quarta-feira, setembro 16, 2009

Ano III, Número 139


NÃO HOUVE SEGUNDA-FEIRA
.
Não há nada pior do que perder uma partida no Beira-Rio. Ainda mais nas terríveis circunstâncias de domingo. Da euforia com o gol de Andrezinho à depressão total, em menos de um minuto, com o 3º gol do Cruzeiro, quando ainda cumprimentava e saudava os convivas ao redor. Dali por diante nada mais fez sentido. Estava evidente que não chegaríamos ao empate, ainda mais depois que Tite chamou Glaydson e voltou atrás pela pressão do torcedor. Não houve convicção. A cerveja já acabara, um pouco antes perdera a sobriedade. Nem o pátio do Beira-Rio salvou, briguei por não conseguir sequer expressar minhas decepções. Do Gigante para o Acampamento Farroupilha. A farda Colorada denunciava meu sofrimento. O fogo de chão, prosa e tragos renovados, nem mesmo as chinas foram capaz de consolar. O domingo não terminou. Não houve segunda-feira.

.
O LOSANGO I

.

Convocação de Giuliano para seleção Sub20 foi revoltante. É difícil não desconfiar deste pessoal da CBF. A propósito, com a ausência do guri, Tite voltou a escalar o losango na meia cancha (não me venham com essa de que com Giuliano foi mantido o losango). Não me agradou. Aliás, escrevi a respeito antes mesmo da derrota para o Cruzeiro, em meu site pessoal, na postagem entitulada Magrão deveria voltar para o banco.

.

O LOSANGO II

.

Para nossa sorte, Magrão levou o 3º cartão amarelo e está fora de combate para o jogo contra o Vitória, em Salvador. No Barradão, se Tite não tirar algum coelho da cartola, teremos a volta do quadrado, com Sandro, Guiñazu, Andrezinho e D´Alessandro.

.

A VOLTA DO VELHO TITE

.

Depois de algumas jornadas elogiáveis, Tite voltou ao seu padrão costumeiro. Falhou ao optar pelo losango. Falhou ao assistir inerte suas alternativas ofensivas neutralizadas por A. Batista. Falhou ao colocar Andrezinho no lugar de Sandro e deixar Magrão em campo. Falhou ao tirar Taison para o ingresso de Edu, deixando D´Alessandro em campo. Segue minha dúvida, quando Tite colocará 3 atacantes numa partida em que está com o placar adverso ?

.

ABSURDO DOS ABSURDOS I

.

A pressão foi tanta que Sandro chegou ao cúmulo de admitir, hoje, que não jogou bem contra o Cruzeiro. Mas vem cá, estamos diante de uma espetacular promessa que, em menos de 7 meses na titularidade já alcançou a seleção principal, aonde, aliás, estreou na 2ª etapa contra o Chile com grande atuação. E por que não é dado ao guri o direito de jogar uma partida abaixo da média sem que sobre ele chovam críticas ?!

.

ABSURDO DOS ABSURDOS II

Também, pudera, Tite armou verdadeira armadilha para Sandro, incumbindo-o da 2ª função da meia cancha. Perdoem-me os “entendidos” do futebol da aldeia que insistem ter atuado Magrão na 2ª função. Não, Magrão foi primeiro volante – o cabeça de área; empurrando Sandro para a 2ª função (ou deveríamos dizer empurrando-o para a cova dos leões). Foi um crime o que Tite e a velha política do “carteiraço” fizeram com Sandro no domingo!

.

ABSURDO DOS ABSURDOS III

.

Detalhe, e os detalhes geralmente passam despercebidos; mesmo vítima de uma arapuca criada pelo seu próprio treinador, Sandro demonstrou que, além de ser um jogador diferenciado, possui um caráter especial de bueno. Quando Andrezinho (que ingressara na equipe em seu lugar) anotou o 2º gol em bela cobrança de falta, Sandro saiu vibrando do banco de reservas e foi o primeiro a abraçar o companheiro a beira do gramado. Foi uma grande demonstração de Sandro. A este bando de “entendidos” aqui da aldeia, peço encarecidamente que deixem o guri em paz.

.

OUÇAM O PAULINHO I

.

