terça-feira, dezembro 02, 2008

Ano II - Número 98

ESTAMOS VIVOS

E o crime está começando a se desenhar.

Na semana passada, escrevi que o GRÊMIO só sairia campeão se o coiote pegasse o papa-léguas. Pois bem... o coiote se aproxima perigosamente! Também escrevi que nossa esperança residia no histórico recente entre São Paulo e Fluminense. O jogo terminou empatado em 1x1, enquanto nós fizemos nossa parte e vencemos de virada o Ipatinga por 4x1. O resultado, combinado com os empates do Palmeiras e do Flamengo, que chegou a estar ganhando por 3x0 e cedeu o 3x3 pro Goiás, mais a derrota pro Cruzeiro frente aos reservas de um time que nada mais aspira neste brasileiro, garantiu ao GRÊMIO matematicamente não só a vaga na Libertadores, mas também o vice-campeonato.

Sobre o jogo contra o Ipatinga, pouco se tem a falar. Levamos um susto no começo do jogo, mas viramos ainda no primeiro tempo, que acabou 3x1 pra nós. Depois do quarto gol, nem assisti mais ao jogo do GRÊMIO e voltei totalmente minhas atenções a São Paulo X Fluminense, já que em Ipatinga a fatura já estava liquidada.

Durante esta semana, muito se falou que o São Paulo já estaria com a mão na taça, que o título já estava ganho. Até já estava sendo comercializada a camiseta com os dizeres 6-3-3, alusiva ao hexa que ainda não veio. O site da FIFA chegou a colocar como manchete que “o São Paulo estava pronto para ser campeão”, e muito se alardeou sobre o fato de que neste domingo, dia 30, era aniversário do técnico Muricy Ramalho. No entanto, esqueceram que outro técnico aniversariava também neste dia 30: Celso Juarez Roth. E foi quem levou o melhor presente, afinal de contas. Afinal, leva seu time com chances de título do Brasileiro até a última rodada.


O TÍTULO NAS MÃOS DE HÉLIO DOS ANJOS

Roth não é o único capaz de alcançar uma redenção frente aos torcedores gremistas, que era inimaginável há algum tempo atrás. Afinal, Hélio dos Anjos, muito lembrado aqui na aldeia por ter sido o técnico gremista no famoso “clássico dos 5x2”, capitaneia o Goiás. Que é quem necessita derrotar o São Paulo para dar chances ao GRÊMIO de alcançar o título se também derrotar o Atlético-MG. O Galo não tem mais aspirações neste Brasileiro, já que assegurou matematicamente uma vaga na Copa Sul-Americana e não corre nenhum risco de rebaixamento.

Aliás, Hélio dos Anjos declarou em sua entrevista coletiva que o Goiás jogará a vida e que o São Paulo terá dificuldades em Brasília – o jogo será no estádio Bezerrão (que na verdade é na cidade de Gama), já que o Goiás perdeu o mando de campo nas partidas finais do Brasileiro e não pode jogar no Serra Dourada.

O Goiás tem uma das melhores campanhas do returno, e tirou pontos de GRÊMIO, Cruzeiro e Flamengo. E possui uma dupla de laterais que deveria ser olhada com atenção pela direção do GRÊMIO: Vitor e Thiago Feltri.


AS ESPERANÇAS GREMISTAS

As esperanças do GRÊMIO não residem apenas na redenção de Hélio dos Anjos com a torcida gremista. Mas também em dois fatos históricos, já mencionados isoladamente aqui neste espaço. Mais um terceiro, que menciono agora.

Primeiro, que na história dos pontos corridos, sempre o campeão do primeiro turno acabou se sagrando campeão brasileiro.

Segundo, que o São Paulo jamais foi tri-campeão consecutivo em nenhum campeonato que disputou, mesmo já estando muito perto disto. Em 94, esteve na final da Libertadores e perdeu nos pênaltis o título para o Velez Sarsfield do goleiro Chilavert.

E terceiro, que desde 1971, quando começou a ser disputado o Campeonato Brasileiro, nenhuma equipe conseguiu três títulos consecutivos. Com dois, temos Palmeiras (1973 e 1974), eles (1975 e 1976), Flamengo (1982 e 1983), novamente o Palmeiras (1993 e 1994), Corinthians (1998 e 1999) e por fim o São Paulo (2006 e 2007). Vale ressaltar que na antiga Taça Brasil o Santos foi campeão por 5 vezes consecutivas (1961 a 1965).


RAPIDINHAS

Mesmo o GRÊMIO sendo campeão, mantenho o que digo sobre o “pensamento mágico” que deve ser erradicado do Olímpico.


Mesmo o GRÊMIO sendo campeão, mantenho o que digo sobre Celso Roth e Tcheco, cuja permanência em 2009 eu sou contrário.


O grupo da Libertadores no qual jogará o campeão brasileiro será o de nro. 4, e já conta com o Defensor Sporting-URU classificado. As duas vagas restantes serão ocupadas por uma equipe colombiana ainda indefinida, e pelo vencedor do Jogo 1, que será entre Peñarol-URU e outra equipe colombiana. Ou seja, o grupo terá dois uruguaios ou dois colombianos.


Grupo 4 ou grupo 7? Semana que vem, uma análise dos adversários do GRÊMIO.


Krieger: “Em 2009, teremos o GRÊMIO na Libertadores e o (censurado) na Copa Suruba”.


Isto se os comandados de Leonardo Astrada não fizerem o “crime” aqui na quarta. 65% do Rio Grande do Sul torce por isto.


Nossa torcida também é pelo não-rebaixamento do Vasco, treinado por Renato Portaluppi.


Pelotas campeão da Copa Lupi Martins. Parabéns ao Lobo, que ganhou este título bem no ano do centenário e vai poder escolher entre disputar a Copa do Brasil ou a Série D em 2009.


Uma pena o Xavante. Todos os resultados favoreciam, bastava empatar e deixou a vaga na série B escapar, levando de 4x0.


Aliás, esta Sul-Americana é uma Copa Lupi Martins com grife!


