terça-feira, junho 24, 2008

Ano II - Número 75

EDIÇÃO ESPECIAL - GRE-NAL 370


SHOWBALL


Iniciamos a semana gNAL com vitória triunfal sobre a agremiação vizinha. Foi um chocolate da velha guarda rubra, liderada por Uh! Fabiano, Balalo e Daniel “Oreco” contra os ícones de pijama P. Nunes, Jardel e companhia. O placar final de 8x3 fala por si e dispensa comentários. Foi uma tarde de glória no Ginásio Tesourinha, um legítimo show de bola do futebol Colorado. Agora o INTERNACIONAL segue vivo no certame nacional e o portoalegrense está devidamente E-LI-MI-NA-DO, com o carimbo e o prego vermelho no caixão!


DUNGA I

Incompreensíveis as vaias e palavras de baixo calão proferidas a Dunga em B.H. Pior ainda, os aplausos a Messi e aos arrentinos beirou o ridículo. Fosse aqui em Porto Alegre o jogo e tudo estaria justificado. Afinal de contas, há uma mágoa e um ressentimento muito grande por parte de 40% dos gaúchos com tudo que o Capitão Dunga representa, por tudo que conquistou e pela sua condição de ícone Colorado. Os aplausos aos argentinos também se justificaria; afinal, esses 40% de gaúchos se auto-proclamam os de “alma castilhana”.


DUNGA II

Mas a verdade é que Dunga, em sua trajetória como treinador da seleção (para não misturar com a gloriosa trajetória do jogador, Capitão e Tetra Campeão do Mundo); pois em sua trajetória como treinador, Dunga é só conquista. A quem interessa desdenhar do relevante título de Campeão da Copa América ?! Esquecem os críticos que o escrete-Dunga sofreu apenas duas derrotas em jogos oficiais ?! Os críticos de Dunga tentam transformar o Paraguai, líder da Eliminatória Sudamericana, em adversário fácil. Ora, por favor, ganhar dos ´guaranys´, lá dentro do Defensores del Chaco é tarefa hercúlea. Eu apelo: Vamos parar com essa campanha sórdida e medonha. Deixem o Capitão Dunga em paz!


GAIATISMO

Estive no Rio de Janeiro na última semana. E lá pude vivenciar um pouco do ‘gaiatismo’ do carioca em relação ao futebol. É uma forma diferente de torcer. Eles são gaiatos mesmo. Querem a saída de Dunga, mas não deixam claro a alternativa. Dizem que a convocação é equivocada, mas não apresentam outros nomes. Dizem que o Mengão é o tal, que o Fogão é que é bom, que o Vassssssscão é o melhor, que o Flusão vai ganhar a Libertadores. Não conseguem enxergar o que está à frente de seus olhos: o futebol carioca é gaiato.


COELHOS DE OUTRORA

Junho/2004 - Criciúma líder com 14 pontos. Dezembro/2004 – Criciúma rebaixado. Junho/2007 – Paraná Clube do Brasil entre os líderes com 15 pontos. Dezembro/2006 – Paraná Clube do Brasil rebaixado. Creio que todos já identificaram quem é o coelho 2008.


RÁPIDAS

Anotem aí. Ninguém tira o Tri Campeonato do São Paulo de Muricy.

E o Geninho hein ?! Levou 1x0 da Portuguesa no RJ. Não posso entender o prestígio de Geninho.

Falei sobre o gaiatismo do futebol carioca. Lá pelas tantas, debatia futebol com um torcedor do Botafogo e ele me veio com um argumento que me silenciou: “o estádio do meu time vai sediar jogo da Copa do Mundo”.

Bah! abandonei o debate, na hora. Sim, porque eu não ia dizer ao vivente que o Engenhão não é do time dele; o Engenhão é nosso!, é do povo brasileiro que a custa de impostos pagou a construção daquilo lá.

Aliás, saí do Rio de Janeiro decepcionado. Os jogos Pan Americanos não deixaram qualquer herança, em termos de infra-estrutura, para o país.

Clemer voltou ao gol de forma desastrosa.

Bustos pode até não ter jogado um bom futebol, mas a sua substituição por Maycon, com certeza, não alterou a equipe.

Índio teve uma atuação catastrófica. Venho afirmando, há meses, que está muito lento e, jogando ao lado de Orozco e Marcão, a coisa fica complicada (são 100 anos em 3 jogadores num mesmo setor).

Edinho, Magrão e Guiñazu. Apenas dois podem estar em campo (isso para evitar o debate Edinho!).

Alex precisa render mais, sim. Mas não pode levar as culpas pela derrota. Atuando só, no setor de criação, fica muito sobrecarregado. Precisa de companhia na criação. Quem sabe o Taison ?!

A escalação de Gil no ataque não encontra justificativas. Adriano teve grande atuação contra o Botafogo. Por que regressou ao banco de reservas ?!

Pensei que o carteiraço tinha acabado com o retorno de F. Carvalho.

Renan, R. Lopes, Sidnei, Sorondo e Ramón; Edinho, Guiñazu, Taison e Alex; Adriano e Nilmar. Esse o meu time ideal para domingo.

Saudações rubras, do MULTICAMPEÃO MUNDIAL, INTEGRANTE DO G6 e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL e DONO DA ALDEIA (38*).

Luiz Portinho - lcportinho@yahoo.com.br




AGORA, TUDO É GRE-nal

E o GRÊMIO segue na vice-liderança. Após a vitória por 3x0 frente ao Atlético-PR, com três gols de pênalti marcados por Roger, estamos na segunda posição, empatados em pontos, número de vitórias e saldo de gols com o Flamengo, mas perdendo no número de gols marcados.

O GRÊMIO conquistou esta vitória de forma inusitada, mas não inédita. Contra o mesmo Atlético-PR, pela Copa do Brasil de 1996, o GRÊMIO venceu por 3x0, com três gols de pênalti marcados pelo zagueiro Adilson, hoje técnico do Cruzeiro.

Agora, tudo é GRE-nal. Domingo que vem, dia de São Pedro, dia de clássico. Será no Olímpico, às 18h10min. Horário complicado nestes dias frios, mas a torcida tricolor se fará presente novamente em grande número como vem sendo em todos os jogos deste Brasileiro.


ANÁLISE DO JOGO

O Atlético-PR iniciou o jogo com 3 atacantes, a exemplo do que havia feito o Vasco no segundo tempo. E a exemplo do que aconteceu em São Januário, o GRÊMIO enfrentou sérias dificuldades quando nossa zaga ficou no mano-a-mano com o ataque adversário. No entanto, a maior qualidade do time do GRÊMIO fez com que as circunstâncias do jogo se ajeitassem. E começaram a se arrumar quando Marcel foi puxado pelo volante Fael, do Atlético-PR, dentro da área. O juiz assinalou pênalti de forma correta e deu cartão amarelo para o jogador do time paranaense. Embora seja um lance que poucos árbitros marquem, a bola foi pra marca da cal. Roger cobrou no canto direito de Galatto e abriu o placar para o tricolor.

Roger começou a ser o principal ator da partida quando o mesmo Fael, que havia feito o pênalti, deu um puxão no camisa 10 tricolor em nova falta para cartão amarelo. Segundo amarelo, como todos sabem, é cartão vermelho. Isto obrigou o técnico Roberto Fernandes a sacar um dos três atacantes, e com isto o Atlético-PR chegava a frente apenas em lances fortuitos, e a partida ficou de um lado só.

No início do segundo tempo, Roger entrou a dribles na área do Furacão, quando foi calçado e isto deu origem ao segundo pênalti. Roger cobrou no canto direito novamente, mas desta vez o goleiro Galatto sequer saiu na foto. E aos 28 minutos da etapa complementar, foi a vez de William Magrão ser derrubado dentro da área. Pênalti. Roger na cobrança de novo, desta vez com direito a paradinha. Gol do GRÊMIO. Galatto de novo não pôde fazer nada. O jogo terminou 3x0.


O REENCONTRO DE GALATTO COM A TORCIDA DO GRÊMIO

Como era de se esperar, o goleiro Galatto teve seu nome gritado pela torcida do GRÊMIO quando colocou os pés no gramado do Olímpico. Um dos heróis da Batalha dos Aflitos, Rodrigo José Galatto deixou o GRÊMIO no final do ano passado ao término de seu contrato. Mas não deixou a lembrança dos torcedores gremistas, que não esquecem as defesas que ajudaram o GRÊMIO a retornar à Série A em 2005, entre elas, uma das defesas mais importantes da história do GRÊMIO, naquele pênalti em 26/11/2005.

Assim como Galatto, todos os jogadores que foram ídolos dos torcedores e que deixaram o GRÊMIO pela porta da frente serão aplaudidos e terão seu nome gritado, afinal somos uma torcida que respeita seus ídolos.

Galatto ainda teve seu nome gritado no intervalo e no final da partida.


