segunda-feira, fevereiro 02, 2009



Ano III, Número 107





EDIÇÃO ESPECIAL - GRE-NAL 374

(crédito da foto: Site do Sport Club Internacional)





SEMANA gNAL



Colorados que não falem da ULBRA e tricolores que não falem do Veranópolis. Deixemos para os dirigentes a boa política de não comentar o clássico antes dos jogos do meio de semana, em respeito aos adversários interioranos. Está aberta a semana do “gNAL 374” e, portanto, é a respeito do clássico que devemos falar, ao menos aqui neste espaço. Eu sei que para o vizinho se trata de uma tarefa árdua. Primeiro porque é histórica sua desvantagem no confronto direto, que já perdura mais do que 7 décadas (conforme informei na coluna n. 87, desde o “gNAL 88”, em 1945, o INTERNACIONAL lidera a estatística de vitórias no confronto). De outra parte, na última temporada o pobre vizinho acumulou fracassos e passou em branco no clássico. Aliás, dificilmente o vizinho conseguirá esquecer do chocolate que levou, no dia 28.setembro.2008, lá dentro do Beira-Rio. Mas, no clássico gNAL, passado é passado e a história nunca se repete. Em Erechim, no Colosso da Lagoa, teremos mais uma edição, com seus dramas e consagrações. Com duas goleadas expressivas, aplicando cinco em Esportivo e Novo Hamburgo, o time do vizinho desponta como favorito. Mas, em gNAL, ser favorito nunca foi grande cousa. A esquadra rubra está pronta! Que venha o clássico 374!

TIME IDEAL I



A equipe que goleou o Sapucaiense, por 4x0, domingo, entrou em campo com o esquema de jogo ideal. Para ser o time ideal só faltou o centroavante de ofício. Com dois volantes (e Magrão atuando na primeira função, como preconizei na última semana) e dois meias ofensivos, o Internacional teve muito mais opções ofensivas. É verdade que o adversário era fraquíssimo; mas, exatamente para este tipo de adversário, não há justificativa para não utilizar este esquema de jogo mais ofensivo.

TIME IDEAL II



Ao final da partida, F. Carvalho e G. Luiggi deram declarações no sentido de que não gostam deste esquema e que preferem a equipe com um volante marcador vestindo a camisa 5, mais Magrão e Guiñazu. Fiquei preocupado! Para não ser repetitivo e já fazendo o “mea culpa”, peço ao leitor que releia a última coluna; mas peço que substitua o “O que é isso Tite ?” por “O que é isso Carvalho ?” ou “o que é isso Luiggi ?”.

TIME IDEAL III



E vamos parar com essa estória de que o Taison não sabe marcar e que não volta para compor o setor de marcação na meia cancha. Quem assistiu futebol na última temporada sabe que Taison desarma com muito mais eficiência; com mais eficiência, por exemplo, que Edinho (esse a cada 10 lances comete 9 faltas e consegue 1 desarme!). Quem fala que Taison não marca e não ajuda no combate, com todo respeito, está precisando de óculos para ver futebol.

ALEX



Domingo, antes da partida, a boataria correu solta em torno de uma proposta de € 8 milhões de um Grupo Inglês para contratar Alex. O meia seria, então, repassado ao West Ham, clube da primeira divisão da Liga da Inglaterra. Como afirmei nas colunas 103 e 105, Alex já encerrou seu ciclo dentro do Beira-Rio e pode render uma grana muito boa para o clube. O valor especulado, para se ter uma idéia, seria o suficiente para custear a folha do futebol da temporada 2009. Além disso, as reposições para Alex estão dentro do grupo: Alecsandro ou Tales, para não falar em Wálter. Que venham os Euros!



MUNDIAL 2014



Representantes da FIFA estiveram em Porto Alegre, durante última visita ao país para escolha das sedes e locais de jogos da Copa do Mundo 2014. É claro que nós já sabíamos, mas agora nao resta qualquer dúvida de que o Beira-Rio será a praca dos jogos aqui nos pagos. Detalhe: representantes da FIFA nao passaram nem perto da azenha e muito menos das maquetes do Humaitá.

RÁPIDAS



Vejo D´Alessandro atuar e lembro muito do futebol praticado por Rubens Paz quando atuava com a camisa 10 do Colorado na década de 80.