Saudações imortais,

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

O CONFRONTO DO ANO – EPÍLOGO

Vaticinei na última semana que INTERNACIONAL x Estudiantes seria o confronto do ano no futebol americano e que apontaria a melhor equipe do continente. O jogo só confirmou o que aqui foi dito. Duas grandes equipes entraram em campo em La Plata e fizeram partida digna de uma final continental. Mesmo com um jogador a menos, devido à expulsão de Guiñazu, o INTERNACIONAL foi superior e arrancou na frente, com 1x0, em cobrança de penalidade sofrida por Nilmar. Alex teve de cobrar duas vezes para tirar o placar do zero (o árbitro, parece, queria matar Colorado do coração). Na segunda etapa, Magrão e Nilmar perderam duas situações claras de gol. Noutro lance, a bandeira do auxiliar foi levantada em lance no qual Nilmar estava dois corpos atrás do adversário quando do lançamento. O INTERNACIONAL venceu, e com autoridade, trazendo importante vantagem para os 90 minutos finais, no Caldeirão do Beira-Rio.

LA PLATA – O FIM DE UM MITO

Depois de vencer o Boca Jrs. na Bombonera, o INTERNACIONAL consolidou sua fama de “quebra mitos”. Há 25 anos vigorava no Rio Grande o mito da “Batalha de La Plata”. Foi lá que em 1983 o portoalegrense, em jornada taxada de épica, conseguiu a façanha de entregar um jogo que vencia para uma equipe com 7 jogadores em campo, SETE JOGADORES eu disse. O INTERNACIONAL foi lá e, com 10 jogadores, venceu o Estudiantes. Eu nunca mais quero ouvir falar da tal de “Batalha de La Plata”.

FREGUESIA DESDE PIÁ

Anotem aí: Rafael; Gustavo, Leandro e Juan; Eduardo, Adriel, Artur (Cristian), João Paulo (Augusto) e Almir; Felipinho (Getterson) e Lucas Roggia (Juliano Fogaça). Essa rapaziada conquistou o TETRACAMPEONATO GAUCHO da categoria juvenil, vencendo, é claro, o freguês da azenha. Depois de meter 1x0 neles no Beira-Rio, nossa piazada foi lá na azenha e confirmou a supremacia, enfiando um sonoro 3x1 na pijamada. Lá dentro da casa deles! Não há dúvidas, aqui nos pampas a freguesia começa desde pequeno.

GUIÑAZU

Se ainda pairava alguma dúvida de que o argentino é um extra terrestre, ela virou poeira domingo. Suspenso no jogo de La Plata (num rigorismo demasiado do árbitro), Guina foi convocado a atuar pelo “Rolinho”. Resultado: comandou a vitória contra o Cruzeiro. Guiñazu atuou como se estivesse diante de uma final. O gringo é um monstro!

TORCIDA VIOLENTA I

Na última sexta-feira, a Delegacia de Homicídios efetuou operação para cumprir mandados de busca e apreensão na casa de torcedores gremistas. Foram 3 prisões (entre eles o filho de um Secretário de Estado). 6 torcedores do portoalegrense estão foragidos. O mais absurdo, entretanto, foi o fato de a polícia ter de arrombar uma sala do Estádio Olímpico Monumental, cedida para os líderes da torcida organizada. Ninguém do portoalegrense tinha a chave da tal sala! Olha aqui ô, estão de brincadeira comigo e com a comunidade gaúcha, só pode ser.

TORCIDA VIOLENTA II

A respeito do episódio, li no blog do W. Carlet o seguinte: Lamentável, porém, foi a polícia ter que arrombar a sala que o Grêmio destinou, no Olímpico, para as lideranças da Geral. Nem o clube tinha as chaves. Este episódio mostra a que ponto chegaram as relações da instituição com um grupo de anormais que ameaça a imensa maioria que vai a estádios para ver futebol e apoiar o seu time, simplesmente. Espera-se que o delegado Lllantada consiga reunir provas claras e definitivas para que, na hora do julgamento, não se absolva todo mundo por alegada impossibilidade de identificação.”.

TORCIDA VIOLENTA III

O Wianey não fez nada mais do que referendar aquilo que venho sustentando há duas semanas aqui neste espaço. Sofri duras críticas de parte dos leitores azuis. E o que mais me deixou surpreso foi a posição de alguns tricolores, alegando que o episódio não teve qualquer relação com questões de racismo. Ora, por favor, está na hora de parar de tapar o sol com a peneira. Como tenho dito, meu caro vizinho, ou se expulsa de uma vez por todas essa gente da azenha ou a tua agremiação terá de conviver com a pecha de racista e violenta. Chega de hipocrisia!

ADEUS MENGO I

Taxei de “hilária” a choradeira do flamengo contra C. Simon, na última semana. O clube carioco chegou a enviar um DVD-protesto à FIFA, no que culminou com a absurda decisão da Comissão de Arbitragem da CBF de escalar Simon para apitar um jogo da SEGUNDA DIVISÃO (quer punição maior?!). No curso da semana, veio à lume um vídeo da ESPN com a comprovação de que não houve penal. O melhor árbitro do Brasil acertou em cheio no lance (como se fosse necessário o tal replay da ESPN!).

ADEUS MENGO II

O mais absurdo, todavia, foi a ausência de um pedido formal de desculpas por parte da Comissão de Arbitragem e, especialmente, do clube carioco. Até agora, o único a ter a hombridade de pedir desculpas a Simon foi Gabriel Pensador (que o criticara de forma veemente no programa Bem Amigos da última semana). Mas o castigo veio a galope, dentro de campo, no Maraca. O flamenguito não venceu o Goiás, mesmo abrindo 3x0 no marcador (tomou o 3x3!). Com isso, está praticamente fora do G4. Já C. Simon está convocado para apitar sua 3ª Copa do Mundo, em 2010. Justo, justíssimo!


RÁPIDAS

.

Todos os 3 indicados para melhor árbitro do Campeonato Brasileiro são gaúchos: C. Simon, L. Gaciba e L. Vuaden.

.

INTER 1x0 ESTUDIANTES. LA PLATA. VALE A PENA CONFERIR O VÍDEO.

.

Sandro entrou em campo em La Plata e mostrou que, além de técnica apurada e todas as qualidades para ser um grande volante, possuí também a personalidade de grande jogador. Esse guri vai dar o que falar!

.

Aliás, persiste a dúvida em relação ao substituto de Guiñazu. Sandro ou Andrézinho. Embora o último tenha ingressado bem na equipe em outras oportunidade, inclusive, substituindo Guina na Bombonera, meu voto é para o jovem Sandro.