A “SELE-DUNGA”

A partida contra a Argentina no Mineirão foi uma das coisas mais patéticas que eu já vi em jogos de nosso selecionado. Aliás, semana passada o vizinho escreveu que uma vitória contra a Argentina calaria a boca dos críticos. A vitória não veio. E agora, vizinho, o que irás dizer?

Não critico Dunga pela sua origem. Aliás, ninguém colocou em discussão a importância dele como jogador na campanha do tetracampeonato. O que se discute é a postura dele como treinador. Aliás, nem dá pra chamá-lo de técnico de futebol, afinal ele não possui curso superior em Educação Física, exigência para exercer a profissão de técnico.

Critico Dunga por coerência. Assim como Celso Roth já foi muito crtiticado pela covardia, e os resultados de campo estão amenizando as criticas, Dunga também enche a seleção de volantes e faz com que o time brasileiro atue com um futebol que envergonharia muito time de série C. E pela qualidade dos jogadores que Dunga tem a sua disposição, é no mínimo exigível que a seleção não atue como um time do interior do RS, sem querer desmerecer os times daqui.

Aliás, vizinho, se queres tanto o Dunga e defendes tanto ele, quem sabe tu não inicia uma campanha pra que ele venha a treinar o teu time? Eu te dou o maior apoio nesta campanha! DUNGA NO TIME DO VIZINHO JÁ!! E pra seleção brasileira, um técnico de verdade.


RAPIDINHAS

Torcida gremista dando show de presença no estádio! Segundo dados do site da CBF, somos o segundo time com mais público presente no estádio, com total dede 83.027 torcedores em 3 jogos, sendo que ainda não foram computados os números de GRÊMIO X Atlético-PR. Nos mesmos 3 jogos, o time do vizinho tem 55.495 torcedores. O Flamengo lidera, com 104.261 torcedores presentes em 3 jogos.


Roger vem sendo o principal jogador em atividade no RS, não tem pra ninguém. E pensar que o vizinho já o chamou de “dublê de playboy metido a besta”.


Quarta é dia do 1º jogo das finais da Libertadores. O Fluminense enfrentará a LDU e os 2.800 metros da altitude de Quito. O time comandado por Renato Portaluppi terá minha torcida!


Após a vitória contra o Atlético-PR, Roger revelou o interesse de renovar contrato até o final de 2009. Ele quer ficar, a torcida quer que ele fique. Basta a direção do GRÊMIO fazer sua parte.


Há exatamente um ano, no dia 24/06/2007, o GRÊMIO vencia o GRE-nal do 1º turno lá no aterro pelo placar de 2x0. Os gols foram marcados por Lucio e Diego Souza. O time que venceu aquele clássico foi Saja; Patrício, Schiavi, William e Bruno Telles; Gavilán, Sandro Goiano, Diego Souza e Lúcio; Ramon e Everton.


O GRÊMIO tratou de renovar esta semana os contratos dos meias Douglas Costa e Tiago Dutra, das categorias de base. Agora, os dois jogadores possuem vínculo com o GRÊMIO até 2013. Eles devem ser integrados ao grupo principal do GRÊMIO na metade do ano.


O técnico Celso Roth garante ter apenas uma dúvida para escalar o GRÊMIO para o clássico: a manutenção de William Magrão ou o retorno de Eduardo Costa para a 1ª função de meio-campo. O time deve ser Victor; Leo, Pereira e Réver; Paulo Sérgio, Eduardo Costa (William Magrão), Rafael Carioca, Roger e Helder; Perea e Marcel.


Saudações imortais de quem venceu os dois últimos clássicos disputados,


Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração


52 comentários:

Bruno disse...

Sobre a questão de três atacantes adversários contra os três zagueiros, o Celso Roth disse que o zagueiro brasileiro tem um mau-hábito de sempre contar com alguém na sobra. Talvez ele tenha razão mesmo, e a defesa do Grêmio, mais uma vez, teve dificuldade. Mas o que o Roth não pode pensar é que esse raciocínio sempre estará certo. Há casos em que o atacante adversário pode ter grande velocidade e habilidade, e dependendo do zagueiro, mano a mano, não dá conta. Mas nem foi o caso desse jogo, só que pode ocorrer durante o Brasileirão. Então, cada caso é um caso. Sobre o Roger, para mim, o Grêmio é um clube privilegiado, como poucos no futebol brasileiro, por ter um camisa 10 de verdade. Roger, não só pelas três penalidades convertidas, mas pela sua atuação em geral, jogou muito bem. Para mim, Roger é craque. Ainda sim, prefiro o meio-campo com dois meias, para aumentar o repertório de criação ofensiva, para não desgastar o Roger como o único meia do time (vale lembrar, que depois da Libertadores, serão dois jogos por semana, aí eu tenho as minhas dúvidas se o Roger agüenta). Mas no momento, com Tcheco somente podendo jogar em agosto, portanto, Rafael Carioca terá que fazer esse homem de aproximação, além de Hélder e Paulo Sérgio em suas subidas. Sobre a seleção... No momento que rolava o jogo, eu escrevia sobre a Copa do Brasil de 2001, mexendo em minhas memórias, lendo, vendo as imagens dessa histórica conquista. Com certeza, foi algo muito mais prazeroso, do que ver essa seleção. Saudações.

San Tell d'Euskadi disse...

Comentário do rubro-negro-leonino-baiano-carrasco-do-vizinho-na-última-rodada Marcos Cabral:

1. Dunga já treinou os times da Odebrect nas comemorações de final de ano da empresa. Vi na Veja desta semana.

2. Enganei-me quanto a Roger. Pensei que não duraria 6 meses no Olímpico e iniciaria a peregrinação por clubes de fora do eixo RJ-SP-MG-RS.

San Tell d'Euskadi disse...

Porto,
I. Começar a coluna com o xoubol já denota um desespero para se trocar de assunto. E estamos em plena semana Gre-Nal! Passar, em seguida, para o jogo da seleção, aliás, é mais uma demonstração disso.
II. Sobre o Dunga, o próprio item 1 desautoriza o item 2. Se em BH, fizeram tudo isso, e não havia torcedor do Grêmio em quantidade suficiente para fazer alguma diferença, como imputar tal comportamento a algo inerente ao "gremismo"?
III. Sobre as estatísticas de "coelho", só posso comentar trazendo outras. Tite treinou o Grêmio em 2000 e o Grêmio caiu logo em seguida; treinou o São Caetano em 2001 e o São Caetano caiu logo em seguida; o Corinthians em 2004 e o Corinthians caiu logo em seguida; o CAM em 2005 e... o resultado tu também sabes!
IV. O Botafogo é concessionário do Engenhão. Durante 20 anos, é deles, sim.
V. Nenhuma linha sobre o Gre-Nal?!

Um abraço.

jo disse...

santell;continuas bancando o ingenuo!claro que é quando te interessa,senão vejamos:um cara que aluga um apartamento(concessão) não é dono dele;como a Globo não consegue entrevistas quando quer ,obviamente detona o cara que socou um 6 a zero em 2 partidas nos gringos(com um banho de bola nos 2 confrontos anteriores)e ganhou uma copa américa que o felipão não ganhou(perdeu pra honduras);leia a escalação que o porto deu pro grenal(a idade tá te deixando cego);o tite ,que agora tripudias,deu o último título que prestou nos últimos 10 anos que foi uma copinha do brasil e se estatísticas valem o que que o celso roth ganhou em 20 anos como técnico...AH! JÁ IA ME ESQUECENDO:8 NA COLA PRA NÃO FICAR COM CIÚME DA FILIAL(FICARAM DESESPERADOS E QUERIAM AINDA BATER NOS COLORADOS PORQUE PERDERAM-TÍPICO DE VÁRZEA DO HUMAITÁ...

San Tell d'Euskadi disse...

Josué, tu aprendeste Direito das Coisas onde? Por correspondência?! Por favor, é óbvio que quem aluga é dono de alguma coisa. O fato de não ter a propriedade do imóvel, não implica que certos direitos não lhe tenham sido tranferidos pelo aluguel; direitos esses que O PROPRIETÁRIO poderá reclamar, pois não os tem enquanto o contrato estiver vigente. Além dos direitos sobre benfeitorias, etc.

Sobre o Dunga, não sei como podes estar a discutir comigo, se seu não externei minha opinião sobre ele.

Por fim, sobre o Tite, só trouxe um fato. Nada mais. Podes espernear à vontade, mas não mudar o que houve...

Luiz Portinho disse...

1. tchê, é notável como o aldebaran (primeiro) e, agora, o sanchotene vestiram a carapuça do "coelho 2008". é incrível! isso está perturbando o sono da pijamada!

2. essa campanha espúria e nojenta para derrubar o Dunga, liderada pela Globo (com o Galvão bueno se fazendo de amiguinho), vai resultar em apenas uma coisa: Dunga fecha o grupo, como fez o Lazzaroni em 1990, leva o Brasil à Copa do Mundo, em primeiro ou segundo lugar na Eliminatória (com 2 ou 3 rodadas de antecedência)... e, depois, na África, vão ter de engolir o escrete-Dunga!

