terça-feira, agosto 28, 2007

Ano I, Número 33

VITÓRIA ATÉ DEBAIXO D´ÁGUA

Com sangue vermelho. Assim foi a vitória contra o Atlético-PR. O Colorado dominou a partida de início ao fim e sempre foi merecedor da vitória. . Depois de um jogo sofrido, em que a bola teimou em não entrar quando devia, é possível dizer que, apesar do gol marcado numa penalidade inexistente, os três pontos ficaram no Beira-Rio, com muita justiça Foi uma vitória daquelas para lembrar durante toda a vida, pela dedicação e entrega dos onze guerreiros que estavam em campo. Agora, os comandados de Abel Braga já somam duas vitórias e um empate, esse fora de casa, com o grande mérito de não terem permitido sequer um gol aos adversários nas três partidas.


DEFESA

A solidez defensiva. Por aí, credito o maior mérito desse retorno de Abel Braga. A aplicação tática dos jogadores (e, é claro, a correta escalação, postura e formação da equipe) tem contribuído fundamentalmente para este crescimento do equipe. Índio não tem estado bem nos dois últimos jogos, mas o sistema defensivo muito bem ajustado está mantendo os adversários longe de nossa meta.


DESFALQUES

Ceará está deixando o Internacional. Numa negociação envolvendo R$ 6,9 milhões, estamos perdendo um lateral de muita força e regularidade incontestável. Pior, não há cobertura no plantel. Élder Granja já demonstrou que com ele não se pode contar. Diego Bottin, das categorias de base, já teve três chances e não decolou. Wellington Monteiro e Jonas são improvisações. A se confirmar o negócio, será preciso, com urgência, repor Ceará.


DESFALQUES II

Com a lesão de Iarley somada à venda de Pato Alexandre e a interminável recuperação de Fernandão, ficamos com Adriano, Cristian e o jovem Wellington para o ataque. É muito pouco para quem almeja, no mínimo, uma vaga na Libertadores. A única notícia positiva é a volta do jovem Diego ao grupo principal.


DESFALQUES III

Para o jogo com o Fluminense, além dos desfalques já conhecidos, ficamos sem Índio e Alex; suspensos. Guiñazu não deve retornar ainda. Então, devemos entrar em campo com: Clemer; Wellington Monteiro, Sidnei, Mineiro e Rubens Cardoso; Edinho, Magrão, Pinga e Roger; Christian e Adriano. De positivo, a manutenção do esquema de jogo.


EDINHO

Não posso deixar de fazer um registro: Edinho cresceu demais com a volta de Abel Braga. Detalhe: está jogando como deve jogar, de primeiro volante e cobrindo eventuais subidas de zagueiros, sempre de primeira, dando bico para frente, sem inventar. Foi assim que se destacou na Liberatores e no Japão.


REFORÇO

Parece que o Internacional acertou hoje a contratação do zagueiro colombiano Orozco (a direção ainda não confirma). Sinceramente, o nome não me é totalmente estranho, mas não o conheço (nunca o vi atuar). A notícia dá conta que tem mais de 1,80m, o que já é um bom cartão de visita para um zagueiro. Outra boa notícia, atuava pelo Deportivo Medellín (mais conhecido como DIM – te lembra, não é, vizinho ?!).


REFORÇO II

Cogita-se também da contratação de um atacante, ainda mais agora que, tudo indica, ficaremos sem Iarley e Fernandão até o final da temporada. Os nomes mencionados na imprensa são Nilmar e Grafitte. Acho difícil a contratação desses jogadores. Nilmar deve regressar à Europa e Grafitte dificilmente trocará o rico futebol francês pelo brasileiro. Infelizmente, é mais provável que tenhamos de nos contentar com alguma aposta vinda da Série B.


RÁPIDAS

Internacional e o time do vizinho favorecidos com lances decisivos no final de semana. Coisa raríssima de acontecer, porque o futebol gaúcho, sabida e tradicionalmente, é prejudicado quando se defronta com as equipes do Eixo RJ-SP

Inspetores da FIFA estão no Brasil visitando as possíveis Praças de jogos no Brasil, visando a Copa do Mundo de 2014. É claro que, em Porto Alegre, o local a visitar é o BEIRA-RIO.