.

Lauro pegou penalidade contra o Cruzeiro. Mais um ponto para nosso arqueiro!

.

6 mil litros d´água e 68 toneladas de alimentos. É o que o INTERNACIONAL já arrecadou para as vítimas de Santa Catarina.

.

O INTERNACIONAL foi o primeiro clube a se mobilizar e solidarizar com as vítimas de Santa Catarina.

.

Colorado “ORGULHO DO BRASIL”. Campeão dentro e fora das quatro linhas.

.

O leitor Bruno fez comentário/crítica na última semana, solicitando que eu me manifestasse a respeito do erro grosseiro que teria cometido na Coluna n. 69, ao apontar o portoalegrense no grupo dos “rebaixáveis” em minhas previsões para o Campeonato Nacional;

.

Peço ao Bruno que aguarde a próxima semana (final do certame), quando divulgaremos o total de erros e acertos, meus e do vizinho, nas previsões realizadas no distante 13.maio (coluna 69).

.

O Sr. R. Portaluppi, em dezembro de 2006, disse em alto e bom tom que seria o torcedor número 1 do Barcelona contra o Internacional, na final do Mundial FIFA, em Yokohama.

.

E agora ? Será que o padeiro de Bento Gonçalves vai torcer contra o Internacional ?

.

E tu vizinho ?! Vai secar o Internacional contra o Figueirense ou vais torcer para o teu ídolo-mor não cair para a Segundona ?!

.

Olha, com relação ao padeiro de Bento, sou forçado a reconhecer que há um treinador que conseguiu superá-lo: Cuca, outro ícone da vizinhança, esse é imbatível, afundou Botafogo, Fluminense e Santos.

.

E o vizinho já se entregou na última coluna hein! É fã também do L. Astrada, o "Chefe".

.

Tchê, mas como gosta de treinador fracassado esse vizinho!

.

A propósito de ídolos, tenho um que levantou a Taça do Tetracampeonato Mundial em 1994 e, como treinador, é CAMPEÃO DA COPA AMÉRICA e leva a seleção canarinho, com tranqüilidade, rumo ao Mundial. Esse sim é o cara!

.

Mas a vida é assim: cada um tem o ídolo que merece.

.

Já ouvi e assisti muita coisa que me deixou constrangido nesta vida. Agora, nada chegou perto da charla do vizinho sobre "virada de mesa". O pior é que o cidadão parla do tema com uma propriedade!

.

E preparem-se, porque com a chegada do mês de dezembro é bem capaz de o vizinho tentar nos convencer, esta semana, que o Papai Noel existe e que a roupa dele é azul.

.

QUARTA-FEIRA TODOS OS CAMINHOS LEVARÃO AO BEIRA-RIO.

.

VAMO INTER! VAMO INTER! VAMO INTER!

.

Saudações rubras, do MULTICAMPEÃO MUNDIAL, INTEGRANTE DO G6 e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL e DONO DA ALDEIA (38*).

Luiz Portinho - lcportinho@yahoo.com.br

59 comentários:

Milton disse...

Essa do porto de falar em sul americana definindo o melhor do continente ta pra la de ridiculo... se assim o fosse o campeao estaria qualificado ao mundial interclubes. Ficou com inveja da LDU, soh pode ser isso!
Mas isso nao tira o merito de voces caso sejam campeoes. Sem duvida voces finalmente encontraram sua liga!
Domingo eh o dia! Todo o brasil estara de olho no gremio e no sao paulo pela definicao do campeao brasileiro! Nao duvido de que o goias seja capas de vencer o sao paulo, a final, buscaram o empate contra o flamengo, venceram a gente aqui, venceram o cruzeiro no mineirao e o palmeiras em casa. Tem qualidade e nao eh por acaso que esta no topo da tabela. Acredito no titulo! Depois da batalha dos aflitos e da batalha de la plata eu acredito em tudo!

Milton disse...

So uma nota sobre o racismo: o Wianey nao definiu a torcida gremista como uma torcida racista. Ele fez o mesmo ponto que o Aldeba e nos gremistas do blog fizemos, de que os baderneiros devem ser punidos. De fato, eis o que ele disse: "varios DESAJUSTADOS, que se TRAVESTEM de torcedores e se escondem na multidao para extravasar seus piores instintos receberam a visita da policia"(enfase adicionada). Tentastes passar que o Wianey falou uma coisa quando na verdade disse outra. Por outro lado, daquele que prega o respeito veio a definicao de dicionario de que todo gremista eh violento, racista e incoerente. Viveras o que pregas? Ou taparas teus argumentos com uma peneira? E agora, advogado? Qual outra sofisma traras a mesa?

jo disse...

DIGO E REPITO MILTON:O GREMIO É UMA INSTITUIÇÃO RACISTA DESDE A FUNDAÇÃO QUANDO PROIBIA A CIRCULAÇÃO DE PESSOAS DE COR NOS RECINTOS DO CLUBE,QUANDO ACEITOU O TERRENO DA BAIXADA COMO DOAÇÃO DESDE QUE NÃO ACEITASSE NEGROS NO TIME, QUANDO FOI O ÚLTIMO-ISTO DESMASCARA QUALQUER ARGUMENTO- A ACEITAR NEGROS NO PAÍS , QUANDO UM CONSELHEIRO GREMISTA CARLOS JOSIAS FAZ UM BOLETIM DE OCORRENCIA POR PRÁTICA DE RACISMO DENTRO DAS DEPENDENCIAS DO CLUBE,ETC...

jo disse...

EU FALO A INSTITUIÇÃO .CADA GREMISTA É UMA PESSOA COMO QUALQUER OUTRA TEM QUE SER JULGADA POR SUAS ATITUDES CORRETAS OU NÃO

Bruno Coelho disse...

Não vou nem levar em conta as besteiras do Jô. Por mais que a Internet seja um grande avanço tecnológico e que quebra barreiras que até então existiam na comunicação (embora reforcem outras, mas aí é outro debate), ela também é a máscara para os covardes. Afinal, escrever isso na internet fica tão fácil, quando as pessoas apenas sabem o codinome do sujeito, nada, além disso. O pior é que temos que conviver com esse tipo de atitude, como se não houvesse nada de positivo no Grêmio. Meus Deus, obrigado por me fazer tão lúcido e tão distante de um fanático e cego.

Bruno Coelho disse...