3. o Engenhão não é e nunca será do Botafogo (clubeco do tamanho do Caio Martins).

4. aliás, entendo o sanchotene defender, com unhas e dentes, o fogão (seu co-irmão do Clube da Segundona)... já está antecipando argumentos para a Arena-Humaitá (que não lhe pertencerá - até rimou!).

5. bah! essa do sanchotene sobre o Tite é risível. o Telê Santana, então, treinou o gremio e o galo mineiro e ambos caíram... o luxemburgo treinou o sao caetano e o corinthians e ambos caíram... o c. roth treinou o gremio e o galo e ambos caíram... por favor sanchotene, menos, bem menos...

Luiz Portinho disse...

tudo leva a crer que teremos, no gNAL de domingo, um duelo entre o 352 e o 442... dessa vez, por sorte, estou do lado certo, COLORADO e 442 na cabeça!

Luiz Portinho disse...

tchê, aldebaran, quer dizer que temos um coelhaço no quesito torcida em campo também... bah!

Luiz Portinho disse...

ainda sobre o Dunga, eu acho interessante é que os críticos nunca apontam solução. criticam por criticar. dizem que está escalando mal, mas não apontam a escalação certa. curioso isso! Mineiro é um baita jogador, tá jogando muita bola, contra a Argentina foi um leão, acabou com o Riquelme... e o que falaram do Mineiro ?!?!?! o Julio Batista esse tá jogando demais, jogou bem contra a Argentina... o único erro do Dunga é manter a dupla Diego-Robinho no time... se colocar o Pato com o Luis Fabiano ou o Adriano, o bicho vai pegar...

Luiz Portinho disse...

Josué, estive no Gigante hoje a tarde para conferir INTERNACIONAL 5x0 INTER-SM... bons valores. O volante Sandro é espetacular, venho dizendo isto há horas... tá pronto! joga só na bola, não comete faltas, é muito mais jogador que o Edinho. O Tales eu acho fraco demais, mas tem técnica e talento... O Walter Claudiomiro é um baita atacante, joga pelos lados, mas também sabe fazer aquela jogada de receber pelo meio e girar para o gol (assim fez o primeiro tento). saí de lá animado! o CELEIRO DE ASES não se esgota jamais!

San Tell d'Euskadi disse...

I. Tite é um "eucaplipto futebolístico". Onde ele passa, nada mais pega!

II. Dunga está com problemas, mas ele não é "O" problema. Ele é muito mais "sintoma" do que "causa". A solução passa longe do treinador; tanto que o próprio Dunga já fez esse time jogar. O fato é que ninguém mais lembra do porquê o Dunga estar lá; nem o presidente que o contratou.

IIb. Viste, Porto, como o Dunga na Seleção não se trata de picuinha Gre-Nal!

III. A Arena será do Grêmio; o terreno, o entorno, tudo! Pela contrução do complexo, o Grêmio pagará a construtora 35% do faturamento do complexo por 20 anos e cederá o terreno da Azenha. Nada a ver com o caso do Botafogo. O Engenhão ESTÁ do Botafogo. Hoje, o estádio é a casa deles. Quem quiser usá-lo, deve falar com o Botafogo, com mais ninguém...

IV. Eu não falei nada sobre "coelho". Só repeti o que dizia já no ano passado, mas parece que vocês já esqueçeram a lição: a parte de baixo da tabela é mais importante para vocês que a parte de cima!

V. TITENIC navega em alta velocidade!

Bruno disse...

Porto, ainda sobre seleção. Eu também acho que criticar, sem apresentar soluções, não dá. Mas não vejo problema nenhum em apontaras suas incoerências. Para começar, vamos aos volantes. Gilberto Silva já foi um grande volante, mas nos últimos anos, os seus desempenhos caíram drasticamente. Hoje, é reserva no Arsenal. E nos jogos na seleção, apenas tem feito jogos razoáveis. Mineiro e Josué deveriam ser convocados quando ainda jogavam no São Paulo, mas sabe como é a política da CBF, e conseqüentemente, a de Dunga (técnico mais servil ao Ricardo Teixeira, que eu já vi, até mesmo, do que Parreira e Zagalo): espera o jogador ir para a Europa e valorizar a camisa amarelinha. Os três volantes são reservas em suas equipes. Então, porque não investir mais em Anderson e Lucas. Anderson, pelo pouco que entrou, já jogou muito mais do que os três citados anteriormente, dando mais qualidade para saída de bola, e vem sendo utilizado como volante pelo Alex Ferguson, no Manchester. O Lucas é outro volante, que sabe marcar melhor, e sabe tocar muito bem a bola para auxiliar o setor ofensivo. E um volante poderia ser aquele mais fixo. Agora, colocar três volantes, sem qualidade ofensiva, e deixar o Brasil com apenas um meia-armador, é brincadeira. Os laterais, o Daniel Alves é raramente utilizado. O Dunga prefere o grande Maicon... Beleza, sem comentários. Também para a posição, temos o Leonardo Moura, que joga muito bem, mas sabe quando será convocado pelo Dunga? Quando for para Europa. Outra coisa. O Felipão em 2002, conseguiu pegar o Ronaldo, que vinha de lesão na Internazionale, pegou o Rivaldo, que encerrava o seu ciclo no Barcelona, e os tratou de motivá-los. Resultado? Foram peças fundamentais para a conquista do Penta. O Felipão ainda fez com que a seleção de Portugal chegasse a uma final de Eurocopa e a uma quarta colocação na Copa de 2006, com Pauleta (ou seja, nada) no ataque. O Dunga foi chamado para motivar os jogadores, após o marasmo de 2006. Hoje, a seleção continua apática, continua sem um padrão tático (três volantes para tomar um banho de bola do Cabaña & Cia) e sem futuro. O Diego, grande jogador no Werder Bremen, é mais um jogador que se contaminou nessa apatia da seleção. Culpa dele também, claro, mas culpa do treinador, que não sabe motivar o jogador e fazer com que ele se sinta importante para o grupo.

Bruno disse...

Outra coisa, ainda sobre seleção. Na Copa América, o Brasil jogou muito mal a fase inicial. Perdeu para o México e depois pegou duas babas, que eram o Chile e Equador. O primeiro, venceu por 3x0, num placar que não correspondeu ao jogo, pela falta de criatividade da seleção brasileira, numa tarde em que Robinho teve que carregar a seleção nas costas (aí, é sinal de que as coisas estão feias). Contra o Equador, mais um jogo horroroso, e uma vitória magra por 1x0. Depois, nas quartas, o Brasil pegou o Chile e venceu por 6x1. Beleza, teve méritos, claro, mas é bom lembrar que também não foi nada excepcional, uma vez que os jogadores do Chile havia se metido em confusão no hotel na noite anterior, no que resultou na suspensão de alguns jogadores, um deles, o Valdívia. Ou seja, já era uma seleção sem foco algum. Contra o Uruguai, o Brasil mais uma vez se complicou diante da falta de criatividade e inteligência em campo, uma vez que vencia por 1x0, poderia matar o jogo no contra-ataque, mas não conseguia segurar a bola em seu campo ofensivo, dando o contra-ataque para os uruguaios. 2x2, com Uruguai jogando mais bola e vencemos nas penalidades. Contra a Argentina, surgiu um resultado perigoso e ilusório. Los Hermanos são os únicos, aqui da América do Sul, que não temem em ir para cima do Brasil. E foi, aí, o Brasil conseguiu matar o jogo na base dos contra-ataques, os três gols nasceram assim. Tudo bem, agora, para uma seleção como o Brasil, isso é pouco e um ultraje em sua gloriosa história. E fora isso, quantas seleções, que estão nas eliminatórias, jogam pra cima do Brasil? Só a Argentina. Se pegar os outros, talvez com exceção ao Uruguai, vai pegar as seleções fechadinhas e o Brasil de Dunga, sem criatividade, sem complica. Por isso, acredito que ele não dure muito. Pode calar a minha boca? Pode, mas quero ver para crer. Outra coisa, Porto, esse debate não deve se dirigir ao Grenal. Assim, eu falaria do Felipão como o gremista que ganhou o mundo. Felipão ganhou como técnico da seleção brasileira. Não se discute se o Dunga é colorado ou a sua história como jogador, se discute o Dunga como técnico da seleção brasileira. Acho que está levando o foco para o lado errado.

Bruno disse...

Sobre o Tite. O último trabalho notável do Tite foi no Atlético Mineiro, em 2005. Resultado?Você também sabe. E fora que, comparar Paraná e Criciúma ao Maior do Sul, aquele que tem sete títulos nacionais, dois regionais, quatro continentais e um título de Campeão do Mundo, você só pode estar de brincadeira, Porto. Sei que você está na torcida, mas não deixe o seu DNA INCOENRENTE ganhar voz.

jo disse...

coerencia seria o que tu ,bruno não tens ,já que não lembras do nono na segundona tabacow 92 e a segunda segundona com milagre(não futebol,já que na partida levou um banho de bola do naútico)2005!cair pra segunda e como se dizer machão depois de ter dado 2 vezes pro tião macalé!me poupe de tanta bobagem...