Até porque futebol não se joga em maquetes, mas sim em Estádios com padrão FIFA, como é o caso do nosso GIGANTE.

Quase 15 mil torcedores num sábado gelado e mais do que chuvoso em Porto Alegre. Torcedor Colorado segue dando demonstrações de força.

MAIOR TORCIDA DO RIO GRANDE! – diz o letreiro na marquise do Beira-Rio.

Será que o vizinho explica os pés de Sandro Goiano na calçada da fama ?!

Bah! Essa é de doer!

Tricolor, com Renato Portaluppi. Isso tem cheiro de vitória!

Saudações rubras, do ATUAL CAMPEÃO DO MUNDO e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL.

Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br



COPA DO BRASIL E SUL-AMERICANA


Eis o nosso futuro no ano que vem. A não ser que o time passe a jogar MUITO MAIS do que vem apresentando agora. Ao contrário do líder São Paulo, que possui uma defesa tão boa, que quando faz um gol a vitória é quase certa, nós temos um ataque tão ruim que se tomamos um gol, é praticamente dar adeus aos três pontos. E perdemos o Carlos Eduardo!

Alguém lembra o time vice-campeão da América?! Era Saja; Patrício, William, Teco e Lúcio; Gavilán, Sandro (Lucas quase não jogou), Tcheco e D. Souza; C. Eduardo e Tuta. O time agora é: Saja; William, Léo e Hidalgo; E. Costa; Bustos, Tcheco, D. Souza e Pico; Kelly e Marcel. NÃO é melhor! E perdeu a melhor jogada, pela esquerda, com Lúcio e C. Eduardo.

Assim, apesar de estarmos apenas a cinco pontos da Libertadores (4 da Pré), dificilmente teremos futebol para brigar com Vasco, Botafogo, Palmeiras e Santos pela vaga restante (São Paulo e Cruzeiro já estão lá). O time do vizinho também está na briga; é candidatíssimo para uma vaga no Sul-Americano de Pólo Aquático...

Ainda será, apesar disso, um campeonato divertido. Desde que inventaram o campeonato por pontos-corridos - não com a minha concordância, diga-se -, o horizonte do torcedor NÃO pode ser maior do que o jogo seguinte, sob pena de deixar de ir ao estádio lá pela décima rodada. Aproveitemos, pois, os jogos que nos restam. Vamos ao Olímpico apoiar o time, ver futebol e nos divertir. Ganharemos mais do que perderemos e isso já valerá o ingresso. Para ficar mais em conta, basta associar-se.

Temos que aprender a conviver com a mediocridade. Ela será a regra. Estar na ponta de cima ou de baixo, essas serão exceções. Espero estar errado, mas nessas horas, falo com a razão.

Duelo Tricolor: Máquina 1 x 1 Imortal
E dá-lhe, choradeira! Se deu certo com o Botafogo, por que não copiar?! A exemplo de seus conterrâneos, os cariocas do Fluminense reclamaram absurdamente de um lance polêmico em que o juiz acertou. Marcel não fez falta no arqueiro adversário e o nosso gol foi legal. Está lá na regra n.º 12: só é falta, quando o jogador toca deliberadamente a mão na bola. Sem intenção, a jogada deve prosseguir. Se Marcel, de costas, no ar e desequilibrado teve a intenção de tocar na bola, ele nasceu para ser ninja; não, centroavante.

No primeiro tempo, o Grêmio dominou o jogo e sofreu um gol. Neutralizamos as principais jogadas do Fluminense e tivemos força e futebol para manter a bola em nossos pés. Não ameaçamos muito a goleira oposta, é verdade, mas o jogo esteve sempre nosso. Mesmo após a falha do Saja que redundou no 1-0 deles.