Agora indo ao que interessa. Confronto do ano? Hahahahahahahaha! Sensacional, Porto. Acho muito legal a tentativa de vocês transformarem a Copa Sul-Americana é algo tão importante ou até mais do que a Libertadores da América. Não nego a importância dessa iminente conquista. Mas não entendo o porquê de não abordar o fato que essa competição era o plano B do Internacional? Fala a verdade Porto, chega de fugir da realidade. O Internacional tinha como meta a Copa do Brasil. Perdeu. Depois tinha como meta a Campeonato Brasileiro. Perdeu. Você veio com aquela conversa que o Grêmio usando reservas era apenas uma forma de pressionar o Inter. Não é verdade. Se fosse o Internacional nas primeiras colocações, utilizaria sim reservas na competição, como o próprio Wianey abordou a hipótese bastante convincente. Vale lembrar que no GREnal da Sul-Americana, o Tite estava ameaçado no emprego. Havia pressão sobre ele e o time. Portanto, não era cabível usar reservas. Ponto.

Outra coisa que me chama atenção é esse assunto de confronto do ano. Mais respeito com a LDU, Porto, afinal, esse foi um dos “magníficos adversários” da Libertadores 2006 que o seu time enfrentou. Ou seja, você está desvalorizando a LDU e ao mesmo tempo o seu título da América. Olha que beleza. Mas de fato, não há nem como comparar com as nossas Libertadores mesmo, você mesmo, de uma certa forma, comprova isso. De qualquer forma, a LDU é o atual Campeão Sul-Americano, porque ganhou a Copa Libertadores da América, competição que os times sul-americanos não costumam entrar com time misto ou reserva.

E essa comparação da Batalha de La Plata é completamente fora de sentido e revela uma certa má-vontade em abordar os fatos. Primeiro que o Grêmio enfrentou o Estudiantes que fora campeão nacional daquele ano. Segundo, o jogo foi realizado num estádio de madeira, sem grandes condições de segurança. Terceiro, que ainda havia uma ira enorme dos argentinos aos brasileiros, principalmente aos gaúchos, pois houve a notícia de que um avião britânico pousou na base aérea de Canoas, durante a Guerras das Malvinas. Quarto que o clima estava completamente hostil, por conta dos fatos anteriores. Quinto, a sensação térmica naquela noite de 8 de julho de 1983 era de -2ºC. Se fosse apenas para jogar futebol, o Grêmio massacraria sem dó o Estudiantes. Mas foi como o Espinosa disse: “Era empatar ou morrer”.

Mesmo assim, compreendo a sua atitude. Afinal, boa parte dos colorados têm mania de buscar alguma forma de desvalorizar as nossas conquistas para valorizar a deles. Acho que isso é um problema de auto-confiança. =D

Bruno Coelho disse...

Enquanto isso, o Grêmio mais uma vez garantiu a sua presença na Copa Libertadores da América. O Imortal é o terceiro time brasileiro que mais vezes participou dessa competição que é a Maior das Américas. São 11 participações (1982, 1983, 1984, 1990, 1995, 1996, 1997, 1998, 2002, 2003, 2007) até aqui, apenas ficando atrás de São Paulo e Palmeiras. Mas se contarmos apenas a década de 80 pra cá (sem desvalorizar o que foi feito antes, apenas se trata de curiosidade), o Grêmio é o time que mais vezes representou o Brasil nessa competição, pois São Paulo teria 10 participações e o Palmeiras sete. Rumo ao Tri!

Bruno Coelho disse...

Ah sim! Só para reforçar. O Grêmio em Libertadores é comum e garantia de boa campanha. O Inter-Caldas é raro só por estar nela. Viva ao clube gaúcho mais tradicional das Américas. ;-)

Francinei Bentes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francinei Bentes disse...

Muito engraçado os colorados querendo transformar final da Sul-americana como o confronto mais importante do ano. Só lembrando que essa copa tem como campeões times da expressão de um Cienciano do Peru, um Pachuca do México ou um Arsenal Sarandí, da Argentina. Na Libertadores desse ano, esse ilustre atual campeão da Sul-americana levou um vareio de 6 x 1 do Fluminense (um dos times desmerecidos no post anterior pelo comentarista colorado), além de outras bordoadas.
Lembrando que o Boca já ganhou duas vezes, porém convém lembrar que Boca e River já estão pré-classificados todo ano (por exigência da TV argentina), e que só priorizam essa taça quando não têm mais nada o que fazer no campeonato argentino (vide esse ano, em que o Boca mandou os reservas a campo, pois ainda está em disputa no Apertura).
Enquanto isso, com uma folha mensal de 1/4 da folha do Inter e com um time muito pior, o Grêmio já está classificado para a Libertadores e ainda luta heroicamente pelo título brasileiro, e os colorados, com o time mais caro de sua história, não conseguirão ir à Libertadores no seu centenário (a não ser que fosse pela porta de trás, mas parece que nem isso vai dar mais, já que a torcida do Inter para que o Peru não entre parece que não vai dar em nada...).

jo disse...

quem gosta de vaga é flanelinha (aliás é o que voces são portoalegrenses ao protagonizar a maior amarelada da história do campeonato brasileiro e guardar a vaga pro são paulo) JÁ NÓS GOSTAMOS É DE CANECO NO ARMÁRIO.Aliás bruno covardia é botar a cabeça num buraco é negar o que é a história de um clube que tem uma postura racista isto dito por gremistas - NÃO POR MIM GRAÇAS A DEUS COLORADO - como um conselheiro chamado CARLOS JOSIAS!

Carolina disse...

E ficou mais uma vez provado que o jo nao tem peito pra responder perguntas de frente. Ta la as perguntas do bruno, so esperando o "corajoso" jo pra responde-las.

Carolina disse...

Oi, portinho! :)
Eu so fico constrangida quando estou escondendo fatos de minha mae, noivo ou o que seja. Esse teu constrangimento com a virada de mesa tentada na beira do rio so pode vir da mesma forma, de outro modo nao haveria motivo pra ficar envergonhado.
No mais, um abraco a todos e muito maracuja pro jo!

Carolina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Coelho disse...