Outro que foi alvo de duras críticas foi Taison, especialmente de parte dos “torcedores gaiatos” (aqueles que não freqüentam o estádio e que não se preocupam com o futebol além do resultado). A esses eu peço que ouçam a sabedoria do mestre Paulinho, o Paulo de Jesus, um Colorado dos quatro costados que assiste partidas do INTERNACIONAL desde 1937. Tivesse ido ao jogo de domingo, com certeza o mestre Paulinho teria saído do Beira-Rio p... da vida como eu saí com essas duras e injustas críticas ao Taison.

.

OUÇAM O PAULINHO II

.

Do alto de seus 84 anos de idade, Paulinho já viu muita coisa; sobre os jovens talentos recorda que nem seu velho ídolo Tesourinha escapou de um fenômeno que pode constatar em suas sete décadas acompanhando futebol – esses jogadores começam arrebentando e têm uma queda natural, ensina o mestre Paulinho. “Eu não sei se é uma transformação da idade, mas nem o falecido Tesoura escapou”. Sendo assim, pede que deixem Taison jogar. “Já estão queimando o guri, eles não compreendem. Acontece com todos”. Por favor, dêem ouvidos ao mestre Paulinho!!!

.

DESAFIO I

.

O vizinho “subiu nas tamancas” com a constatação de que seu clube é minúsculo na Era dos Pontos Corridos e, especialmente, com a lavada de INTERNACIONAL 431 x 315 portoalegrense. Lançou desafio que prontamente aceitamos. Não tem problema Sr. P. R. Sanchotene. Trago o total de pontos desde o início do Campeonato Nacional, em 1971. 1437 x 1285. Chocolate!!!

.

DESAFIO II

.

A vizinhança tem comemorado, também, a vantagem de média de público nesta temporada. Busco, então, por amor à coerência, as médias de público desde a instituição do Campeonato Nacional (1971). E lá está o registro 18.168 x 16.998. E depois ainda se quer discutir quem é o CLUBE DO POVO DO RIO GRANDE.

.

ESTÁ REGISTRADO NA HISTÓRIA

.

106 anos do portoalegrense. Parabéns ao nosso filho querido!

.

RÁPIDAS

.

"Os dez mais do Internacional", mais uma obra do K. Braga indispensável à biblioteca do Colorado

.

Entrevista preocupante de V. Piffero à Rádio Guaíba antes da partida contra o Cruzeiro.

.

Indagado sobre venda de Sandro para o Tottenham num futuro próximo, Piffero não desmentiu.

.

Pior ainda, deixou claro que dificilmente um volante é vendido por mais do que U$ 10 milhões.

.

Deu a clara impressão de que vai vender e que já fixou o preço (baixo!).

.

DUNGA É MELHOR QUE FELIPÃO. Claro que sim. E aqui estão os números, para decepção da pijamada teimosa.

.

Muito interessante a análise tática de INTER x Cruzeiro realizada pelo E. Cecconi no Blog Preleção. Vale a pena conferir.

.

Índio, Bolívar e Sorondo serão julgados pelo STJD na quarta-feira. Que bela oportunidade para o Tribunal e a Casa Bandida entrarem em ação novamente a favor da Máfia Paulista.

.

Imaginem só se eles vão perder a oportunidade de nos tirar os três zagueiros de ação numa tacada só!!!

.

Mas se cometerem esse crime contra nós, o feitiço vira contra o feiticeiro. Aí entra o D. Moraes na zaga ao lado do Eller e eles vão ver o que é bom para tosse.

.

Essa turma do Eixo que não se meta conosco de novo!

.

Atlético-PR x Botafogo - Fla-Flu - Goiás x Coritiba - Boca Jrs. x Velez Sarsfield... Sudamericana já está quentíssima desde o primeiro round.

.

A propósito, será que a partir de 2010 a Sudamericana vira Taça importante para o pessoal lá da azenha ?!

.

Vitória x INTERNACIONAL – Santo André x São Paulo – Cruzeiro x Palmeiras. Três compromissos complicados para os líderes. O jogo do São Paulo, teoricamente, é o mais fácil.

.