O desânimo de Nilmar no domingo era visível.

Nem quando anotou os dois tentos foi capaz de tirar a expressão de poucos amigos do rosto.

Não sei o motivo, mas é o tipo de atitude que revolta o torcedor. Afinal, está ganhando um salário que não justifica tal postura.

Guiñazu voltou de lesão e recuperou a braçadeira de Capitão que tinha passado por Bolivar e Magrão.

Lateral esquerdo Kléber está em condições de estrear 5ª feira contra a Ulbra e deve aparecer na equipe no clássico gNAL.

Debaixo de muita água, Brasil Sub20 venceu Argentina por 2x0, com o Colorado Giuliano marcando o segundo tento.

No sábado vencemos o Uruguai, por 3x2, com dois golos de Wálter.

Só não vou falar em Celeiro de Ases para não deixar o vizinho irritado!


Chiquinho não quis ser emprestado ao Brasil de Pelotas, para acabar no Joinville. Péssima escolha!

E por falar nisso, FORÇA AO XAVANTE em sua estréia!

Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*38) e CAMPEÃO DE TUDO.



Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br


O CLÁSSICO DO GAUCHÃO


A ideia da FGF de alterar a fórmula de disputa do Gauchão para garantir a realização de ao menos um GRE-nal no campeonato é louvável. No entanto, tornou-se lamentável o fato de marcar este clássico para o estádio Colosso da Lagoa, em Erechim. E pior: marcá-lo para as 19h30min, tirando a possibilidade de o torcedor comum assistir nosso maior clássico mesmo que pela TV. Ou seja: quem quiser assistir ao clássico tem 3 opções: ou se submete aos custos da viagem a Erechim e aos 60 reais do preço do ingresso de arquibancada (sendo que a cadeira está R$ 150,00), ou assiste pelo pay-per-view, ou procura um boteco pra assistir ao jogo.

Desde 2006 não tínhamos um GRE-nal pelo Gauchão. No último disputado, 1x1 no Beira-Rio, gol do Pedro Junior e título para o GRÊMIO.

Este clássico também traz um tabu a ser quebrado. Nossa última vitória em clássicos pelo Campeonato Gaúcho data de 01/04/2001. Vitória por 4x2 no Olímpico, com gols de Tinga (2), Rodrigo Mendes e Zinho (p). Nosso técnico era justamente o treinador dos vermelhos atualmente.


O CLÁSSICO E O FAVORITISMO

Dentro das quatro linhas, não tem como não apontar o time deles como favorito. Afinal, eles mantêm a base do time campeão da Sudamericana enquanto nós mudamos o time em 6 posições em relação à equipe vice-campeã do Brasileiro do ano passado. Mesmo com resultados expressivos contra adversários nem tão expressivos assim, somos um time em formação que jogará contra uma equipe com base formada.

Nosso time provável será: Victor; Leo, Rafael Marques e Réver; Ruy; W. Magrão, Tcheco, Souza e F. Santos (Jadilson); Alex Mineiro e Jonas (Herrera).



IMPRESSÕES DO JOGO CONTRA O NH

A atuação com goleada de 5x1 sobre o Novo Hamburgo em seu novo estádio trouxe boas afirmações e algumas confirmações de impressões negativas. Atuando no 3-6-1 sem Alex Mineiro, esquema que eu particularmente não gosto, ao menos ficou provado que a ideia do Roth de reforçar mais a marcação no meio-campo para liberar mais as ações de Tcheco e Souza de certa forma deu certo. Fomos premiados por dois gols e duas assistências de Souza, que vem sendo o grande destaque do GRÊMIO neste início de temporada. E um belíssimo gol de Tcheco num toquezinho de cobertura por cima do goleiro. Jonas, mesmo não tendo marcado gols, também foi muito bem. Assim como o lateral Ruy e a dupla de zaga Rafael Marques e Réver. E o Leo? Bem... aí começa a outra parte...

Leo não começou bem este ano de 2009. Já vinha de atuações irregulares no final do Brasileiro, conforme você vinha lendo aqui na oportunidade. Pois ele parece que está com dificuldades de se firmar. O gol “de honra” do anilado acabou vindo em uma falha pessoal dele. Parece-me que um banco de reservas fará bem ao nosso camisa 3.