No segundo tempo, tudo mudou. O Fluminense mudou sua maneira de jogar e passou a mandar na partida. Foi quando Mano olhou para o seu banco de reservas e chorou. Bem, se não chorou, deveria! Falta-nos plantel para desejarmos algo melhor, algo que tínhamos na temporada passada. Sábado, Mano colocou Tuta, Adílson e Patrício nos lugares de Ramon, Sandro e Pico. Praticamente sem qualquer efeito tático. Saja salvou o Grêmio duas vezes e redimiu-se do "frango". Ao final, eram 43'ST, num lance fortuito, a bola sobra para Patrício empatar o jogo. Ganhamos um ponto.

Sport 2 x 0 Grêmio - Quarta-feira, 21h45min
Antes da partida, eu disse o seguinte:

Não sei o que esperar desse jogo. Volta D. Souza. Assim, devemos jogar com Saja; William, Léo e Hidalgo; E. Costa e Sandro; Bustos, D. Souza, Kelly e Pico; Marcel. Os pernambucanos vêm de um empate (0-0) contra o Vasco na Ilha do Retiro em que jogaram mal. Estão em 11º lugar com 28 pontos, sendo que 22 foram conquistados em casa; sempre jogam com estádio cheio. Não será moleza, portanto. Estamos numa situação na qual estamos acostumados, temos que jogar 101% em todos os jogos. Só não sei se temos futebol para que isso adiante.


Agora, depois de ver o time inutilmente alçar 1.213,7 bolas, aproximadamente, na área do adversário sem se dar ao trabalho de perceber que não adiantava, só me resta dizer que "quem sempre age da MESMA maneira, sempre obtém o MESMO resultado". Ninguém foi capaz de, por exemplo, chutar de fora da área!? Tchê, os setores do time do Grêmio são: o defensivo; e o INOFENSIVO! Copa do Brasil 2.008, aí, vamos nós!

Grêmio x Botafogo - Domingo, 16h
Este ano já acabou. Temos cinco meses para montar e preparar o time para 2.008. Vamos a campo prestigiar o campeão gaúcho e vice-campeão da América. A temporada foi divertida enquanto durou!

Saídas e Chegadas
Sai Carlos Eduardo. A venda foi monetariamente muito boa. São R$20.000.000,00 que podem virar R$25.000.000,00, sem contar com 20% de uma futura transação. Não havia como segurar, infelizmente. Ainda somos um clube com problemas financeiros. Melhoramos, é verdade, mas estamos longe de respirar aliviados.

Para o lugar, chega alguém que, contrariando a lógica, nunca jogou no vizinho. O reforço é Rodrigo Mendes; esse aí mesmo que estás pensando. Ele está com 32 anos e estava jogando no Catar. É uma grande incógnita e eu aposto CONTRA. Oxalá eu esteja errado.

Estadual Sub-20
O Grêmio conquistou o tricampeonato de juniores ao bater o time do vizinho por 1-0 no Olímpico. O gol do título foi marcado aos 44'ST, após uma falha bizonha do goleiro Muriel (vídeo). Para quem não lembra, segundo palavras do vizinho, Muriel é o injustiçado goleiro que ficou na reserva do Cássio na seleção brasileira da categoria. Goleiraço esse teu, hein, vizinho?! Quando é que ele subirá para os profissionais?!

Duas notas tristes. A pior fica por conta da pancadaria generalizada ao final da partida, em que ações covardes dos dois lados mancharam o título gremista. Falta caráter a muito desses guris; de ambos os times (vídeo). A outra, mais amena, mas não menos importante, fica pelo baixo rendimento técnico das equipes. É sempre bom ressaltar que os clubes dependem da rescisão contratual dos atletas de base em transferência para o exterior para fecharem suas contas e montar times competitivos. Se dependemos dessa turma, aí, fico seriamente preocupado. Mil vezes perder os títulos de base e garimpar talentos, do que se alegrar com tacinhas sem importância e não aproveitar nenhum dos campeões.

Pólo Aquático
Como eu dizia, o time do vizinho está muito próximo de sagrar-se campeão nacional de pólo aquático! Ninguém pode com eles! Em mais uma partida em que mal se via o verde da grama, os vermelhos derrotaram o Furacão por 1-0. Quando fez tempo bom, eles perderam para o Grêmio (normal!) e para o Vasco. Portanto, é uma boa notícia que o La Niña estabeleceu-se e que devemos ter estiagem!