15 rodadas são praticamente 1/3 da competição. Ainda há muita água para rolar debaixo desta ponte. Sigo colocando Santos e Flamengo como candidatos.

.

Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*39), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.

.

L. Portinho


106 ANOS DE GLÓRIAS

Neste dia 15 de setembro comemora-se 106 anos do GRÊMIO FOOT-BALL PORTO ALEGRENSE, o clube mais vitorioso do sul do país. O clube que nasceu da bola, uma semana depois que os ingleses do S. C. Rio Grande vieram fazer uma apresentação em Porto Alegre no feriado de independência. Cândido Dias estava lá, com sua bola, e quando a dos ingleses murchou, pediram emprestado ao Cândido a sua emprestada. Em troca, ele recebeu dos ingleses as primeiras dicas sobre fundar um clube de futebol. E foi daí que originou o GRÊMIO, uma semana depois. Daí pra frente, a história todos conhecem.

Desde o primeiro Wanderpreis, em 1904, começaram-se os títulos, que vieram a abrilhantar cada vez mais a trajetória gremista. Campeonatos citadinos, Gaúchos, e depois veio o primeiro Brasileiro. Quando completamos 80 anos, ensinamos ao Rio Grande do Sul os caminhos da América e do Mundo, vencendo nossa primeira Libertadores logo na segunda participação.

Surge a Copa do Brasil em 1989 e, logo na primeira edição, vencemos a primeira. Outras 3 mais viriam. Assim como mais um Brasileiro e mais uma Libertadores.

São 82 títulos oficiais de campeão. Nenhum outro clube no sul do Brasil tem isto.

Parabéns ao GRÊMIO e à sua torcida pelos 106 anos de glórias!


O JOGO CONTRA O NÁUTICO

As duas últimas semanas foram atribuladas. Primeiro, solicitei ao Sancho pra escrever após o empate com sabor de derrota para o Botafogo. Depois, tive um problema com meu micro, o que causou meu afastamento semana passada. Esta semana está sendo corrida, mas mesmo com algum atraso não podia deixar de escrever a coluna de aniversário do GRÊMIO.

Mas voltando à ativa, confesso que não estou entre aqueles que acharam que foi uma grande coisa a vitória contra o Náutico lá nos Aflitos, nossa primeira fora de casa sob o comando de Autuori. Na verdade, se o GRÊMIO quer Libertadores e G-4, como diz que quer, embora eu já tenha declarado aqui que não acredito que cheguemos lá, o GRÊMIO não fez nada mais do que a sua obrigação derrotando um dos “descamisados” (utilizando a definição do vizinho), mesmo em seus domínios.

E analisando friamente o jogo, cometemos de novo alguns erros que vínhamos cometendo nos outros jogos, e credito nossa vitória mais por demérito do adversário do que por mérito nosso.


FÁBIO ROCHEMBACK

Confesso que não gostei da contratação de F. Rochemback por parte do GRÊMIO. Ele veio para ser segundo volante, e nesta posição nós estamos bem servidos. Portanto, mais uma contratação cara e desnecessária, já que ele vem com um dos salários mais altos do grupo. Adilson vinha sendo um dos jogadores mais regulares da temporada, e William Magrão, destaque do ano passado, volta de lesão para brigar por vaga no time.

Não que Rochemback não fosse acrescentar qualidade ao grupo do GRÊMIO, mas o que adianta ter uma dupla de volantes assim se o problema do GRÊMIO é mais pra frente?


TCHECO: RUIM COM ELE, PIOR SEM ELE

Ainda sobre o tópico anterior: o maior problema deste time do GRÊMIO se localiza no setor de armação do time. Tcheco e Souza são, no máximo, dois coadjuvantes. Jamais se poderia confiar a camisa 10 do time e a braçadeira de capitão ao Tcheco. Ele e Souza são jogadores de características parecidas. Jogam pela direita. E acabam se sobrepondo, tornando inoperante o lado esquerdo do time.

Pra mim, se existe um culpado, não é o Tcheco, e sim a direção. Que não trouxe o meia que o GRÊMIO precisa, pra ser o protagonista da meia cancha. Afinal, Renato Cajá (quem?), a única contratação para o setor, tem que mostrar credenciais para provar que pode jogar num time da grandeza do GRÊMIO. Afinal, não adianta nada se destacar pela Ponte Preta.