Jo, nem perderei tanto tempo com você, porque não vale a pena debater com você. Quando eu debato sério, você corre como um covarde, ao invés de responder as perguntas colocadas neste blog. Se você tiver o mínimo de vontade de compreender os fatos, verá que eu não neguei que antigamente houve segregação racial sim no Grêmio, mas que ela vem sendo combatida. Eu não fui covarde nesse fato. Você sim é covarde, pois quando não tem argumentos, corre e não responde as perguntas que são colocadas. E mais, você cita Carlos Josias. Uma instituição é formada por uma pessoa, meu caro? Não! Mas para você é. Jô, sua atitude contra o Grêmio é tão doentia, que acaba estragando este espaço. Há gremistas que nem perdem mais tempo com você. Você poderia citar Saturnino Vanzelotti, um gremista que combateu o racismo e trouxe o Tesourinha. Mas para você não convém, pois isso é elogiar o Grêmio. Você sim é covarde, pois prefere fugir dos fatos que não lhe convém para criticar o Grêmio. Então por favor, tenha noção do ridículo.

Bruno Coelho disse...

Aliás, de fato gari gosta de vaga. Com certeza, o colorado foi gari por algum momento neste ano, pois queria tanto a VAGA na Libertadores. Pena que não conseguiu. Somente os clubes mais tradicionais da Libertadores conseguem manter uma regularidade na sua participação na principal competição sul-americana. Isso não é para qualquer um.

Bruno Coelho disse...

Voltando a falar de futebol. Olha só que interessante essa matéria, publicada pelo UOL. O título é “Ponto ganho por real gasto, Inter é pior custo-benefício do Brasileiro”.
Continuando a matéria: “O Internacional completará 100 anos em 2009 e, por conta disso, planejava comemorar o seu centenário disputando a Copa Libertadores, torneio que venceu em 2006. Para que isso acontecesse, a diretoria colorada fez contratações de peso e sua folha salarial se transformou na maior do país, porém a derrota para o São Paulo, nesse domingo, fez com que os gaúchos jogassem a toalha e se conformassem com um lugar fora do torneio continental
Com gastos salariais de quase R$ 20 milhões nos últimos seis meses, o Internacional prova que nem sempre uma folha inchada ou investimentos milionários são suficientes para que um time conquiste um título. A equipe gaúcha, por exemplo, gastou R$ 400 mil por cada um dos seus 48 pontos conquistado neste Brasileiro, enquanto o São Paulo, atual líder do torneio, desembolsou R$ 222,5 mil neste mesmo levantamento.
“Esse índice de eficiência mostra que, às vezes, alguns clubes gastam menos, não pagam salários exorbitantes, e conseguem bons resultados”, resume Amir Somoggi, analista da Casual Auditores, empresa responsável por um estudo detalhado sobre as finanças dos clubes brasileiros.
No ano passado, por exemplo, com todas as despesas com seu futebol, inclusive contratações, o São Paulo gastou R$ 190 milhões e ficou com o título. O Corinthians, no entanto, que desembolsou R$ 135 milhões, e foi o terceiro maior "gastador", acabou sendo rebaixado.
Dessa forma, o especialista aponta os clubes que mantêm suas folhas salariais equilibradas como exemplos de boa administração e os resultados dentro de campo respaldam a análise de Somoggi. "Grêmio e Cruzeiro conseguem manter um gasto abaixo dos outros grandes e têm conquistado muitos pontos", elogia o especialista.
Enquanto o Cruzeiro, atual quarto colocado, gastou R$ 155,2 mil por ponto, o Grêmio, uma posição acima e líder por boa parte do Brasileiro, desembolsou apenas R$ 85 mil por ponto, menor valor entre os 17 clubes da Série A que aceitaram abrir as suas contas.
"Nós temos um grupo enxuto, com 28 jogadores. Metade é da categoria de base, e quando esses atletas sobem, o salário ainda é baixo, atingindo no máximo R$ 20 mil. Além disso, como o Grêmio tem uma boa visibilidade, muitos empresários colocam jogadores no time e pagam parte dos salários", explica Eduardo Antonini, vice-presidente de planejamento do clube.
Outro time que também está na disputa pelo título desta temporada, o Palmeiras vai em direção oposta ao Grêmio. Diferentemente dos gaúchos, o clube alviverde arrumou um parceiro e, sem precisar gastar com contratações, apostou na elevação da sua folha salarial, inclusive com gastos exorbitantes com a comissão técnica comandada por Vanderlei Luxemburgo, para voltar a ser campeão brasileiro.

"Viramos o ano passado com algumas dificuldades financeiras e conseguimos fechar a parceria com a Traffic. Com isso, tivemos de caminhar para uma situação que gastássemos menos para contratar jogadores, pois estávamos em uma fase de transição. A nossa folha acabou subindo, mas não gastamos na aquisição de atletas. Com os bons resultados, devemos aumentar um pouquinho nossa participação nesse processo em 2009", completa Luiz Gonzaga Belluzzo, diretor de planejamento alviverde”.

Bruno Coelho disse...

LISTA DE GASTOS POR PONTO (dos 17 clubes que aceitaram abrir suas contas)

1º Grêmio: R$ 850 mil de folha salarial e R$ 85 mil gasto por ponto.
17º Internacional: R$ 3,2 mi de folha salarial e R$ 400 mil gasto por ponto

Essa matéria foi publicada no dia 03/11/2008. Um dia antes, o Grêmio estava com 60 pontos, em terceiro lugar, enquanto o Internacional estava com 48 pontos.

Aqui está o link da matéria: http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas/2008/11/03/ult59u176422.jhtm

Luiz Portinho disse...

Prezado Milton, ou estás lendo com desatenção o que escrevo ou estás sofrendo da paranoite-agura (doença que, aliás, é bem peculiar aos nativos da azenha)...

tenho sustentado, há algum tempo, que a "instituição" gremio abona as práticas violentas e racistas; e isso, anotei várias vezes nas últimas 2 semanas, fica evidente qdo. a direção do clube cede uma sala lá na azenha para a tal de Geral...

o Wianey escreveu textualemnte: "Este episódio mostra a que ponto chegaram as relações da instituição com um grupo de anormais que ameaça a imensa maioria que vai a estádios para ver futebol e apoiar o seu time".

exatamente o mesmo que venho dizendo, "a que ponto chegaram as relações da instituição com um grupo de anormais"... a insticionalização da coisa.

entendeu Milton ?!

Luiz Portinho disse...