Luiz Portinho disse...

Bruno,

1. acho que tu não sabes o significado da palavra incoerência. dá uma conferida no Aurélio.

2. vejo que és mais um desses críticos que não apontam solução. tuas críticas são vazias. o Dunga não escalou o Andershow contra a Argentina ?! ou tu vais culpar o Dunga, também, pela lesão do cara ?! não me agrada o Maicon, mas tu acha que trocá-lo pelo D. Alves ou pelo L. Moura mudaria, substancialmente, o rendimento da equipe ?!

3. o Dunga está no caminho certo. escala o time num 4-4-2 bem balanceado, com 2 volantes de pegada e 2 de criação (não venham me dizer que o J. Batista é volante-brucutu, por favor!).

4. o Diego não vai durar muito na seleção com o Dunga, escrevam.

5. uma questão que ninguém aponta. o futebol brasileiro está passando por uma crise de valores e a soberba da imprensa carioca não percebe isso. para os "cariocos" (em opinião que está encontrando eco, como se vê, até aqui nos 40% do povo do RS); pois para os "cariocos" continuamos a ter o melhor e maior elenco do mundo... não notam que o futebol mudou, que com a evolução do preparo físico, enfrentar venezuela e equador não é mais jogo-jogado.

6. eu não aguento mais essa história de que todas as vitórias do Dunga foram fáceis e contra morto. nesse nível eu não debato!

saudacoes rubras, Porto.

Luiz Portinho disse...

Bruno,

1. o Maior do Sul, por coerência, deve ser aquele que mais títulos conquistou... e, só para te lembrar, INTER 38 x 35 portoalegrense.

2. não te esquece que a SEGUNDA DIVISÃO aproxima (e identifica) vcs. do Paraná, do Criciúma e de outros menos cotados.

DJ Aldebaran disse...

Bah, Porto. Espero que não aconteça com o Dunga o mesmo do que com a seleção do Lazaroni em 90. Usaste como exemplo uma das piores seleções de todos os tempos. Tiveram que engolir o Lazaroni, mas daí nós que engolimos uma eliminação nas oitavas, para a Argentina, com gol do Caniggia. E o problema não é o Mineiro, e sim escalar TRÊS volantes: Gilberto Silva, Mineiro e Josué. Cadê a renovação aí? Cadê Lucas, Anderson, Hernanes, Tinga? Só pra não dizerem que eu citei apenas gremistas... E o Pato, joga com uma perna amarrada e o seu Dunga reluta em colocá-lo. Aliás, nem dá pra compará-lo com o Felipão. O Dunga vai ter que comer muito feijão pra chegar aonde o Felipão chegou. Já disse: Dunga no time vermelho já!! E coloquem um técnico de fundamento na seleção. Senão, corremos risco de ficar fora da Copa pela primeira vez na história!

DJ Aldebaran disse...

Realmente, o maior é aquele que mais títulos conquistou. Pois veja:
GREMIO: 1 mundial, 2 Libertadores, 1 recopa, 2 Brasileiros da série A, 1 Brasileiro da série B, 4 Copas do Brasil, 1 Copa Sul, 35 Estaduais e 28 citadinos = 74 títulos. Vocês: 1 mundial, 1 Libertadores, 1 recopa, 3 Brasileiros, 1 Copa do Brasil, 38 Gauchões (número discutível, mas...), 24 citadinos = 69 títulos. E pela minha matemática, 74 é mais do que 69. Portanto, quem é o maior do sul?

Luiz Portinho disse...

aldebaran,

1. tu nunca ganhaste mundial, altera o teu comentário para toyota-intercontinental. mundial fifa tu não sabe o que é.

2. Copa Sul? SEGUNDA DIVISÃO ?! bah! isso é título (isso é vergonha, não é título rapaz!)? citadinos ?! bah! tu tá de brincadeira comigo. vamos debater com seriedade, por favor!

38 x 35... tu precisa que o meu clube fique fechado por 4 anos para me tirar o título de PAPAI DA ALDEIA PAMPEANA... ah! e também precisa pedir para a ULBRA, o 15 de Campo Bom, o Caxias, o Juventude e o Brasil de Pelotas não te eliminarem.

saudacoes rubras, do MAIOR DO SUL.

Luiz Portinho disse...

olha aqui ô, essa do Aldeba elencar o título da SÉRIE B entre seus feitos é das coisas mais ridículas que já vi... tô dando barrigaços de tanto rir! e os títulos citadinos. tchê, quanto desespero para querer ser grande e tentar se encostar na tradição do INTERNACIONAL!

Bruno disse...

Porto, como diria o Jack Estripador, vamos por parte.

1- Porto, não tenho nenhum problema em pesquisar num dicionário, o significado da palavra. Aliás, é uma grande oportunidade de ver mais conceitos a respeito. Então, segui o seu conselho, e pesquisei. Mas primeiro, darei o meu ponto de vista sobre a palavra “incoerência”, que utilizo como uma atitude sem nexo, o uso lógica defasada e errônea, persistir no erro. Aí, pesquisando, achei esse termo num dicionário: “s.f. Estado do que é incoerente. / Discrepância, falta de lógica, inconseqüência” ou “estado ou qualidade de incoerente; falta de coerência, discordância; incongruência; desproporção”. Bem, não acho que o meu conceito fica tão distante dos conceitos dos dicionários. Mas agradeço a oportunidade de rever e lembrar todo o conceito da palavra “incoerência”.
2- Vamos pelo final. Daniel Alves joga muito mais do que o Maicon. Tem mais criatividade, mais velocidade e maior capacidade ofensiva, e num meio-de-campo tão carente de criação, talvez fosse a melhor opção. O mesmo penso sobre o Leonardo Moura, mas esse, quer apostar quanto, que ao ir para Europa, começará a ser convocado. Isso porque é benévolo para a CBF, e o Dunga é o técnico mais servil aos interesses do Ricardo Teixeira que já passou pela seleção. Acho esses jogadores mais capacitados do que o Maicon, mas isso é uma opinião pessoal, não precisa concordar. Sobre a opinião vazia, eu a sua respeito, mas também acho muito vazio, defender um técnico, só porque um dia jogou no Internacional e faz disso um GREnal. Se essa é a sua plataforma para manter o Dunga, Porto, aí eu acho que a sua opinião também pode ser muito vazia. O Felipão foi um dos maiores técnicos que passou pela seleção, mas não por ser gremista, e sim pelo trabalho que fez. O mesmo tipo de pensamento deve ser dado ao Dunga.
3- Porto... Desde quando deixar Júlio Batista, como um dos homens da criação, é um bom sinal... No Real Madrid, ele é um jogador totalmente questionável. Tem a sua capacidade técnica sim, não nego, mas é limitado para ser um dos responsáveis para a criação do setor ofensivo, além de lento. Se o Júlio for responsável por criar, contra uma seleção bem armada na defesa, meus pêsames. Mas nestas Eliminatórias, até posso dar um desconto, pois Kaká e Ronaldinho não jogaram, aí, o Júlio Batista entra numa situação de emergência. Mas o problema é que o Júlio sempre é convocado. Só que para quem achou o Afonso Alves, não me surpreende. Outra coisa, esquece que contra o Paraguai, o Brasil começou com Gilberto Silva, Josué e Mineiro. Nem o Júlio Batista começou. O Diego foi a única pela na armação.
4- Concordo com você, não vai mesmo. Pois ele não faz a sua parte, e por sua vez, o Dunga não faz a dele. Vale lembrar, mais uma vez, que o Dunga foi chamado para ser o técnico que daria aos jogadores a motivação de vestir a camisa da seleção brasileira, mas a apatia continua, só ficando um pouco menos pior do que foi apresentada na Copa de 2006. Muitas vezes, o técnico precisa sentar e dar apoio ao jogador, fazer com que ele se sinta importante para o grupo, como o Felipão sabe fazer muito bem. Mas o Dunga, com a sua arrogância, duvido que ele faça o mesmo. Diego tem data de validade na seleção, nesse ponto, estou de acordo com você.
5- “...uma questão que ninguém aponta. o futebol brasileiro está passando por uma crise de valores...” – Porto, eu, com os meus 23 anos, já ouvi esse papo antes. Sabe quando foi? Justamente antes da Era Felipão, quando o Brasil passava por fiascos com Luxemburgo e pior ainda com Leão, quando este convocava jogadores que nem imaginávamos. Aí, nasceu esse papo, de que havia uma crise de valores no Brasil. Felipão assumiu, passou por dificuldades e conseguiu o Penta. E temos bons valores sim. Na zaga, temos Miranda, Alex Silva, Léo, Thiago Silva, Breno. Nas laterais, Daniel Alves pode ser uma boa aposta (embora seja o setor mais complicado para o técnico da seleção, após as idas de Roberto Carlos e Cafu). No meio, Lucas, Anderson, Diego, Alex (um dos jogadores mais injustiçados na seleção), Ronaldinho, Kaká. No ataque temos o Alexandro Pato, Robinho, Adriano (que ainda precisa provar que voltou a ser profissional), Fred... Obviamente, há mais nomes, mas aí, é alongar um comentário, que já está longo.
6- Porto, as vitórias foram difíceis mesmo, mas muito mais pela seleção complicar, do que pelo mérito do adversário. Volto a dizer, que se pegar um adversário fechado na defesa, e jogando com Mineiro, Josué e Gilberto Silva, vai fazer o quê? A goleada sobre o Chile, o Brasil teve os seus méritos, claro, pois apesar de pegar um time bêbado, a sele-Dunga poderia apresentar uma partida bizarra e se complicar, assim como se complicou contra o Uruguai, quando começou melhor, tinha a partida em mãos, mas fez questão de dificultar e a Celeste empatou e terminou jogando mais. Você fala que perdemos para o Paraguai, líder das Eliminatórias. O problema não é simplesmente perder para os paraguaios, que têm uma boa seleção. O problema é perde como perdemos, dominados do começo ao fim, e com eles, mesmo com um jogador a menos, merecendo marcar mais gols sobre a gente. Se você se contenta com isso, eu não.
7- Não sou o dono da verdade, Porto, posso estar errado. O tempo mostrará se o Dunga está certo. Mas eu não acredito, acho que ele cai nas Eliminatórias. Caso não caia, não terei problema nenhum em admitir que eu estava errado. Um efeito semelhante, ocorre com Celso Roth, o qual pedia a sua cabeça por ser peça fundamental pelas eliminações no Gauchão e Copa do Brasil, mas tem muito mérito na atual colocação do Grêmio neste Brasileirão. No momento, ele vem provando que está certo. Saudações.