E este colunista diz desde o começo do ano: precisávamos de um volante (veio Túlio, mas só para a segunda fase) e um meia-esquerda pra chegar, fardar e virar referência da posição. Ou acreditava-se que Douglas Costa viria se tornar este meia, como formamos Carlos Eduardo na nossa base em 2007. Mas infelizmente parece que o Manto Sagrado pesou para o Douglinhas.


RAPIDINHAS

Vizinho pergunta o que aconteceria o que aconteceria se o Ronaldinho fosse jogar no Olímpico por outro time. Talvez o mesmo que aconteceria com o Christian, se este voltasse a jogar no pardieirão por outra equipe.


Aliás, o vizinho respeita tanto seu ídolo que chegava a grafar seu nome errado propositalmente na segunda passagem dele por aqui.


Por falar em ídolos de verdade, Danrlei e César tiveram seus nomes imortalizados na Calçada da Fama gremista. A cada ano, fazendo parte das comemorações de aniversário, dois novos ídolos se somarão a Airton Pavilhão, Sergio Moacir “a majestade do arco”, Alcindo “bugre”, Renato, Mazaropi, Jardel, etc.


Danrlei fará jogo de despedida no Olímpico. Tentará reunir aquele grande time de 95 e 96.


Por que nunca mais falei da Arena? Porque depois que limaram o Eduardo Antonini pra colocar na presidência da GRÊMIO Empreendimentos um cara que era CONTRA a Arena no começo, o melhor a fazer é se abster de comentar o assunto.


Marido fiel que falha em casa... isto foi o que o vizinho falou sobre o GRÊMIO depois do empate contra o Vitória. E depois do resultado do time dele no final de semana, o que ele dirá? Aposto um CRUZEIRO que ele não falará uma palavra sequer!


Dá-lhe Capitão América!


Saudações imortais do 1º colocado no ranking OFICIAL da CBF,

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

33 comentários:

Bruno Coelho disse...

Porto, só algumas colocações.
1- A CBF ainda liberou o Sandro. Deveriam dar graças a Deus por mais essa demonstração de força com a FGF, que fez grande lobby para que isso ocorresse e mais o gesto de solidariedade do “Sir” Ricardo Teixeira.
2- Concordo plenamente com o que o Mestre Paulinho disse, os jovens jogadores geralmente não têm maturidade ainda para manter a regularidade e por isso a paciência.
3- Sobre o “Clube do Povo”, eu tenho um questionamento. Segundo o texto de Roberto Siegmann, publicado no site do Internacional, torcedor é aquele que pertence ao quadro associativo do clube e nada além disso. Mas se o Povo é uma conotação que se faz a pessoas humildes e sem muita renda, não é contraditório um clube publicar esta nota e ao mesmo tempo se intitular “o Clube do Povo”? Afinal, uma vez pertencente a parte mais humilde de nossa sociedade, boa parte do “Povo” não tem como se tornar sócia.
4- Clube do Povo é aquele com Maior Torcida do Rio Grande e este título pertence, atualmente, ao Grêmio.
5- Ainda a respeito de Dunga x Felipão, é muito superficial o título da matéria e mais ainda a maneira que você a usa. Vamos recapitular algo que já foi mostrado no post anterior, que Felipão pegou o Brasil no decorrer das Eliminatórias, pegou a Copa América sem tempo algum para treinar e no ano seguinte conseguiu, mesmo assim, ser Campeão do Mundo.
6- O que vale mais: Felipão 2001-2002 com uma Copa do Mundo ou Dunga 2006-2009 com uma Copa América e uma Copa das Confederações? Sou mais a primeira e acredito que qualquer pessoa faria o mesmo. Mas se Dunga ganhar a Copa (algo que torço), aí admitirei o contrário, caso contrário, é bobagem comparar.
Saudações Tricolores.

San Tell d'Euskadi disse...

Como eu queria demonstrar toda a diferença, Porto, é dos pontos-corridos! Tu mesmo trouxeste os números!