Bruno, me desculpa, mas covardia é negar a história da instituição para que torce.

Internacional e Estudiantes, juntos, possuem 4 Libertadores, 1 Mundial FIFA, 1 Recopa e sei lá quantas Intercontinentais-Toyota (não recordo se o Estudiantes ganhou tal competição). Fluminense x LDU possuem o que ?! 1 Libertadores, exatamente a que disputaram esse nao. portanto, não resta dúvida que a final da Sudamericana 2008 é muito mais atrativa que a final da Libertadores, ainda mais se considerarmos que Internacional e Estudiantes eliminaram pelo caminho os Titãs Boca Jrs. e Independiente, para não falar de outros também tradicionais, mas menos cotados do que estes últimos, como é o caso do teu clube que, para variar, ELIMINAMOS mais uma vez. só isso, não se trata de supervalorizar o título, só da constatação de um fato evidente.

o que eu não entendo é essa necessidade da pijamada de desmerecer a Sudamericana! isso tem nome? é inveja, pura inveja!

a respeito de nosso título da Libertadores. teus argumentos demonstram uma incoerência danada. afinal, afirmas, com convicção, que eu tento desvalorizar tuas conquistas... mas, ao mesmo tempo, afirmas também que "Mas de fato, não há nem como comparar com as nossas Libertadores mesmo". quem é que desvaloriza as conquistas alheias afinal de contas ?!?!?!

ah! só uma coisa Bruno, te define, a LDU merece respeito ou não ?! ou isso depende, para ti, das circunstâncias ?!

Bruno, para ti que tanto utilizou o termo "incoerente" sem saber o seu significado; estão aí encima dois belos exemplos de incoerência.

sobre a "Batalha de La Plata", repito o que afirmei, com justificativa, no texto da coluna: "EU NUNCA MAIS QUERO OUVIR FALAR NA BATALHA DE LA PLATA". Esse mito foi derrubado!

Luiz Portinho disse...

Francinei e Carol, agradeço a leitura. saudações rubras.

Bruno Coelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Bruno Coelho disse...

Porto, parece que você não entendeu nada o que eu escrevi. Não sei onde eu neguei a história do meu clube. Pelo contrário, mais franco que eu sou aqui, impossível.

Sobre essa comparação, ela é totalmente ingênua. Só pelo fato do Fluminense e LDU nunca terem ganhado a Libertadores e fazerem a final de uma, é crédito para desmerecer a competição? Oras, seu pensamento não tem nem pé e cabeça. O São Paulo um dia chegou a uma final de Libertadores sem título algum. Aliás, foi campeão sobre o Newell's Old Boys. Na época, nenhum e nem outro era campeão da Libertadores. Então essa Libertadores não tinha valor algum, por causa disso? Mais tarde, o São Paulo conseguiu mais dois títulos. Há vários outros exemplos disso, que desmontam essa sua linha de pensamento.

E vale a pena lembrar que o Fluminense derrotou o Boca Juniors e o São Paulo, adversários mais difíceis que o Inter pegou na Sul-Americana, pois pegou times fracos ou medianos, ou reservas e times mistos.

Mesmo assim, não desvalorizo essa competição, como afirmei no meu comentário anterior. É sim uma competição importante, mas que está sendo supervalorizada por alguns colorados, para tapar o fato do seu time ter gastado tanto para conquistar a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro, e conseqüentemente obter a vaga na Libertadores, e ter fracassado em todos esse objetivos. Negar isso é uma incoerência. Sabe por quê? Porque é contraditório. Custa muito admitir que a Sul-Americana é um plano B para justificar tais gastos?

E nós gremistas temos a nossa história, não precisamos pegar a história do rival e desmerecê-la, para promover a nossa. Ao contrário dos colorados, que fazem exatamente isso.

Bruno Coelho disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milton disse...

Ao contrario de outros que escrevem aqui no blog, o porto sabe fazer um debate. Essa tua posicao final eu concordo, menos a institucionalizacao do racismo. E na boa, dei muita risada da paranoia! Acho que foi de tanto debater com o jo... XD
Estudiantes foi tricampeao da libertadores e 1 vez campeao mundial. No historial dos clubes eh uma grande decisao, so que isso nao tira que o melhor clube da america latina eh a LDU. O campeao da libertadores sempre tem mais merito que o campeao da sul americana.
La Plata foi uma batalha, e quem saiu vencedor foi o gremio (ou esquecestes quem foi o campeao da libertadores em 83?)

Bruno Coelho disse...

Sobre a Batalha de La Plata, você não apresentou nenhuma argumentação em relação ao que coloquei, Porto. Comparar os dois contextos é fantasia dos colorados.

Bruno Coelho disse...

Sobre a LDU, claro que ela merece total respeito. Trata-se do atual campeão da Libertadores, embora eu faça comparações com Flamengo, Estudiantes e Peñarol, para mostrar que a nossa Libertadores teve desafios maiores ainda, mas em tom de brincadeira, como toda rivalidade.

A minha cutucada foi na sua contradição. Você desmerece a LDU, um dos times mais difíceis do caminho do Internacional, como afirmou o próprio Fernandão. Então, você desmerece o seu título da América.

Agora, é a minha vez de lhe perguntar: “LDU merece respeito ou não ?! ou isso depende, para ti, das circunstâncias ?!”, ao que parece, para você depende da circunstância. Se for a LDU da Libertadores 2006, aí sim é um grande time que valorizou o título do Internacional. Se for a LDU de 2008, é uma zebra que desprestigia a Libertadores e faz com que a Sul-Americana seja maior. Viu quem é incoerente aqui?

Bruno Coelho disse...

Mesmo assim, boa sorte contra o Estudiantes. Será interessante para o futebol gaúcho ganhar dois títulos numa só semana. =D

Francinei Bentes disse...