Também espero que o vizinho responda qual o tamanho da grande área no Beira-Rio. Fiquei com a impressão de que é muito maior do que qualquer outra no planeta...

Saudações de quem ganhou TODOS os churrascos em 2007,
Paulo Roberto Tellechea Sanchotene - sancho.brasil@gmail.com

---

Espaço para o humor - Clica aqui para ver imagens de briga generalizada e invasão de campo num Gre-Nal. Como diz o narrador: "Cenas Deploráveis!".

9 comentários:

DJ Aldebaran disse...

O estádio de vocês é tão padrão FIFA que nem a própria FIFA deixa que vocês utilizem seu nome no luminoso alusivo ao título.

E tu não perde por esperar, até final de 2010 o estádio mais moderno do Brasil estará de pé em algum lugar do bairro Humaitá. A vocês, bastará olhar e sorrir.

Vinicius Grissi disse...

Dizer que o lance do Marcel não foi intencional, é paixão demais! Uma verdadeira manchete...

O Inter então, não tem o que reclamar. Dois lances seguidos, capitais na partida, a favor dos colorados.

É, os gaúchos estão de bem com os sopradores de latinha!!!!

Ricardo A. - Colorado em SP disse...

tche DJ, o que tu achaste do local do estádio, me parece que é do lado daquela vila que está sendo reformada pela Prefeitura. è isso mesmo??? será que ele terá público para o Shopping? O acesso ao estádio será muito bom. Mas será que um hotel terá espaço alí?
Gremistas de plantão me digam suas opiniões.
Eu não estou nada empolgado com essa história de estádio da Copa do Mundo, quero o Beira Rio moderno porque nós colorados merecemos e não porque a copa vem pra cá....

DJ Aldebaran disse...

Cara, confesso que preferia a área ali perto da Coca-Cola, próxima à FIERGS. A arena ficaria bem melhor localizada. Mas a área no Humaitá carece de infra-estrutura, como uma ligação com a Free-Way. Mas em termos de localização, ficará a 10min. de carro do centro, e bem próxima a uma estação do Trensurb. Em resumo: fiquei satistfeito. Mas vale ressaltar que o Conselho Deliberativo do GRÊMIO que decidirá isto em outubro.

San Tell d'Euskadi disse...

Como não choveu: SCI 1-4 FFC!

Sobre o estádio do Grêmio, é cedo para falar. A exemplo do Aldebaran, preferiria que ele fosse mais longe, próximo a Vonpar. Mas o local tem vários acessos e é próximo ao aeroporto. Acho, ainda, que pode valorizar aquela região (que é feia como o diabo).

Deve ser aprovado pelo Conselho.

De clube do Moinhos de Vento, a clube da Azenha, para clube do Humaitá; a cada meio século, trocamos de endereço.

lcportinho disse...

realmente, a paixao do vizinho ficou mais do que escancarada, nesta coluna, ao tentar "legalizar" o gol do Marcel. bah!

lcportinho disse...

a respeito de estádios, fico com o Ricardo Teixeira que, além de reconhecer no GIGANTE DA BEIRA RIO, o melhor estádio do Brasil, depois do Maracanã (com as reformas para o PAN).

no mais, fica o choro e a mágoa dos pijamas por estarem alijados da festa da Copa do Mundo.

ah!, a propósito, Aldebaran e Sancho, eu não comento maquetes.

lcportinho disse...

Quanto ao teu comentário Ricardo, não estamos modernizando o Beira-RIo para Copa do Mundo. O projeto é para o Centenário do COLORADO DOS PAMPAS. E os pijamas, pelo que se vê, estão se mordendo, porque o GIGANTE, cada vez mais, se consolida como um Monumento do Esporte Nacional (enquanto isso a pocilga deles tá condenada e eles ficam sonhando com maquetes).

San Tell d'Euskadi disse...

Quero dizer que se a Copa fosse hoje, teu estádio estaria reprovado, Porto. As reformas foram apresentadas em maquete!