terça-feira, dezembro 16, 2008

ANO II - NÚMERO 100

'CEM'PRE SE "CONFRATEINFERNIZANDO"







Pede-se mil perdões pelo atraso das colunas, principalmente da do Grêmio que só saiu na quinta-feira. Em breve, supresas pela edição n.º 100. Tudo é festa no BloGreNal do Mundo Esportivo.





OBRIGADO, PORTINHO


Final de ano é sempre complicado escrever, mas temos que cumprir mais essa obrigação. O titular não pôde, me pediu o favor de última hora e cá estou. Infelizmente, terei de ser breve.

Acho que o momento não é de fazer a retrospectiva, melhor deixar isso para a semana que vem. Nesta edição, não vou tratar do Grêmio, nem do Internacional, mas sim, quero falar de Luiz Cláudio Portinho Dias, o representante rubro deste blogue. Afinal, sem ele, esta empreitada não existiria. O nosso (pequeno) sucesso depende muito do incansável trabalho dele.

Para quem não sabe, além de colorado e azucrinador semanal dos gremistas, o Porto é procurador do INSS e mentor, idealizador, executor, presidente e faz-tudo do RS Para-Desporto, clube de práticas esportivas para pessoas portadoras de deficiência física e motora. Ele mesmo é um cadeirante, esforçado jogador de basquete, capitão, treinador e cheerleader dos "Guerreiros". Atualmente, o time do RSPD disputa, com muita dificuldade, além de campeonatos estaduais e regionais, a Segunda Divisão do Brasileiro de Basquete. Sim, o Porto tem muito orgulho de jogar a Segunda Divisão e sabe dos problemas e dos desafios existentes nesse nível.

Conheci-o através da internet, quando me tornei membro da MRV (Mesa Redonda Virtual), grupo de discussões por e-mail com pessoas de diversos lugares do Brasil. Depois, quando eu substituí o Aldebaran, passamos a dividir juntos um espaço no finado Mundo Esportivo, escrevendo semanalmente a coluna Clássicos Gre-Nal. Este blogue busca resgatar o espírito daquela divertida época. A idéia de retomar as atividades foram do Portinho, que sempre foi o titular no ME, enquanto os gremistas nos alternávamos na dura tarefa de "bater" nele. Acreditem, nada nunca ficou sem resposta, mesmo quando o time dele disputava partidas "heróicas" em Belém.

Enquanto os níveis de violência em estádios de futebol não param de aumentar, e o poder público dá sinais de que não sabe como agir contra isso, essa nossa iniciativa - do Portinho, minha e e do Aldebaran (um colorado e dois gremistas, pois acreditamos na representação justa da sociedade) - presta um serviço. Um serviço arriscado, pois fosse o MP seguir à risca suas medidas e já teria nos enquadrado como fez com o inocente e tradicional aviãozinho e sua faixa. Toda a semana, mesmo naquelas em que "a temperatura sobe" próximo do limite aceitável, aqui sempre se pautou pelo respeito e, por que não dizer, pelo amor ao adversário. Exagera-se, omite-se e mente-se muito por aqui, mas nós nunca fugimos da premissa de que não há Gre-Nal sem Grêmio, não há Gre-Nal sem o Internacional, e sem Gre-Nal o futebol perde e muito de sua graça. Espero que o senhor Krug consiga entender isso um dia. Bem, eu creio em milagres.

Como tampouco há BloGreNal sem o Portinho, escrevo hoje para agradecê-lo por manter vivo esse espírito do Gre-Nal. Um dia, amigo, ele voltará a ser o predominante. E aí, não haverá necessidade de torcida única ou esquemas de guerra por parte da polícia. Aos jogos, gremistas e colorados voltarão a ir a pé - porque até a pé nós fomos, vamos e iremos, sempre - dividindo a mesma rua; homens, mulheres e crianças. Porque o Gre-Nal é nosso, não desses criminosos que o utilizam como mera desculpa para o vandalismo.

Parabéns para nós pelo n.º 100. Conta sempre comigo, Porto!

Um abraço de quem disputará a Libertadores no ano que vem,
Paulo Roberto Tellechea Sanchotene - sancho.brasil@gmail.com




CLUBE DO POVO

A vizinhança chega a se morder quando ouve este termo. Mas não há como negar, o Clube do Povo do Rio Grande do Sul é o SPORT CLUB INTERNACIONAL. A pecha de Clube do Povo não é algo que se possa conquistar; pelo contrário é algo intrínseco à agremiação, que a acompanha desde a elaboração dos estatutos, desde a ata de fundação, desde o embrião. A eleição realizada no último sábado é mais um grande capítulo da história de nosso Clube. Com urnas distribuídas de forma estratégica, de forma a abranger todo o território da Querência, tivemos mais de 7 mil sócios comparecendo para votar. O Colorado, mais do que nunca, pode bater no peito e dizer, orgulhoso, sou torcedor do CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE DO SUL.