Caro Porto,
Beleza cara, estou sempre por aqui lendo as colunas...
Sobre o desmerecimento à Sul-Americana, acho que não se deve é supervalorizá-la. Essa copa ocupa atualmente o mesmo lugar que ocupou a Copa Conmebol nos anos 1990, ou seja, a de incluir aqueles times que ficaram de fora da Libertadores no mesmo ano. Só para relembrar, clubes como o Botafogo e o Atlético-MG conquistaram esse título, e até mesmo o expressinho do São Paulo em um ano específico. Só para ter uma idéia, times como o CSA de Alagoas foram finalistas da Conmebol, acho que em 1999. Sem querer desmerecer os alagoanos, mas um clube que nunca participou sequer de uma edição da Libertadores foi finalista nesse modelo de Copa.
Bem, a Sul-Americana pode até ter outro nome, mas funciona nos mesmos moldes, isto é, classifica-se para sua disputa quem não conseguiu participar da Libertadores, tirando os argentinos Boca e River, pré-classificados por imposição da TV argentina, o que eu acho uma sacanagem com os outros clubes argentinos, mas fazer o quê, quem manda nesses campeonatos é a TV mesmo.
Fora isso, não vejo porque dizer que a final da Sul-Americana tem mais peso do que a da Libertadores só por reunir clubes de mais tradição. Na verdade, acho que é o contrário, se esses clubes não conseguiram chegar na Libertadores, sua chance é mesmo se agarrar ao que resta, não tem muita saída mesmo. E, ademais, como sobrevalorizar um torneio em que até o Atlético-PR, que só almeja escapar do rebaixamento, jogou com o time reserva?
Não quero aqui desmerecer o valor da Sul-Americana, mas acho que fazer o contrário também é uma baita falácia...

Bruno Coelho disse...

Só uma correção e agora que eu me liguei. “Aliás, de fato gari gosta de vaga”, meu Deus, é flanelinha. Tem nada a ver com gari. Que mancada hein. =P

Bruno Coelho disse...

Só para comentar um tópico levantado pelo Porto, que eu acabei esquecendo: “a respeito de nosso título da Libertadores. teus argumentos demonstram uma incoerência danada. afinal, afirmas, com convicção, que eu tento desvalorizar tuas conquistas... mas, ao mesmo tempo, afirmas também que "Mas de fato, não há nem como comparar com as nossas Libertadores mesmo". quem é que desvaloriza as conquistas alheias afinal de contas ?!?!?!”, fui incoerente mesmo. Admito. Como você afirmou que não nega seus erros, faço o mesmo aqui. Embora desvalorizar o que foi conquistado pelo vizinho não seja lá minha prática, mas aqui isso virou vício, pois sempre há você e o Jô fazendo exatamente isso. Fazer o quê? Nesse caso, peço desculpas. =D
Mas se precipitou. O fato de eu ter sido incoerente nesse trecho, não significa que eu não saiba o significado da palavra. Além do mais, os seus comentários, Porto, também são um show de incoerência. Boa noite.

Luiz Portinho disse...

Bruno,

1. repito, EU NUNCA MAIS QUERO OUVIR FALAR DE "BATALHA DE LA PLATA"; esse mito foi derrubado, assim como o mito da Bombonera.

2. A LDU é um time que merece respeito sim (muito mais que Emelec e Atletico Nacional da Colombia, por exemplo)... mas, como afirmei, LDU e Fluminense possuem 1 título de Libertadores (justamente o que disputaram), enquanto INTER E Estudiantes... bueno, não vou arrolar porque fica muito longo...

3. meu caro, você está partindo de uma premissa equivocada. eu não estou querendo desvalorizar a competição Libertadores... é evidente que ela é a maior competição da américa do sul... eu só estou afirmando que Internacional x Estudiantes é um confronto de maior envergadura e que o seu vencedor merece a pecha de equipe da América do Sul de 2008. só isso. deu para entender ?

4. novamente, peço desculpas, mas você tenta sim negar a história do seu clube... afinal de contas, não consegue admitir quando se fala das origens racistas da agremiação... e trata as colocação do Josué, que colocam o dedo nesta ferida, com deboche... isso é negar a história meu caro!

5. para fechar, ficamos assim combinados então... eu acredito no seu desejo de boa sorte para o jogo contra o Estudiantes... e também vou esperar o Papai Noel descer pela chaminé de minha lareira... fica bom assim ?

saudações rubras, Portinho.

Luiz Portinho disse...

Francinei,

Copa Conmebol, para quem acompanhou tal competição, nunca teve qualquer semelhança com a Sudamericana (a não ser pelo fato de ser disputada por clubes da américa do sul). Boca Jrs. e River Plate nunca jogaram Conmebol...

o CSA creio que nunca disputou 1a divisão, ao menos no período pós Copa União (de 1987 para cá)... e, se o fez, foi graças a VIRADA DE MESA DE 1992 (o que subiu de naba as custas do portoalegrense! bah!)... mas eu acho q. o CSA nunca esteve na 1a divisão nesta Era, digamos, mais moderna...

tchê, sinceramente, está chata essa história da gremistada de querer desvalorizar a competição.

Luiz Portinho disse...

o "coerente" Aldebaran criticou e meteu pau no pelaipe, mas, vira e mexe, dá uma "pelaipada" em sua coluna... essa de dizer que a Sudamericana é a Lupi com grife foi uma senhora pelaipada hein Aldeba!?

Luiz Portinho disse...

putz!, mas estão apelando até para o H. dos Anjos ?!?!?!?! é uma vela para o santo e outra para o diabo...

ah! só uma coisa, esqueci de abordar o tema na coluna... o que dizer do COLORADO que venceu o Cruzeiro, mesmo sabendo que o resultado era proveitoso para o portoalegrense ?!?!?! isso tem nome: DIGNIDADE.

Milton disse...

Essa semana deve ser um recorde pro blog. Mal comecou quarta feira e ja temos 31 comentarios dos posts! A semana grenal sempre eh interessante, com pouquissimos comentarios de qualquer lado. O medo de se queimar a lingua eh mais forte que a vontade de debater.
Essa supervalorizacao da sul americana pelo povo vermelho so se compara com o tradicionalissimo "vinha del mar" conquistado na decada de 90 pelo escrete vermelho.

San Tell d'Euskadi disse...

MAIS DE TRINTA COMENTÁRIOS!!!

Dá-lhes!

Bruno Coelho disse...

Vamos lá, Porto.

1- Você continua fugindo dos fatos sobre a Batalha de La Plata. Mas se quer manter assim, amém.

2- Essa sua teoria continua furada. Não tem cabimento de confronto do ano na América do Sul. Esse ano foi LDU x Fluminense, acabou, porque reuniu os dois melhores times da principal competição sul-americana. Ponto final. Sua teoria é furada em diversos sentidos. Vale repetir o exemplo do São Paulo e Newells em 1992. Eram dois times sem título da Libertadores. Valerá menos por isso? Sua teoria não tem o menor cabimento, Porto.

