, em Recife. O trabalho de vestiário realizado por F. Carvalho começa a dar bons frutos.

ALMA “CASTILHANA”

Eles cantam em espanhol, levam bandeira argentina para o estádio e faixa idolatrando Maradona, se dizem copeiros. Viram Amato e Astrada vestindo sua camisa e o Schiavi contribuindo e comemorando o título do Boca Jrs. dentro da azenha. Nós cantamos em português, sempre, idolatramos a gurizada formada dentro do Beira-Rio. E, de quebra, temos o Guiñazu e o D´Alessandro completamente identificados com o manto vermelho e suas tradições. Vida longa à tal de alma “castilhana” lá da azenha.

GOLEIROS

E o goleirinho peito de madeira, que o vizinho tenta acusar como melhor do país, levou mais um peru no domingo. Todo goleiro um dia leva um frango; mas sempre acreditei que os grandes arqueiros, quando falham, falham em partidas em que sua equipe acabam vencedoras. O goleirinho da vizinhança, com o frango de domingo, já é culpado pela perda de 6 pontos na tabela (levou um peru no RJ contra o Fluminense também).

RÁPIDAS

Tchê, eu não agüento mais ver e ouvir esse papo de lesão do Alex.

E fico deprimido ao ver Clemer vestindo a camisa que já foi de Taffarel.

Por outro lado, é muito bom ter o General Bolivar na zaga e Nilmar no ataque, que grande jogador formamos em nosso Celeiro!

Parece que D´Alessandro está se adaptando muito bem ao futebol brasileiro.

Cuca deixou o Botafogo no fundo do poço; o Fogão subiu na tabela.

Cuca deixou o Santos na zona do rebaixamento; o Peixe cresceu.

Cuca está no Fluminense, pior que anão em areia movediça.

O vizinho deve, ao seu leitor (o de pijama), uma explicação sobre os motivos da ida de C. Roth à polícia federal. No que consiste essa operação “Ouro Verde” hein vizinho ?

As estatísticas dão conta que o time do vizinho é o mais violento da competição. Alguma novidade nisso ?

Leio que o Sr. P. Odone foi hoje à Camara de Vereadores apresentar o projeto da tal de Arena. Quantas maquetes foram produzidas desta vez hein ?

Preconizei que o Botafogo, embalado, era o tipo de adversário que o Colorado gosta de enfrentar. Em contrapartida, vejo o Vitória como um confronto dificílimo, mesmo dentro do Gigante da Beira-Rio. Todo cuidado será pouco!

Ah!, parabéns à vizinhança. 105 anos de idade. E desde 1945, no gNAL 88, tentando nos alcançar.

Saudações rubras, do MULTICAMPEÃO MUNDIAL, INTEGRANTE DO G6 e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL e DONO DA ALDEIA (38*).


Luiz Portinho -
lcportinho@yahoo.com.br


TENS IMORTAL TRICOLOR

A segunda-feira, 15 de setembro de 2008, marca o aniversário de 105 anos do clube mais vitorioso do sul do país. Um clube que já conheceu o céu, mas que também sofreu nas profundezas do inferno. Um clube que sempre soube superar seus momentos ruins, e qual fênix que renasce das cinzas, emplacar uma grande conquista.

O GRÊMIO 35 vezes campeão gaúcho. Tetracampeão da Copa do Brasil. Bicampeão Brasileiro. Campeão da série B em 2005. Bicampeão da América. Campeão Mundial Interclubes.

O GRÊMIO da batalha dos Aflitos e de La Plata. Do gol aos 48 do 2º tempo, da raça, da luta, da superação. De 5 de Booth, 4 de Grunewald e 1 de Moreira. Da Geral, da social e das cadeiras. Da verdadeira maior torcida do Rio Grande. De Eurico Lara, Foguinho, Gessy, João Severiano, Milton Kuelle, Sergio Moacir, Airton Pavilhão, Bugre Alcindo, Oberdan, Ancheta, André Catimba, Tarciso, Baltazar, De León, China, Renato, Mazaropi, Cuca, Paulo Isidoro, Danrlei, Emerson, Arce, Rivarola, Adilson, Dinho, Jardel. E mais recentemente Galatto, Sandro Goiano, Andershow, Lucas e Carlos Eduardo.

GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE, obrigado por existir!


O GOIÁS E O PRESENTE DE GREGO

E no jogo que fazia parte das comemorações dos 105 anos do GRÊMIO, o Goiás resolveu nos dar nossa primeira derrota dentro do Olímpico por este Campeonato Brasileiro.

Sobre o jogo, segue um depoimento do nosso grande amigo Paulo Sanchotene, que publico a seguir:

“Não vi o jogo. A (des)organização do campeonato, ciente de meu compromisso inadiável, marcou o jogo para a mesma hora do meu casamento. Não foi à toa que veio a derrota. Sinceramente, com os resultados do final-se-semana, acende-se a luz de alerta, empolga a torcida do Palmeiras, a mídia paulista e só. O Grêmio tem peças de reposição suficientes para se agüentar em primeiro e está em meio a PIOR seqüência de jogos do torneio e, nitidamente, está sofrendo com isso. Se passarmos o Gre-Nal ainda em primeiro, mesmo que um ponto na frente, ninguém nos tira o título. Depois do Gre-Nal, e antes do Palmeiras, o Grêmio joga com: Botafogo (c), Santos (c), Portuguesa (f), Sport (c), Cruzeiro (f) e Figueirense (c). Por isso que acho, e é achismo mesmo, que o Palmeiras se aproximou, mas não nos ultrapassará. Não é mera torcida para que isso aconteça.