Bruno disse...

Agora, indo para a segunda parte do comentário.

1- Sim, aquele que ganhou mais títulos deve ser o Maior do Sul. Isso o Grêmio dá de lavada, tem mais de 100 título, acho que o Inter tem mais ou menos 84. Isso sem falar da torcida, que vai e vem nas pesquisas, e continuamos dando de lavada. Pois é. O Grêmio é Campeão do Mundo, Bicampeão da Libertadores, Campeão da Recopa, Bicampeão Brasileiro, Tetracampeão da Copa do Brasil e Bicampeão Sul-Brasileiro. Vocês ganham em estadual, nós ganhamos em torneios internacionais, nacionais e regionais, além de termos a maior torcida.
2- Sobre o Mundial FIFA, Porto, eu gostaria de desafiá-lo. Vou lhe fazer duas perguntas e quero que as responda. Se o Internacional ganhasse a Copa Intercontinental de 1980 (quando chegou mais perto dessa conquista, já que foi para final de Libertadores), você consideraria o Inter Campeão do Mundo? Emendando nessa pergunta, e já sabendo que você irá dizer NÃO para a primeira. Se os colorados não se considerassem campeões do mundo através da Copa Intercontinental, pode me dizer o grande fator que diferencia a visão do colorado, em relação aos são-paulinos, santistas, flamenguistas e gremistas, que se ganhassem a Copa Intercontinental e o Mundial FIFA, considerariam os dois títulos mundiais, como é o caso do São Paulo? Aí Porto, é aquela coisa, se não ganhou, o jeito é desvalorizar. A FIFA pode negar o sentido da Copa Intercontinental, mas os FATOS e a HISTÓRIA provam que a sua finalidade era eleger o Campeão do Mundo. Acho que o bom senso supera oficialidades. Agora, eu lhe digo uma coisa. SOU CAMPEÃO DA COPA INTERCONTINENTAL COM MUITO ORGULHO, e não trocaria pelo seu Mundial FIFA, nunca. Dá orgulho ver o Grêmio ser campeão de um torneio clássico, um dos mais importantes já feitos, onde Pelé, Spencer, Beckenbauer, Cruyff, Zico, o próprio Renato Portaluppi (se contente com Gabiru), Zidade e outros craques ganharam. Já você, pode se orgulhar da marca FIFA e de Mineiro, Edílson, Edmundo, Gabiru... Um dia a gente ganha o Mundial FIFA, nem esquente. Afinal, o Grêmio em competições internacionais, geralmente, é garantia de boa campanha. O Inter é uma zebra, em só participar.
3- Saudações do verdadeiro Maior do Sul.

Bruno disse...

Ah, mais uma coisa. Cuidado Porto. Os corintianos pensavam a mesma coisa que você pensa. Que jamais cairiam. Grandes clubes no mundo já caíram para a segunda divisão em seus países, como a Juventus, Milan, Bayern Munich, Valência, Manchester, Arsenal, e nem por isso, deixaram de ser grandes. O Grêmio continua um gigante, com mais conquistas que o seu time. Compará-lo com o Paraná e com Criciúma, é uma incoerência de sua parte. Só espero que não seja obrigado a explicar o porquê de eu utilizar a palavra incoerência nesse caso. Basta deixar o seu fanatismo de lado e ler o que escreveu.

jo disse...

TAMANHO DO GREMIO;UM TIME QUE FAZ DVD DE SÉRIE B E ANOTA COMO CONQUISTA AINDA!MAS O PIOR VEXAME DA HISTÓRIA DO FUTEBOL GAUCHO EM TODOS OS TEMPOS O BRUNO, O SAN TELL ,ALDEBARAN FICAM QUIETINHOS OU INVENTAM EORINHAS PRA SE LIVRAR:TAPETIARAM OU NO BOM PORTUGUES ROUBARAM A SUBIDA DE DIVISÃO EM 1992 QUE FOI ALARDEADA PELO PRESIDENTE FANTASMA(AQUELE QUE ELES ESCONDEM)RAFAEL BANDEIRA UM ANO ANTES EM 1991-NÃO JOGAREMOS A SÉRIE B.EU LARGARIA MEU CLUBE SE ELE FIZESSE ISTO MAS MORAL NÃO SE COMPRA EM FARMÁCIA E MUITO MENOS NO ESTÁDIO OLÍMPICO EM QUE CONSELHEIROS DENUNCIAM RACISMO E FICA TUDO POR ISTO MESMO...MAIOR TÍULO DA HISTÓRIA É SER CAMPEÃO MUNDIAL FIFA DOS 6 CONTINENTES REPRESENTADOS E COM CLASSIFICAÇÃO PRAR A FINAL.VALE 4 VEZES MAIS QUE O INTERCONTINENTAL TOYOTA JÁ QUE OS CAMPEÕES EUROPEU E SULAMERICANO TEM QUE LUTAR PARA CHEGAR AÍ.DIGO E REPITO ;CAIR PRA SÉRIE B É TRANSAR COM O TIÃO MACALÉ ,AGORA TAPETEAR É O FIM...

jo disse...

AGORA UMA PERGUNTINHA: O VAZ NETO ,NÃO SEI SE AINDA É O PRESIDENTE DO CONSELHO ADMINISTRATIVO DO IMACULADO IMORTAL,VAI PRESTAR ESCLARECIMENTOS SOBRE SEU INDICIAMENTO NA POLÍCIA FEDERAL E MOSTRAR ALGUMA AUDITORIA JÁ QUE ELE,SE ROUBOU NO DETRAN,PODE TER ROUBADO NO SEU QUERIDO CLUBE.ALIÁS CAUSA ESTRANHEZA QUE SÓ O PRESIDENTE PAULO ODONE VAI RECEBER SALÁRIO NA GREMIO FALCATRUA EMPREENDIMENTOS.GOSTARIA DE SABER A OPINIÃO ABALIZADA DOS TRICOLINOS SOBRE ESTES ASSUNTOS JÁ QUE A PÁGINA POLICIAL ANDAVA RECHEADA DE GREMISTAS DESDE O CASO ISL...

jo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno disse...

Jo, primeiro, as perguntas que eu fiz ao Porto, vale para você. Outra coisa, você diz que o seu Mundial vale quatro vezes mais... Por quê? Pela FIFA? Se for isso, lamento, pela falta de opinião crítica de sua parte, que se move apenas para oficialidades, e não para aquilo que é bom senso. Se o Inter fosse campeão da Intercontinental, você se acharia campeão do mundo, mas não ganhou, então, o jeito é partir para hipocrisia. Mas tudo bem, sou Campeão Mundo, isso os fatos provam. Outra coisa, em 1983, não houve Copa da Oceania ou da Ásia, não sei se você sabe... Houve na África o “poderoso” Asante Kotoko (Gana), e na América do Norte e Central, o Atlante. Pois é... A Copa do Mundo, disputada desde 1930, com os todos os continentes, só deu sul-americano e europeu.., Sem comentário, Jô. E volto a dizer, a Copa Intercontinental vale mais do que o Mundial FIFA, e temos orgulho de sermos campeões do mundo pela história, você, por uma entidade. Aí Jo, na boa, prefiro o meu Mundial, mesmo que não seja oficializado.