ELEIÇÃO

O resultado das urnas foi altamente influenciado pela presença de F. Carvalho na chapa de situação. As conquistas de Carvalho somadas aos avanços na parte administrativa levaram a uma vitória inconteste (91% dos votos). Na eleição para o Conselho o torcedor Colorado mostrou grande sabedoria política. O fato de as 3 chapas conquistarem coeficientes para incluir representantes no Conselho deve ser comemorado; especialmente o feito da Chapa 3 que leva para dentro da vida política do clube aquele torcedor da arquibancada. O INTERNACIONAL saiu fortalecido da eleição e pronto para enfrentar um Ano de Centenário repleto de glórias, dentro e fora dos gramados.

CENTENÁRIO I

Após a eleição algumas definições para o Ano do Centenário. A troca de cargos entre F. Carvalho e G. Luiggi não terá grandes conseqüências; aliás, é apenas a confirmação de que, a partir de seu retorno, Carvalho comandou o vestiário Colorado. A permanência de Tite era algo previsível. Seria difícil demitir um treinador que conquistou um título tão importante como a Copa Sudamericana. Penso que a confirmação de Tite também passe por outros dois motivos: 1) a falta de melhores opções para o cargo no mercado e 2) a escancarada submissão de Tite às convicções táticas e técnicas de F. Carvalho. A definição do 4-4-2 e a inclusão de Bolívar na lateral são exemplos marcantes do que digo.

CENTENÁRIO II

Iniciamos a temporada com um plantel de fazer inveja. E as notícias de que chegarão 4 reforços pontuais ao Beira-Rio (dois laterais, um meia e um centroavante) são alvissareiras. Primeiro porque causam-me a impressão de que, ao menos até julho, não teremos baixas significativas. Segundo porque evidenciam que esta diretoria está focada em manter o ótimo nível de nosso plantel. Cogita-se da saída de Índio, Alex e Edinho. Os substitutos do zagueiro e do volante estão na casa: D. Moraes e Sandro.

CENTENÁRIO III

A saída de Alex, por seu turno, pode corrigir um grande equívoco da última temporada. Explico: formou-se a convicção de que Alex é atacante. Não é e nunca foi. Alex é meia ponta de lança. A errônea convicção fez com que Nilmar jogasse sempre isolado no ataque. A chegada de um companheiro de ataque de respeito para Nilmar, um centroavante de ofício, certamente, será muito positiva. Melhor seria, é claro, a permanência de Alex, atuando na meia. Meu time ideal para 2009: Lauro, Bolivar, D. Moraes, Alvaro (Sorondo), lateral esquerdo; Sandro, Guiñazu, D´Alessandro, Alex; Nilmar + centroavante de ofício.

RANKING

“Alguns não entenderam minha crítica ao ranking da CBF. Vamos lá. Quantos pontos somou nesta temporada o Sport ? 80. São 30 pela conquista da Copa Brasil e 50 pelo 11º. Lugar no Brasileiro. Quantos pontos somou o São Paulo ? 60. São 60 pontos pelo título do Brasileiro e nenhum pela Copa Brasil, que ele não pôde disputar por estar envolvido na Libertadores” (Hiltor Mombach – Correio do Povo, 15.dezembro.2008). Não preciso acrescentar mais nada!

IMAGEM É TUDO...

Aqui nos pagos há algum tempo esse período de entre-temporadas se transformou num prato cheio para aqueles que gostam de especular contratações. E a diretoria vizinha é pródiga em iludir sua torcida. Só no ano passado, foram prometidos Carini, Rockemback, Gilberto; Kleberson, D´Alessandro, Rivaldo, Geovani; D. Carvalho e R. Sobis. Todos acalentaram os sonhos do vizinho, mas ninguém pisou na azenha (a não ser o D´Alessandro, mas, nesse caso, com a camisa vermelha e em verdadeiro pesadelo à pijamada). Mas o mundo é assim, repleto de gente que vive de imagem. Comem feijão e arrotam peru, como dizia meu avô.