Ignoremos os pontos corridos:
1437-431=1006
1285-315=970

Diferença: 36 pontos

Média da diferença por ano (1971-2002): MÍSEROS 1,125 pontos.

E isso que o Grêmio não disputou em 1992!

A tua lavada, de repente, prova-se EQUILÍBRIO!

San Tell d'Euskadi disse...

No período em que te pedi para trazer (1981-2002), Porto, eis os números:

Quantidade Total de Pontos:
Grêmio - 630;
Internacional - 595.

Temporadas com vantagem em pontos:
Grêmio - 13;
Internacional - 8;
Empate - 1.

Temporadas com vantagem na posição final:
Grêmio - 14;
Internacional - 8.

Títulos:
Grêmio - 2;
Internacional - 0.

Temporadas entre os 4 primeiros:
Grêmio - 8;
Internacional - 3;

Temporadas entre os 8 primeiros:
Grêmio - 10;
Internacional - 6.

Em suma, vocês levam pau em todos esses quesitos!

Luiz Portinho disse...

sancho, me desculpa, mas a tua tese é pra lá de incoerente... tu reclama que eu selecionei período (na realidade eu peguei uma ERA - a Era dos Pontos COrridos)... e aí tu vem com uma seleção pra lá de favorável ao teu clube tchê ?!?!?!? chego à conclusão de que p´ra ti termina sendo mais importante selecionar um momento histórico específico, negando o restante (até tu não nega o DNA!)... eu prefiro ficar com toda a história oficial do Camp Nacional (71-2009)... ou com toda a Era dos Pontos corridos (sem fracionar a história de acordo com a conveniência).

Luiz Portinho disse...

ah! Sancho, por favor, não me culpa pelo fato de teu clube não ter disputado os Nacionais de 92 e 2005... eu não tive nada a ver com isso!!! e, evidentemente, não posso fracionar ou apagar um pedaço da história (não está no meu DNA).

Luiz Portinho disse...

tchê Bruno, sobre item 1 (liberação do Sandro), consegui dar boas risadas do teu argumento...

2) sobre Dunga x Felipão, creio que o tempo dará a resposta. de fato, a Copa do Mundo conquistada (com méritos) pelo Scolari lhe dá pequena vantagem... mas o Dunga tá num belo caminho, isso se deve reconhecer ao Capitão.

3) sobre CLUBE DO POVO e maior torcida, trata-se, fora de dúvidas, de coisas bem distintas... ter maior torcida não leva à condição de CLUBE DO POVO, visto que tal "emblema" se conquista por uma história, desde a Fundação plural e democrática até a manutenção de tal espírito no curso dos anos (coisa que teu clube não possui e jamais possuirá - sem querer aqui desrespeitar o gremio, é apenas uma constatação dos fatos históricos)... sobre maior torcida, eu não acredito em pesquisas... e não porque elas apontam o gremio na liderança... simplesmente porque já demonstraram falta de credibilidade, tanto nas eleições (aqui no RS elas indicaram Britto e deu Olivio na cabeça) como também em outros campos (há anos a Gaucha tem entre 80% e 90% nas jornadas esportivas - lá no Beira-Rio, por exemplo, a Guaiba dá de relho e a gaucha não chega a 20% de audiência).

4) eu quero abordar o tema TORCEDOR em meu site pessoal um dia desses... esse manifesto do Sigman, que não li, é um absurdo! mas penso que tenha um cunho de estimular o Colorado a se associar... mas o fato é que estão ocorrendo algumas coisas no Gigante que não me agradam (mais especificamente, o afastamento daquele verdadeiro torcedor - como o mestre Paulinho)... Há 3 jgoos que encontro o Macaco (torcedor que vai a todo jogo fantasiado) no pátio do Beira-Rio no final dos jogos, reclamando que não lhe deixam entrar no estádio (cobram ingresso)... é um absurdo, o cara é o símbolo, já apanhou de 15 gremistas no centro na estacao tremsurb por andar fantasiado e querem ingresso ?!??!!? mais, o Macaco, nestes papos, mostrou que é da antiga turma da coreia (esses sim os verdadeiros Colorados!)... outro que não vi mais no pátio em dias de jogo é o Gaucho do Beira-Rio (baita símbolo!)... esse cara anda pelo centro, mercado publico e expointer, em qualquer canto, com seu traje típico gaúcho todo vermelho... e querem cobrar ingresso no estádio ?!?!?!? por favor!!!