Bruno disse...

Sobre Série B... Um dia o Inter cai, nem esquente. Sabe por quê? O primeiro passo é pensar que são imunes ao rebaixamento. O mesmo erro do Corinthians. Moro em São Paulo, desde 2006, e vi os gambás jurarem que não cairiam. O Fluminense foi a mesma coisa, a ponto do Renato dizer que se caísse, sairia pelado pelas ruas. O mesmo ocorreu com o Palmeiras, Atlético e Botafogo. Caíram. O Inter vai cair também, nem esquente. Desde que não haja apagão, em 1999 ou boatos de mala preta como em 2002. Aí Jo, não me orgulharia em me manter na Série A.

jo disse...

BOATOS DE MALA PRETA COM DECLARAÇÃO DO PRESIDENTE DO CRICIUMA :EU SOU GREMISTA NAS RIDÍCULAS 5 VITÓRIAS SEGUIDAS DE 2003-ANO DO SEM TER NADA GREMISTA E DEPOIS DO CORINTIANS VINDO A PORTO ALEGRE COBRAR DO GREMIO AFROUXAMENTO ANO PASSADO POIS HAVIA A DÍVIDA DE 2003.BRUNO;MATEMÁTICA NÃO TEM COR CLUBISTICA;2 PARTIDAS OU 180 MINUTOS PRA SER CAMPEÃO PLANETÁRIO FIFA NÃO É UMA PARTIDA .GEOGRAFIA MOSTRA QUE O MUNDO TEM 6 CONTINENTES E NÃO 2!SINTO MUITO ,NA ÉPOCA ERA ATÉ INTERESSANTE SER INTERCONTINENTAL MAS É QUE NEM A BRIGITE BARDOT:PASSOU DO PONTO!POR FAVOR FALA DO VAZ NETO,DO ODONE ASSALARIADO...

jo disse...

ALIÁS SOBRE SÉRIE B:SÓ ELITE PODE DIZER QUE NUNCA DEU PRO TIÃO MACALÉ!VASCO ,FLAMENGO,CRUZEIRO ,SÃO PAULO E SANTOS ALÉM DESTE QUE VOS FALA TEM ESTE PRIVILÉGIO QUE VOCES NUNCA MAIS TERÃO POIS CAIRAM 2 VEZES COMO LANTERNAS SENDO A SEGUNDA COM 3 RODADAS DE ANTECEDENCIA NESTA POSIÇÃO E RECORDE NACIONAL DE DERROTAS-ISTO É SER MUITOOO RUIM...TIVEMOS NOSSOS PERCALÇOS MAS NADA FOI NESTES 100 ANOS MAIS RIDÍCULO DO QUE ISTO!ALIÁS 2 JOGOS ANTOLÓGICOS QUE DÃO AULA DE COMO SER GRANDE:1X0 NO SUPER PALMEIRAS DO FELIPÃO E UM CHOCOLATE NO PARÁ COM UMA DAS ATUAÇÕES MAIS AGUERRIDAS DESTES 100 ANOS NUM 2X0 INCONTESTÁVEL9ACHO QUE NAQUELE JOGO NEM UMA SELEÇÃO MUNDIAL GANHARIA DO INTER ,TAL A PEGADA PAMPEANA NAS 4 LINHAS!

jo disse...

VALE 4 VEZES POIS PARA BARCELONA E INTER ESTAREM NA FINAL FORAM NECESSÁRIOS 360 MINUTOS DE LUTA,180 POR CADA UM DELES PARA UM-O COLORADO DAS GLÓRIAS E SEM VEXAME FORA DAS 4 LINHAS-DIZER :SOU CAMPEÃO DO MUNDO E EM QUALQUER LUGAR QUE TU FORES ISTO É UMA VERDADE(NÃO SÓ NA AMÉRICA E EUROPA).BRUNO PELO TEU PENSAMENTO OBCURANTISTA SÓ A DUPLA GRENAL DEVERIA JOGAR GAUCHÃO POIS GANHARAM NA MAIORIA DAS VEZES,O TORNEIO RIO -SÃO PAULO VALERIA POR UM BRASILEIRÃO JÁ QUE HOUVE UMA ÉPOCA EM QUE SÓ ELES GANHAVAM.SERÁ QUE DEMOCRACIA E PARTICIPAÇÃO ENTRAM NO TEU DICIONÁRIO ESPORTIVO...

Paulo Roberto disse...

33 Comentários. Acho que é recorde...

Bruno disse...

Jo, você comete o grande pecado em julga a história centenária do Grêmio apenas no rebaixamento. Esquece que apesar tudo isso, temos mais títulos internacionais e até nacionais. Além da maior torcida. Sobre a queda de 2004, infelizmente, caímos daquela maneira, foi, mas fazer disso como algo para manchar toda a nossa história gloriosa, aí é desespero de sua parte. Sobre as cinco vitória, o time do Grêmio de 2003 era limitado, mas não a ponto de cair. Não esqueça que esse time foi chegou às quartas de final da Libertadores daquele ano. Então, nada anormal vencer cinco seguidas. Sobre os jogos do Inter em 1999, pare com isso. A maneira que você descreveu, o Inter jogou um bolão, mas a verdade não é essa. Em 2002, o Paysandu fez uma partida tão fora do normal, como fazia em sua casa naquele campeonato, que a torcida se revoltou. Se o Inter jogasse toda essa bola, acho que eles compreenderia, ao invés de gritarem “mala-preta”. Sobre a tal cobrança do Corinthians, Jo, na boa, você está bem? Não afrouxamos para livrar a cara do Corinthians. O Grêmio começou muito superior ao Corinthians, mantendo aquele ritmo, venceria por 4 ou mais gols. No entanto, a partir do momento que o Cruzeiro fez o primeiro gol contra o América, aí, meu caro, não havia mais o que fazer nesse Campeonato, e naturalmente, o ritmo do jogo caiu. Então, essa sua hipótese é fora de série, quase dei risada aqui. “MATEMÁTICA NÃO TEM COR CLUBISTICA;2 PARTIDAS OU 180 MINUTOS PRA SER CAMPEÃO PLANETÁRIO FIFA NÃO É UMA PARTIDA” – Não tem nada a ver com quantidade, Jo, e sim por tradição, por finalidade e coloca, frente a frente, os dois melhores do mundo para decidir o campeão do mundo. Pode negar a vontade. Mas engraçado, você não respondeu às minhas perguntas. “GEOGRAFIA MOSTRA QUE O MUNDO TEM 6 CONTINENTES E NÃO 2!” – Jo, primeiro, em 1983, não havia como colocar os times de todo mundo, simples. A FIFA passou mais de 40 anos sem organizar o seu tal Mundial, e o futebol que espere por suas decisões políticas e financeiras? Na boa, estou fora. E hoje é muito interessante ser campeão da Copa Intercontinental, e você se consideraria campeão do mundo. Mas não ganhou, meus pêsames. “POR FAVOR FALA DO VAZ NETO,DO ODONE ASSALARIADO...” – Não posso. Primeiro, que não estou totalmente ciente do que está ocorrendo e das confusões da Yeda Crusius. Não vou falar de um assunto, o qual não esteja 100% por ciente, aí, seria hipócrita. Deixo isso para o Adelba ou Sancho. Mas farei questão de buscar maiores informações a respeito.

Bruno disse...

Acabei de ver o seu comentário. Ainda não respondeu a pergunta, mas tudo bem. Já ouviu falar de “quantidade não é qualidade”. É verdade. E daí se jogaram dois jogos? No final, deu a mesma regra, europeu e sul-americano se enfrentaram. Sobre o Rio-SP, comete um profundo desconhecimento sobre a história do futebol brasileiro. A Taça Brasil de 1959 já dava sinais claros de que o futebol brasileiro era bem desenvolvido em todos os cantos, afinal, o Bahia foi campeão. Fortaleza e Náutico ainda chegaram às finais dessa competição. Na Copa do Mundo, desde 1930, todas as seleções de todos os continentes disputavam o torneio, só deu sul-americano e europeu. Outra coisa. Vou mudar o foco e deixar o papo no seu terreno. Vamos então comparar a COPA INTERCONTINENTAL com o MUNDIAL FIFA. Sabe por que a Copa Intercontinental vale mais? Primeiro, porque grandes jogadores já a ganharam, times tradicionais já a ganharam (não Corinthians ou Inter-Caldas). Outro detalhe, é que a Copa Intercontinental nasceu esportivamente, ou seja, sem fins lucrativos. Durou 19 edições sem um patrocinador forte. Vou repetir: 19 edições. Antes disso, a Copa Rio, o mundial palmeirense e fluminense, dependia exclusivamente do patrocínio da prefeitura do Rio, por isso o nome. Em 1953, cessou os fundos públicos, e o torneio acabou. O seu Mundial da FIFA começou em 2000, no Brasil, e teria a segunda edição em 2001, na Espanha. ISL, parceria da FIFA faliu, e esse torneio passou 5 anos parado. Voltou em 2005, por causa da Toyota, pois se ela =decidisse continuar na Copa Intercontinental, o Mundial de você passaria mais tempo fora do ar. E outra coisa, Jo, porque acha que a FIFA demorou mais de 40 anos sem fazer esse torneio. Porque agora lhe convém, com a comunicação digital e da facilidade de adquirir patrocinadores e maior propagação de sua marca, é mais fácil. Sou campeão do mundo pela história, porque venci um torneio que nasceu com essa finalidade. O Grêmio não ser campeão do mundo, após bater Flamengo, Estudiante e Penarol, por causa de Atlante e Asante Kotoko, é pra ficar de boa. O Grêmio é campeão de um torneio tradicional, clássico, onde os maiores times e maiores jogadores da história do futebol mundial ganharam. Você se orgulha da marca FIFA e de alguns coadjuvantes. Aliás, Jo, vou repetir a pergunta: “Se os colorados não se considerassem campeões do mundo através da Copa Intercontinental, pode me dizer o grande fator que diferencia a visão do colorado, em relação aos são-paulinos, santistas, flamenguistas e gremistas, que se ganhassem a Copa Intercontinental e o Mundial FIFA, considerariam os dois títulos mundiais, como é o caso do São Paulo?”