Volto a repetir, o rendimento do Grêmio não caiu. Só os resultados é que mudaram. As bolas começaram a entrar no nosso gol e isso custa caro, mesmo. Assim, da mesma maneira que começaram a entrar, pararão logo adiante e o dificilmente o ataque de asma do CAP vai causar dano. Além disso, a bola tende a voltar a entrar no gol adversário e a frágil defesa do CAP, comandada por GENINHO (alô, atléticanos e botafoguenses) é perfeita para isso. Depois, vem o clássico e tudo pode acontecer, com o Palmeiras fazendo um difícil jogo em Recife. Claro que hoje, o palmeirense tem a impressão que o time é imbatível, mas mesmo após essa fantástica, brava e heróica vitória sobre o Cruzeiro, segue sendo o mesmo time que levou 4 do Inter e 3 do Sport. Depois do Náutico a antes do Grêmio, eis a seqüência de jogos do Porco: CAM (c), Figueirense (f), São Paulo (c), Fluminense (f), Goiás (c) e Santos (f). Sinceramente, é um pouco mais complicada...”


O “AJUDADO PELA ARBITRAGEM”

E o GRÊMIO, que todos dizem ser tão ajudado pela arbitragem, acabou sendo prejudicado novamente nesta rodada. No lance que originou o gol da virada do Goiás, o lateral-direito Vitor tenta acertar uma cotovelada no meia Souza, e o juiz mandou o lance seguir. Devia ter parado o jogo e expulsado o jogador do Goiás. No final do jogo, um pênalti sonegado sobre o atacante Soares.

E tem gente que ainda ousa dizer que o GRÊMIO é o time mais ajudado pela arbitragem. Se isto é ajuda, não quero nem ver quando quiserem nos prejudicar.


RAPIDINHAS

O zagueiro Pereira deve desfalcar o GRÊMIO contra o Atlético-PR. No entanto, para o clássico citadino ele já deve reunir condições de jogo.


Em compensação, Perea já treina com bola desde esta segunda-feira e deve enfrentar o Furacão lá na Arena.


Esta segunda também foi dia de os vereadores conhecerem o Projeto Arena. Aquele mesmo que o vizinho desdenha, mas que vai ter que ficar bem quieto o dia que ficar pronto e ele terá apenas uma grande abóbora maquiada.


Eu acredito no Projeto Arena, e tenho um grande motivo pra isto: conheço Eduardo Antonini, maior responsável pela condução deste empreendimento, e sei da competência, do gremismo e do caráter ilibado dele.


Sobre a passagem de Celso Roth pela PF, que se apurem os culpados e que os mesmos sejam punidos. Mas não façamos julgamentos precipitados.


Ah, SeleDunga velha de guerra! Realmente, o empate sem gols contra a lanterna da competição, que não pontuava fora de casa em eliminatórias desde 2001 deve ser comemorado como uma façanha histórica!


O presidente Lula deveria falar: “Nunca antes na história deste país tivemos uma seleção tão ruim e um treinador tão tosco”.


Ronaldinho, representante da Azenha? Ele pode ter começado a jogar aqui no GRÊMIO, mas jogador que pisa no Manto Sagrado Tricolor e sai pela porta dos fundos da maneira que ele fez jamais representará o GRÊMIO onde quer que esteja.


Quer saber o porquê? Simples. A torcida gremista não perdoa traidores!


Apesar de algumas falhas, desafio o vizinho a apontar um goleiro melhor do que Victor no Campeonato Brasileiro.


NOTA PÓS-FECHAMENTO DE COLUNA: Nesta terça, Roth treinou com William Magrão entre os titulares e Souza entre os reservas. Uma boa amostra de que há convicções e coerência no trabalho realizado no GRÊMIO. Se a formação com Souza na reserva vinha dando certo, que volte a ela.


Saudações imortais, do clube mais vitorioso do sul do país.

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

15 comentários:

San Tell d'Euskadi disse...

Souza NUNCA foi o titular. Ele só virou porque havia algum desfalque do meio para frente. Com todos em condições, ele volta para o banco.

A rodada foi ótima para os vermelhos. Para nós, foi ruim, mas não tão ruim assim, como se pode pensar. Com as derrotas de Cruzeiro e Botafogo, a classificação para a Libertadores ficou mais próxima...

San Tell d'Euskadi disse...

Sobre o Roth, descobri que ele foi vizinho de um dos maiores responsáveis pela operação que desencadeou a investigação da PF.