Luiz Portinho disse...

aliás, Sancho, se eu tivesse o DNA que apaga a história, resumiria a História Humana à década de 70... aí seria covardia com a pijamada!!! ahahahahahah!

San Tell d'Euskadi disse...

A década de 40 foi ainda PIOR...

San Tell d'Euskadi disse...

Porto,

Não eram meros cinco anos; mas VINTE E DOIS! Sendo dois clubes centenários, dá UM QUINTO DA HISTÓRIA de cada um. Não é qualquer período, é um BAITA TEMPO! E só para te mostrar que a tal "ampla vantagem" é bem pequena.

Na verdade, a História Gre-Nal caracteriza-se pelo fato de que nas épocas em que o Grêmio é melhor (a maioria, diga-se); ele é um pouco melhor. Nas épocas em que o Inter é melhor, ele é MUITO melhor.

San Tell d'Euskadi disse...

Entre 1967 e 1980 (14 temporadas):

Quantidade Total de Pontos:
Grêmio - 405;
Internacional - 489.

Temporadas com vantagem em pontos:
Grêmio - 3;
Internacional - 11;

Temporadas com vantagem na posição final:
Grêmio - 1;
Internacional - 13.

Títulos:
Grêmio - 0;
Internacional - 3.

Temporadas entre os 4 primeiros:
Grêmio - 1;
Internacional - 10;

Temporadas entre os 8 primeiros:
Grêmio - 9;
Internacional - 13 (exceção: 1977).

Luiz Portinho disse...

nossa, que chocolate... Sancho, estou enganado ou estás referendando a tese do CHOCOLATE COLORADO ?

San Tell d'Euskadi disse...

Nas décadas de 40 e 70, sem a menor dúvida. No total da História, NEM F*D&NDO! Conforme exposto no comentário 9...

Luiz Portinho disse...

mas tchê, pega os números do TOTAL DA HISTÓRIA rapaz... para de tentar encarar a história! quem tem mais vitórias no total de clássicos ? quem tem mais pontos no campeonato nacional (debate q. estamos travando) ?

por favor, para de desmentir a história SAncho.

Luiz Portinho disse...

+ quem tem mais títulos gauchos (confronto mais do que direto) ? quem tem mais pontos na Era Pontos Corridos ? Superioridade Colorada em tudo é a resposta da HISTORIA.

Paulo Roberto disse...

Porto,

Presta atenção nestes números hipotéticos:

10=4X+6Y (Y,+2)
10=3X+7Y (Y,+4)
10=4X+6Y (Y,+2)
10=9X+1Y (X,+8)
10=3X+7Y (Y,+4)
10=4X+6Y (Y,+2)
10=9X+1Y (X,+8)
10=3X+7Y (Y,+4)
10=8X+2Y (X,+6)

Nota que Y é maior que X em 7 dos 10 cálculos; ou seja, a vantagem de Y para X é de 7:3.

Contudo, quando se soma tudo, o total de X é 47; e o de Y, 43. Nesse caso, X é maior que Y, mesmo tendo sido inferior em 70% dos conjuntos de 10.

Conseguiste perceber?

Pois essa é a história Gre-Nal!

jo disse...

PAULO O HIPER SUPER MEGA POWER MATEMÁTICO SÓ NÃO EXPLICA 64 ANOS DE FREGUESIA OU SEJA POR 64 ANOS ININTERRUPTOS DESDE QUE ASSUMIU A FRENTE DO CONFRONTO O INTER NUNCA SAIU DO SEU LUGAR DE LIDERANÇA.PORQUE SERÁ , HEIN?

Paulo Roberto disse...

JO,

Quando a pergunta é "entendeu?", você está excluído. Não se espera de você capacidade de abstração...

San Tell d'Euskadi disse...

Porto,

E tua definição de "chocolate" é muito complicada. Já chamaste de empate em 0-0 de chocolate!