jo disse...

TÁ MUITO FRAQUINHO! EU ESPERAVA MAIS...VE SE ENTENDEM POIS ATÉ UMA CRIANÇA DE COLO SABE ISTO:A FINAL PODIA SER OS OUTROS DOIS TIMES QUE JOGARAM CONTRA INTER OU BARCELONA!VOCES QUEREM COMPARAR ISTO QUE SÃO 4 POSSIBILIDADES DE COMBINAÇÃO(VÃO APRENDER UM POUCO DE MATEMÁTICA) COM APENAS UMA E VÃO DIZER QUE É A MESMA COISA...

Bruno disse...

Jo, não estou aqui para fazer uma competição para ver quem é forte ou quem é fraco. Mas se for assim, você está fraquinho. Você não responde as perguntas, insiste em seguir a teoria da quantidade. Jo, olha a sua incoerência. Você afirma que os quatro semifinalistas tinham 25% de chance de passar para a final. Mentira. Barcelona e Inter tinha mais de 50% de chance de fazer a final, diria 80%. Não compare o nível de investimento que os dois tinham em relação aos demais, principalmente, se essa comparação for feita com o Barcelona, que tinha mais dinheiro e material humano. Se mesmo com a globalização é assim (ou seja, uma alta demanda de jogadores de todo mundo, atuando em todos os continentes) imagine na década de 80 para baixo, onde a diferença de nível era maior, já que o mercado não estava tão globalizado. Sinto muito, mas o fraquinho aqui, é você.

Bruno disse...

Não resta dúvida que um dia, um time que não seja europeu ou sul-americano ganhará o Mundial de Clubes. Primeiro que o mercado de jogadores está em todo mundo. Jogador brasileiro atua em todos os continentes, assim como vários jogadores das mais diversas nacionalidades. Isso eleva o nível dos demais times. Segundo que com os avanços da comunicação (internet, celular, tv digital...), é claro, que o futebol é mais difundido, o que desenvolve mais o futebol em todo o mundo. Só não compare esse contexto com os tempos da Copa Intercontinental, são contextos difentes. Agora, se quer insistir na teoria quantidade, que é vaga e vazia, por mim, tanto faz.

Bruno disse...

Só uma correção, claro. Nível de investimento, tanto o futebol mexicano ou norte-americano ou asiático, e até mesmo da Oceania, estão superiores ao Brasileiro ou ao Sul-Americano em geral. O que o futebol sul-americano leva em vantagem ainda, principalmente o brasileiro e argentino, é a produção em larga escala de jovens valores, o que os mantêm na frente desses mercados emergentes. O europeu, além de contar com jogadores de qualidade que possam competir com os sul-americanos, também tem o maior investimento. Portanto, afirmar que numa semifinal contendo os quatro times, há 25% de chances cada, seguindo apenas a teoria da quantidade, é um raciocínio defasado. O clube europeu ainda tem grande vantagem pelo recurso financeiro e na contratação de grandes jogadores, enquanto o sul-americano tem a vantagem na produção de grandes jovens talentos. Isso os colocam num patamar superior. Mas essa linha entre os dois continentes e os demais diminuiu por conta da maior difusão do futebol (hoje, se vê Copa do Mundo ou Eurocopa em toda parte do mundo e ainda em tempo real, em quaisquer meios de comunicação – Internet, celular, TV, rádio digital...) e da globalização do mercado de jogadores, quando perdemos atletas para qualquer continente (num contexto preocupante para o nosso futebol). Por isso, mais cedo ou mais tarde, um clube fora do eixo Europa e América do Sul ganhará o Mundial de Clubes. E quando se trata de jogos de seleções, ou seja, sem mercado de jogadores, ainda há uma certa hegemonia entre seleções sul-americanas e européias. Mas essa hegemonia também vem diminuindo, por conta da nacionalização de alguns jogadores (veja quantos brasileiros na Eurocopa) e pela difusão do futebol através dos meios de comunicação. Mas não se trata do mesmo contexto da época da Copa Intercontinental, ainda mais em 1983, quando nem havia campeonato asiático ou da Oceania, e a diferença era muito maior. Por isso, dizer que num torneio havia quatro times com chances de ir para final e por isso que esse torneio vale mais do que o nosso, é uma teoria fraca. De resto, já terminei um trabalho aqui e agora vou cair fora do pc =P. Foi um prazer, de qualquer jeito. Boa noite a todos.

Luiz Portinho disse...

1. bruno, tu continuas, mesmo depois de pesquisar, a não aplicar bem a palavra incoerente... incoerente, de forma resumida, é dizer uma coisa e logo em seguida afirmar o oposto.

2. assino embaixo dos comentários do josué e também peço manifestações a respeito do envolvimento do Vaz Neto com o DETRAN e da retirada da foto do Bandeira.

3. cair para a segunda divisão, em ultimo lugar (nunca fui último lugar), isso é ruindade pura...

4. título da SEGUNDA DIVISÃO é vergonha! é ser o 21o melhor time do país.

5. em ranking sério, virada de mesa para subir de divisão deveria zerar os pontos conquistados até então pelo clube.

6. O Dunga vai calar a boca dos críticos. e, nesse ponto, tu é que estás sendo incoerente Bruno, porque critica o Dunga, mas sugere exatamente o mesmo que ele fez (tirou o Josué contra a Argentina e colocou o Anderson). como eu disse, trocar maicon (de quem tb. não gosto muito - só tem força) por l. moura ou d.alves não vai alterar, substancialmente, o rendimento da equipe... a zaga é essa aí: lucio e juan - qq. país gostaria de ter essa dupla de zaga... com julio batista e kaka na frente estamos muito bem, obrigado... e no ataque é isso aí que o dunga tá colocando; luis fabiano, adriano, robinho (para mim deveria ser reserva) e pato... quem mais ?! tu mudaria o 4-4-2 q. o Dunga está escalando ?!?! ah!, e é claro que eu sou admirador do Dunga pelo que ele fez no INTERNACIONAL; mas o cara também tem atribuições para ser treinador e técnico... é motivador, disciplinador e já mostrou que conhece tática e sabe mudar o time (vide os banhos táticos aplicados na Argentina). é muito mais treinero, por exemplo, que o arrogante R.Portalupi.

DJ Aldebaran disse...

Bruno, não adianta pedir razão ao Portinho, ele morre abraçado nas convicções e no show de incoerência dele. Pra ele, o critério de presença em estádio só vale se é o time dele que comparece mais. E pequisas só valem as que trazem resultados que lhe interessam. Assim como até eles ganharem o mundial, eles nos reconheciam como campeões mundiais, que de fato somos. E quanto aos campeonatos citadinos, eram o que hoje são os estaduais, uma vez que até o final dos anos 50 não havia um campeonato que envolvesse times de todo o Brasil. Isso que eu nem considerei o Wanderpreis, que era o equivalente ao citadino no começo do séc. XX, e nem o torneio da Legalidade em 1962. E tudo bem, exclui-se a Copa Sul e a Série B, continuamos com mais títulos do que vocês.

jo disse...

aldebaran voces ficaram mais de um mes sem jogar por isso que agora o coitado do sócio que não via nunca o time jogar por estar desclassificado veio em massa pro brasileiro!não te faz de otário, porque tu não é!no gauchão no iterior e na capital deu inter do inicio ao fim!!! gremio torcida fantasma do gauchão 2008!

Luiz Portinho disse...