RÁPIDAS
.
14.dezembro. 33 anos da conquista do BRASIL.
.
16/17.dezembro. 2 anos da conquista do MUNDO.
.
Essa semana tudo é INTERNACIONAL NO MEU BLOG PESSOAL
.
Retorno do INTER B na próxima temporada é providência altamente elogiável.
.
O tradicional “Rolinho” participará da Segundona Gaúcha e da Copa da Federação Gaúcha.
.
Além de ser ótimo laboratório de testes para a gurizada do Celeiro de Ases, serve de importante caminho para experiências e para conferir ritmo de jogo a atletas recuperados de lesão.
.
Brasileiro Sub-20 entra na fase final.
.
Infelizmente não tive tempo de assistir aos jogos da primeira fase e, por isso, não posso comentar os talentos do INTERNACIONAL.
.
O duelo nas quartas-de-final é contra uma equipe com tanta tradição como a nossa em categorias de base, o prestigiado Santos que já chegou, inclusive, a formar uma equipe que era conhecida como os “Meninos da Vila”, na década de 80. E, mais recente, formou aquele timaço de Robinho, Diego e companhia que sagrou-se campeão brasileiro. Grande duelo pela frente!
.
Pachuca x LDU pelo Mundial FIFA.
.
Escrevam: a derrota do time equatoriano servirá apenas para confirmar minha tese de que INTERNACIONAL x ESTUDIANTES foi o grande duelo do futebol sudamericano na temporada 2008.
.
A incoerência do tópico no qual o vizinho analisou “os porquês” de seu vice campeonato é notável. Diz que o São Paulo tem todos os méritos da conquista do título, mas tece uma choradeira, um rosário de lamentações.
.
Todas as afirmações do vizinho são contraditadas pelo rosário que as segue. Diz que não debita o título às arbitragens para logo em seguida elencar exemplos que lhe dariam mais 15 pontos na tabela.
.
Olha tchê, mais um pouco e eu me convenceria que o portoalegrense é o atual campeão nacional.
.
Para nossa sorte (e desespero total da vizinhança!), o “se” não ganha campeonato!
.
A cara de pau na vizinhança não tem limites. Colocar a culpa na arbitragem pelo vice campeonato. Depois de 10 apitaços? Depois de ganhar efeito suspensivo para 3 jogadores condenados ? É demais! Vamos parar com essa inveja e reconhecer os méritos das conquistas alheias, sem condicionais.
.
Será que esta semana o vizinho assume a condição de Campeão da Taça Osmar Santos ?
.
Engraçado, nenhum comentário do vizinho à façanha de seu ícone, que levou o Vassssssscão à Segunda Divisão.
.
Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (38*) e CAMPEÃO DE TUDO!
.
Luiz Portinho - lcportinho@yahoo.com.br

9 comentários:

Milton disse...

Nem adianta discutir com o Porto sobre a suposta choradeira contra a arbitragem, afinal, nao fomos nos quem vencemos um torneio esse ano no apitaco.
O porto nao consegue esconder sua inveja pra LDU e pro gremio por causa do mundial e da libertadores. Um time de segundo escalao campeao da maior taca internacional do continente, e o fraco gremio campeao da osmar santos, ganhando a honra de disputar a 50 edicao da Libertadores. Enquanto isso, no japao, o super time colorado disputa a copa sugura! Se nao der mico ate vai dar DVD essa conquista!
Mas porto, vem ca, me diz por que que a sugura eh tao boa como a osmar santos que eu estou curioso pra ver teu ponto de vista...

Luiz Portinho disse...

e cá estou, emocionado com as palavras do Sancho. valeu amigo!

San Tell d'Euskadi disse...

Justas palavras, Porto. Apenas isso.

Um abraço.

Carolina disse...

Mandou bem, um belo presente de natal pro torcedor gaucho, colorados e gremistas isentos.

Milton disse...

Porto, deixando a rivalidade de lado, considero as homenagens a ti bastante adequadas. Pessoas como tu, tao envolvidas na sociedade, farao uma diferenca muito grande na vida das pessoas, mais do que se pode ver em primeira instancia. Realmente, justas homenagens a um grande colorado!

Luiz Portinho disse...

pô Milton, obrigado tchê. o mais importante é o altíssimo nível dos debates que aqui travamos; como nos duelos das quatro linhas, ríspidos, mas sempre leais.

Francinei Bentes disse...

Beleza hein Porto,
Não te conheço, só do que você escreve por aqui. Mas me pareceu muito justa a homenagem...
É isso aí Sancho, o espírito GRE-nal nunca morrerá enquanto houver torcedores como você...

DJ Aldebaran disse...

Coloco aqui algumas palavras que eu escrevi numa lista em que eu participo, juntamente com o Sancho e o Porto.

O Sancho é um grande amigo mesmo!

No final das contas, ele ter tido a honra de escrever a coluna nro. 100 foi merecido, e ele justificou o merecimento com o excelente texto que produziu.

Já comecei a adiantar a coluna nro. 101.

E já adianto que vou mandar chumbo grosso em alguns conselheiros do GRÊMIO, que limaram o competentíssimo Eduardo Antonini do projeto Arena.

DJ Aldebaran disse...

E completando: o Porto merece cada palavra que o Sancho escreveu. A gente se degladia aqui mas fora daqui já demos muitas risadas tomando cerveja gelada juntos, eu, o Porto, o Sancho e o Alexandre Araújo, que já escreveu a coluna vermelha umas duas vezes.

E se o Milton, o Bruno, a Carolina, o Josué e outros quiserem um dia compartilhar deste mesmo espírito de "confrateinfernização" que impera aqui, serão muito bem vindos em um churrasco regado a muita Polar (embora eu goste mesmo da Bohemia e da Original).