Aí, fica díficil...

DJ Aldebaran disse...

Sancho, não tenta explicar pra eles algo que eles não fazem a mínima questão de entender.

Eu prefiro disputar superioridade através de títulos de campeão. O GRÊMIO tem 82 títulos oficiais de campeão em sua história. Traz os do teu time e vamos comparar.

Milton disse...

Porto, foi so a partir de 2006 que libertadores passou a ser importante pra colorados. Antes a unica coisa que era importante era ser "dono do RS" ganhando o gauchao. Times da grandeza do GREMIO sabem que libertadores eh mais importante e prestigiosa que a sula.
Ate agora vcs so se deram mal contra times que participaram da libertadores. Cuidado que "la U" vem ai heim!

San Tell d'Euskadi disse...

Milton,

Olha a festa no vestiário gremista apos o título estadual de 1985, e vê se o Gauchão é pouco:

http://www.youtube.com/watch?v=RTdEjzY7-sw

Milton disse...

Sancho, nao posso ver o video pq meu celular nao acessa o youtube. Mas nao to achando onde disse que o gauchao eh pouco. O que disse eh que nao da pra se contentar com isso. Time grande tem que sair da toca e ganhar longe de seus dominios, se nao vira um atletico mg.

San Tell d'Euskadi disse...

Milton,

Grandeza e rivalidade não se medem por títulos. É ridículo imaginar, por exzemplo, que o Argentino Juniors seja maior que o San Lorenzo...

DJ Aldebaran disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DJ Aldebaran disse...

É que não dá pra tomar exceções como regra, por exemplo Argentino Jrs, LDU e Once Caldas. Inegável que o Club Sin Libertadores de América é maior do que qualquer um desses três, mas no caso daqui da aldeia que é um duelo de titãs, até vale.

Ahn, será que não houve segunda-feira pelas bandas do aterro de novo?

DJ Aldebaran disse...

Adiantando serviço: ainda estou cético em relação a conseguirmos algo mais do que uma vaga na Sudamericana. Se vencermos o Goiás eu sou capaz de começar a acreditar.

Luiz Portinho disse...

o Sancho é um cara especial de bueno (e por isso que eu tenho apreço pela figura!); o interessanet é que ele mesmo reconhece que a superioridade do Colorado é "bem pequena"... mas o interessante é que não se pode reescrever a história. superioridade em gNAIS, gauchões, Nacionais, Era Pontos corridos etc etc etc...

Luiz Portinho disse...

a propósito da superioridade de 64 anos do INTERNACIONAL nos confrontos direto, no ritmo que vão as coisas, quantos anos serão necessários para o time da azenha nos alcançar ?! tento resposta: 20 gNAIS de diferença (neste ano 3x1 para o INTER)... responde aí Aldebaran!!! ou melhor, que venha o matemático Sancho...

Luiz Portinho disse...

Sobre Gauchão, para nós Colorados, sempre será prioridade... ou melhor, GAUCHÃO SEMPRE SERÁ COPA DO MUNDO!!!

Milton disse...

Outra pergunta que nao quer calar eh quantos anos levara para o inter vencer um campeonato nacional? Esse ano era pra ter ganho dois, mas ao que parece uma vaguinha pra sula ta de bom tamanho.

Luiz Portinho disse...

ó milton deve viver em outro mundo mesmo... diz que só nos damos mal contra times q. venceram libertadores... não viu nossos triunfos sobre Estudiantes, Sao Paulo, Boca Jrs... isso para não falar na histórica superioridade sobre o seu próprio time... pobre rapaz!

no mais, não desdenha da Sudamericana, porque nem isso tu disputa tchê! e quem comemora vaga aqui é a turma da azenha, COlorado só comemora TAÇA NO ARMÁRIO (só em 2009 são duas).

Milton disse...

Contra times que participaram da libertadores - cita de maneira correta.
LDU, Cruzeiro e Gremio. Agora vem "La U". Hora pra terminar a escrita de se dar mal contra times da libertadores em 2009.
E pra finalizar, Porto, clubes brasileiros que participam da Libertadores nao participam da Sul Americana. Questoes de coerencia...

Milton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.