1. tu tá mal de matemática hein Aldebaran, tira os citadinos e a Série B e já temos mais títulos. mas, de toda forma, para ser maior do SUL o que importa é ganhar mais Campeonatos Gauchos (citadino, se tu não sabe, é o melhor de Porto Alegre)... não adianta ser melhor do Mundo e perder na aldeia (como, por exemplo, perdemos em 2006 e como vcs. perderam em 1983)... o melhor da aldeia é quem mais ganhou dentro da aldeia...

2. jamais disse que torcida em campo não vale. agora, pegar as 3 primeiras rodadas e se vangloriar é coisa de "coelhão"... pegar 1 ano e dizer que é maior torcida é coisa de "coelhinho"... eu já te desafiei, traz as médias (escolhe uma) de 30, 25, 20, 15, 10 ou mesmo 5 anos... vais perder em todas!

3. ah! a propósito, em qq. ranking sério, TÍTULO DA SEGUNDA DIVISÃO deveria contar ponto negativo e não positivo.... e virada de mesa, como a de 1992, obrigatoriamente, deveria ZERAR a pontuação do beneficiado.

Luiz Portinho disse...

pois é Josue, mas não te esquece que eles acham o Gauchão cafezinho... mas quando ganham fecham a goethe (e depois eu é que sou incoerente!)... COLORADO NÃO, COLORADO SEMPRE RESPEITOU E VALORIZOU, DEMAIS, O GAUCHAO... em 2006, apesar do TITULO MUNDIAL FIFA, ficou o gosto amargo de perder o Gauchão.

DJ Aldebaran disse...

Ninguém excluiu os citadinos. Mas normal da tua parte querer fazer a conta só com os títulos que te interessam. E tu de novo está pegando palavra de uma pessoa como exemplo pra toda uma torcida. E pega realmente a média dos últimos 5 anos. Ganhamos em 3 e perdemos em 2. E nunca te esquece do que aconteceu em 2002, quando era um turno só, voces fizeram 7.000 a mais no total, só que este era o número de torcedores DO GRÊMIO no clássico. E a conta foi toda pra vocês.

Bruno disse...

1- Porto, ainda discordo de você em alguns pontos sobre o Dunga na seleção, mas deixa quieto. Acho que cada um tem o seu ponto de vista definido, e só o desempenho do Dunga provará quem está certo. Mas tenho quase certeza, que ele não dura nas Eliminatórias. Isso é claro, se não cair em Pequim mesmo.
2- “...para ser maior do SUL o que importa é ganhar mais Campeonatos Gauchos...” – Não faz sentido. Ei Porto, diga-me uma coisa. Qual personagem tem mais peso na história geral: Luis XIV ou Napoleão? O Luis XIV foi um dos maiores (se não for o maior) símbolos da monarquia absolutista européia da história, o qual dizia “O Estado Sou Eu”. Já Napoleão tinha como inspiração, não o Rei Sol, e sim Carlos Magno, o qual expandiu um grande império, que ultrapassou os limites territoriais. Napoleão seguiu isso e criou um mito em torno de sua pessoa, o qual alguns diziam que ele era o “maior sopro de vida humana que passara sobre a terra”. Você diz que para ser o Maior do Sul precisa ganhar mais Campeonatos Gaúchos. Discordo. Para ser o Maior do Sul, precisa expandir os seus feitos para além de seu território, ter a maior torcida fora do eixo Rio-SP, ter mais títulos que vão além de sua terra. Nisso, o Grêmio é maior do que o Inter-Caldas, assim como Napoleão é mais presente na história do que Luis XIV.
3- “...não adianta ser melhor do Mundo e perder na aldeia (como, por exemplo, perdemos em 2006 e como vcs. perderam em 1983)...” – Comete uma gafe, ao não observar uma diferença fundamental entre o Gauchão de 1983 e o de 2006. O Campeonato de 1983 começou em 16 de junho e terminou em 03 de dezembro. Ou seja, foi num período em que o Grêmio participava da fase final da Libertadores e posteriormente se preparava para o Mundial Interclubes, já tinha garantido o seu lugar, e até chegou a utilizar reservas no estadual. No Gauchão de 2006, o Internacional perdeu para o Grêmio sem saber se seria campeão da Libertadores. E para piorar, gol de orelha e tudo de Pedro Júnior, que calou os verdadeiros portadores do DNA ARROGANTE.

Saudações Tricolores. E cuidado, não aceite pirataria. MAIOR DO SUL só há um, e esse é AZUL. =D

San Tell d'Euskadi disse...

VIVA RENAN!!!

jo disse...

VIVA RENAN!!GRAÇAS A TI O CELSO ROTH VAI FICAR MAIS UNS 10 ANOS NO GREMIO!!FICA ROTH!!!!

jo disse...

BRUNO DESMEMORIADO PIJAMA!!(COMO TODOS ALIÁS)GANHAMOS EM 1983 E CARIMBAMOS 84 TAMBÉM JÁ COM VOCES DE TOIOTINHA NA MÃO!!!

Luiz Portinho disse...

tche Aldebaran, sabe que as vezes eu acho que tu te faz de desentendido (espero que seja, porque, do contrário, bah!, nem quero falar!). a questão não é fazer contas com títulos que interessam.. a questão é que a superioridade na ALDEIA é COLORADA (e tu, para variar, não consegue admitir)... são 38x35 e são quase 20 vitorias a mais no confronto direto (isso dói em ti, mas é a mais pura realidade)...

2. sobre as médias, novamente tu te faz de desentendido (que desespero hein)... não te faz de bobo, pega os públicos dos 5 anos e faz a média... bah! que desespero, que vontade de mudar a história e os fatos hein!

Luiz Portinho disse...

Bruno,

1. tu diz que é o maior do sul (mesmo não sendo) e me chama de arrogante!!! bah!

2. tu tá parado no tempo Bruno, o INTERNACIONAL, com os títulos de CAMPEÃO MUNDIAL FIFA, da TRÍPLICE COROA MUNDIAL e DA COPA DUBAI (batendo o todo poderoso Internazionale de Milano), alcançou conquistas inéditas para clubes não só do RS, mas do BRASIL... eu não sei de onde tu afirmas que tem mais conquistas relevantes que o INTERNACIONAL. tu não é CAMPEÃO DO MUNDO FIFA tchê! tu não levantou TRÍPLICE COROA... o teu time nunca ganhou de times tidos e havidos como o melhor time do mundo (como Barcelona e Internazionale)... aliás, quando tiveram a oportunidade, contra o Ajax, se cagaram pelas pernas.

3. olha, como bom gmistinha, todos os títulos que perde não valem nada, são cafézinho.

tchê, segue com o teu DNA ARROGANTE, porque é isso que nos diferencia, com muita honra para mim, COLORADO DE BERÇO!

Bruno disse...

Sem querer ressuscitar o assunto neste post, mas só para responder.

1- Jo, você não pode me chamar de desmemoriado, uma vez que em nenhum momento, eu citei o Campeonato Gaúcho de 1984, citei o de 1983, apresentando fatos. O Inter ganhou o de 1984, mas aí, em seguida, tudo voltou ao normal, afinal, o Grêmio ganhou de 1985 a 1990.
2- Porto, sabe qual é a verdadeira TRÍPLICE COROA? Simples: Campeão Nacional, Campeão Continental e Campeão Mundial. Isso, o Manchester conseguiu em 1999 e pode conseguir de novo. O resto é apenas marketing.
3- Desde quando Internazionale é melhor time do mundo? É um grande amarelão de torneios internacionais (talvez mude um pouco com Mourinho). E nós batemos o Hamburgo que era um dos melhores times do mundo quando o enfrentamos. Afinal, era Bicampeão Alemão e Campeão Europeu sobre a Juventus de Michel Platini. E batemos Flamengo de Zico, Penãrol, Independiente. Se fizer uma lista de times mais tradicionais que batemos em momentos decisivos, dá Grêmio, com um pé nas costas.
4- “olha, como bom gmistinha, todos os títulos que perde não valem nada, são cafezinho” – Não entendi essa frase não, Porto. Jamais fiz tal afirmação, gostaria que me explicasse isso. Não sou da turma que desvaloriza títulos porque não ganhou, assim como vocês desvalorizam o nosso Mundial Interclubes pela Copa Intercontinental, ou em relação a Copa Sul, como você fez (afinal, o seu time jogou para ganhar essa competição e perdeu).
5- Ainda tenho certeza que os colorados têm o verdadeiro DNA ARROGANTE.
6- Afirmar que o Grêmio é MAIOR DO SUL não é arrogância, e sim uma constatação. Temos seis títulos nacionais (2 Brasileiros e 4 Copas do Brasil – 6x4), dois títulos regionais (Bicampeão Sul-Brasileiro- Taça da Legalidade e Copa Sul – 2x0), três títulos continentais (2 Libertadores e 1 Recopa: 3x2). Só empatam no título de Campeão do Mundo e vencem no Gauchão (que aliás, há vários colorados chamado de Ruralito – depois nós somos arrogantes).
Saudações Tricolores! =D