Provavelmente, o vizinho o convenceu de "uma barbada", e ele foi dar uma de esperto e se lascou. Afinal, isso é trampa de empresário e não, de boleiro. Deve ter sua parcela de culpa (somos responsáveis pelos nossos atos), mas é também vítima da trampa...

jo disse...

parabens ao time que mais venceu na segundona do sul do brasil!quanto a inocencia do celso arrotoh ,me engana que eu gostiu...

jo disse...

la eguita pocotó paraguaia tá cansando...

Milton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milton disse...

Porto, nenhuma linha sobre a selecao dunga? E sobre o Vitor... Cleiton Xavier perdeu penalti e fez dois gols. Taffarel perdeu penalti em um jogo e fez dois pra vencer? Por que eh entao que ele nunca foi campeao no Internacional? Foi porque nao foi bom goleiro, eh isso? Ta muito fraquinho esse teu raciocinio! Conseguistes manter tua fama de incoerente novamente...

Luiz Portinho disse...

1. c. xavier, taffarel =P o que eles tem a ver com os frangos do peito de madeira =P

2. por que o aldebaran nao citou o Roger, o p.roberto coelinho e o maior jogador já formado em suas divisões de base, o R-inho =P

3. GOIAS É TOUCA TRICOLOR...

4. sobre o Dunga, caro Milton, deixa ele trabalhar, deixa ele trabalhar que verás o resultado, ao final de 2010.

DJ Aldebaran disse...

Deixa o Dunga trabalhar, e a seleção brasileira assistirá a copa de 2010 pela TV.

CORNETA PRÓ GRÊMIO disse...

Quinta-feira, 18 de Setembro de 2008
José Aldo, QUE FEIO!!!
Em comentário na Rádio Gaúcha, ontem à noite, o múltiplo reserva José Aldo Pinheiro criticou os atuais candidatos à presidência do Grêmio dizendo que "quando Paulo Odone assumiu ninguém queria pegar. Que todos fugiram da raia".
José Aldo, se você não tem informações próprias, deveria ler mais a coluna de Hiltor Mombach, do Correio do Povo. Há poucos dias, Hiltor publicou matéria sobre aquela eleição.
Havia, na ocasião, três, sim, TRÊS CANDIDATOS, o próprio Paulo Odone, Adalberto Preis e Antônio Vicente Martins.
Três candidatos à presidência somando, no total das chapas, VINTE E UM (21) candidatos.
Adalberto venceu a eleição no Conselho Deliberativo fazendo mais do que a soma dos outros dois. Depois, Paulo Odone ganhou a eleição de Adalberto Preis no segundo turno no qual votaram os sócios.

ENTÃO, COMO É QUE NINGUÉM QUERIA PEGAR? QUEM FUGIU DA RAIA?

José Aldo não é conselheiro. Nem consta ser sócio do Grêmio. Faz parte do grupo dos "isentos". Na verdade, consta ser simpatizante dos moranguinhos.

Mais: entre outros, integravam a chapa de Adalberto Preis o atual Diretor de Futebol ANDRÉ KRIGER e, também, o atual candidato à presidência DUDA KROEFF.

Então, já, na ocasião, André Kriger estava disposto a assumir (assumiu agora em meio a tempestades e furacões e terremotos).

E também DUDA KROEFF concorreu para assumir.

Um pouquinho só de responsabilidade profissional faria bem José Aldo!

CORNETÃO PRA VOCÊ!
CORNETÃO, TAMBÉM, PARA TODOS OS MAL-INFORMADOS (?) QUE REPETEM, À EXAUSTÃO, A DESINFORMAÇÃO DE JOSÉ ALDO!
Postado por CORNETA PRÓ GRÊMIO às 12:18 2 comentários

jo disse...

uma derrota para perder o título ,2 pra entrar em parafuso e não levar nem a liberta...

San Tell d'Euskadi disse...

Secação atingiu níveis só comparáveis à década de 90...

Milton disse...

1- "Todo goleiro um dia leva um frango; mas sempre acreditei que os grandes arqueiros, quando falham, falham em partidas em que sua equipe acabam vencedoras". So o Rogerio Ceni pra perder penalti em 1 jogo e marcar 2 no mesmo. Pra voce goleiro bom eh aquele que vence partida quando leva frango. Tua comparacao poe teu idolo Taffarel na mediocridade e o Danrley como condicao de genio da bola.
Agora, quando o Taffarel amadureceu e jogou na selecao e posteriormente no Galatasaray virou sim, um grande goleiro.
2- O R-inho foi mesmo a maior revelacao gaucha de todos os tempos. Cite um jogador formado na vossa base que venceu por uma vez o titulo de maior jogador de futebol do mundo e eu largo o esporte
3- Concordo, eles sempre aprontam aqui em POA pra cima de nos
4- Ja trabalhou demais na selecao, deixa ele amadurecer em um clube de futebol e depois se mostrar resultados tenta de novo, tal como o Luiz Felipe Scolari
5- Jo, tu es muito engracado! :)

jo disse...

ah! o dentuço tá só sentando banquinho lá pro pato que mais uma vez meteu uma bucha!

jo disse...

o grenal vai ser engraçado às pampas!Vou rir muito milton!

Milton disse...

tu es muito engracado, jo! :)