IMPRESSÕES II

Também não gostei das atuações de Diogo, que mais uma vez mostrou-se insuficiente para vestir a camisa do GRÊMIO, de William Magrão, perdido em campo, e do lateral Fabio Santos. Parece-me que Jadilson vai ganhar a posição por uma questão de tempo. Afinal ele entrou no segundo tempo por uma lesão do titular, e já nos primeiros toques na bola mostrou uma qualidade bem superior, com cruzamentos precisos e avanços perigosos na área adversária. Um dos avanços acabou rendendo um pênalti para o GRÊMIO, convertido por Souza.

A saída de W. Magrão, também por lesão, para a entrada do garoto Adilson, também representou um acréscimo de qualidade na marcação do meio-campo gremista. No entanto, Adilson também não reúne características de 1º homem de marcação, posição esta que eu tenho reivindicado tanto uma contratação por parte da direção gremista.


HERRERA

Acabou, finalmente, a novela Herrera. E com um final feliz, pode-se assim dizer. Germán Gustavo Herrera desembarcou em POA nesta sexta-feira e foi apresentado como novo reforço gremista. Se reunir condições de jogo até domingo, tem boas possibilidades de figurar no grupo que viaja a Erechim para a disputa do clássico GRE-nal.


A PASSAGEM RÁPIDA POR VERANÓPOLIS

Antes do GRE-nal, o GRÊMIO ainda tem que jogar contra o Veranópolis. A partida será nesta quarta-feira, às 22h, no estádio Antônio Davi Farina. No entanto, apenas o goleiro Victor deve ser escalado dentre os titulares. Na escalação devem constar nomes como Heverton, Jadilson, Malelelê, Orteman e Reinaldo. E a estreia do zagueiro Saimon, oriundo da equipe de juniores.


RAPIDINHAS

O GRÊMIO deve desistir da contratação de Maxi Lopez. Especula-se, no entanto, que o GRÊMIO busca um atacante brasileiro que atua no exterior.


O GRÊMIO teria sondado o volante Emerson, cria da casa que está no Milan e terá seu contrato encerrado na metade desta temporada. Ele poderia vir sem custos. No entanto, o impeditivo seria o alto salário do ex-jogador do GRÊMIO que teve passagem por Roma, Juventus e Real Madrid.


Finalmente o Xavante estreia no Gauchão. Joga hoje contra o Santa Cruz-RS no Bento Freitas. Não utilizará as camisetas 3 e 7 durante o Gauchão. Bela iniciativa. ATUALIZADO: O jogo acabou 3x3.


O técnico Celso Roth declarou que o GRE-nal não servirá de teste para a Libertadores simplesmente porque o adversário não está classificado para esta competição.


Mais uma tragédia abala o futebol sul-americano: parte da arquibancada do estádio Defensores del Chaco, no Paraguai, desabou, causando a morte de 2 policiais e deixando mais 8 feridos.


Também no futebol paraguaio, um acidente com um ônibus matou um jogador e um dirigente do clube 2 de Mayo, da primeira divisão daquele país.


Pachuca X Universidad de Chile se enfrentam na madrugada de quarta para quinta-feira pela partida de volta da Pré-Libertadores. O jogo será a 01h15min da manhã, horário brasileiro. O GRÊMIO estreará contra o vencedor deste confronto dia 25/02, quarta-feira de cinzas, no Olímpico.


Saudações imortais de quem disputará a Libertadores este ano,



Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

3 comentários:

jo disse...

primeiro tempo gremista e segundo tempo colorado.2 erros de arbitragem:expulsão não dada do rever por ser o último homem e um impedimento que na hora (vejam o taipe fanáticos de pijama)ninguém reclamou porque eram milimetros de condição legal(por isso na hora ninguém reclamou)e o resultado costumeiro há 64 anos:INTER GANHA DO GREMIO PORQUE É MELHOR!

DJ Aldebaran disse...

Não existe a regra do último homem. Cartão amarelo aplicado corretamente no Réver. E o gol legítimo do Jonas anulado, heinhô santa coerência?

Milton disse...

Provavelmente o Porto colocara no seu post de amanha de como a arbitragem estava tendencionada para o lado de azul, ele gosta de inventar complos de juizes com o gremio.
Pois eh, 2x1 mais uma vez depois de um banho de bola. Mas futebol eh isso, nao importa nada jogar bem e perder, tem que fazer mais gols que o adversario.