3- Porto, você ainda não me entendeu ou está com má-vontade de me entender. Houve racismo no Grêmio? Houve. Vou repetir. H-O-U-V-E. Não neguei isso em nenhum momento neste debate. Portanto, isso que você escreve é um absurdo. Entretanto, o que eu combato neste espaço é atitude como a sua, de generalizar um conceito sobre uma torcida e uma instituição. Você faz isso direto. O Josué... Bem, esse é o extremo do absurdo. O cara pega o nome de uma figura e vem chamar o Grêmio de instituição racista. Oras, como se uma instituição fosse formada por uma pessoa, meu caro. O problema é que há exemplos de nossa história de pessoas que combateram racismo sim. Mas você e o Josué levam isso para o debate futebolístico e má-vontade em abordar os méritos do rival. Racismo, Porto, é algo muito além de GREnal. Outra coisa. A maioria esmagadora dos clubes brasileiros havia segregação racial. Justificativa? Não. Mas isso mostra que era um problema social, que até hoje está presente em nossa sociedade (branco faz o mesmo trabalho do negro, que por sua vez, ganha menos que o branco). E se nós gremistas temos uma dívida eterna com os negros, imagine nós brasileiros, cujo país foi um dos últimos a libertarem os negros da escravatura.

4- Desejo boa sorte sim ao Inter. Será interessante dois clubes gaúchos ganharem dois torneios importantes numa só semana. Quem ganha com isso é o futebol gaúcho. Ao contrário de você, Porto, não estou tão preocupado se o Inter vai ganhar ou não a Sul-Americana. Apenas participo do debate para dar o real peso a essa competição, que vem sendo supervalorizada por você, para justificar os fracassos do seu clube neste ano. Agora, se acredita em mim ou não, Porto, na boa, isso vai mudar em nada a minha vida. ;-)

Bruno Coelho disse...

Bem lembrado, Milton. Antes de 2006, o Vinha Del Mar era O TÍTULO para os colorados. Hahahahahahahaha! De qualquer forma, o que importa é que estamos na Libertadores e lutando pelo título mais importante para um clube brasileiro neste segundo semestre.
Pois bem, acho que vou encerrando a minha participação neste post. Estou batendo recordes de comentários aqui, chega né. Até mais.

Saudações Tricolores.

DJ Aldebaran disse...

Porto, tudo é questão de posicionamento e responsabilidade. Eu enquanto torcedor posso dizer que a Sudamericana é uma Lupi Martins com grife, afinal eu não represento o GRÊMIO quando me manifesto. Agora, o dirigente não pode agir como torcedor. E a "Pelaipada" é isto. Jamais um dirigente poderia dizer o que o Pelaipe disse. Agora, os torcedores podem!

Francinei Bentes disse...

Taí Porto, um site sério falando sobre a Copa Conmebol. Preste atenção no final:

La Copa Conmebol surgió en 1992 como iniciativa para los equipos de fútbol de los distintos países integrantes de la CONMEBOL que no calificaban a la Copa Libertadores. Esta copa imitaba el formato de la Copa UEFA y se jugaba con 16 equipos que se eliminaban directamente en partidos de ida y vuelta. Los equipos clasificados eran dos por cada país miembro (generalmente los que terminaban detrás de los clasificados a la Copa Libertadores en el torneo local). La Copa Conmebol fue eliminada en 1999 y reemplazada a partir del año 2000 por las Copas Mercosur y Merconorte. La continuidad de la Copa Conmebol es la actual Copa Sudamericana.

Em: http://www.infofutbolonline.com/torneos/copa_conmebol.htm

Francinei Bentes disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Francinei Bentes disse...

Caro Porto, quando eu falo de que o modelo da Sul-Americana é o mesmo da Conmebol, é pelo fato de que se classificam para ela aqueles times que não conseguiram se classificar para a Libertadores, e não porque Boca e River não participavam. Isto é, para mim é o mesmo modelo da Copa da UEFA, no qual a Copa Conmebol foi precursora, seguida depois pela Mercosul e pela atual Sul-Americana.
Naqueles anos 90, a dupla argentina estava quase sempre na Libertadores (devido à peculiar existência de dois campeonatos no mesmo ano no país vizinho), e no outro semestre disputava a Supercopa dos Campeões da Libertadores. Hoje, a TV argentina exige que tanto o Boca quanto o River joguem competições internacionais nos dois semestres, daí a pré-classificação deles todo ano, e deve ser pela extinção da Supercopa (que, aliás, era até um torneio interessante...).

Francinei Bentes disse...

Parabéns ao Inter por levar a Sula pra casa…
Mas pra mim, se for pra copiar os europeus (depois dos pontos corridos, tudo virou CTRL C + CTRL V mesmo), tem que copiar direito, inclusive o calendário!
A Sula deveria ocorrer ao mesmo tempo que a Liber, com os times que não se classificassem pra essa última (nada de Boca e River, ou campeão do brasileiro entrando de gaiato). Assim, valorizaria a competição pra times que buscam algum título continental, mas estão fora da principal competição, e acabaria com essa história de time ficar mandando os reservas, juniores, time B ou C e o diabo a quatro…
A Copa do Brasil passaria para o segundo semestre, disputada ao mesmo tempo que o brasileiro em seus momentos finais, quem quisesse usar reservas na CB tudo bem, mas isso não significaria desprezar uma competição continental, como está sendo agora essa Surungamericana…
Bem, mas isso só nos meus sonhos, nunca a AFA, CBF, Conmebol e assemelhados fariam nada parecido, então vamos ter que aturar uma competição sem muito valor para a maioria dos clubes todos os anos… e segue a vida…
PS: E o Inter ainda não é "campeão de tudo", como berrou o Gavião Bueno durante a noite toda. Ainda falta a valiosíssima copa Surunga Bank, contra o Oita Trinita do Japão! Boa sorte colorados...

Luiz Portinho disse...

CAMPEÃO DE TUDO. NADA COMO MAIS UMA TAÇA NO ARMÁRIO E UM POSTER VERMELHO NA PAREDE. SAUDAÇÕES RUBRAS.

Milton disse...

Tiro meu chapeu pro internacional. Fora o gol mal anulado do estudiantes, foi uma conquista merecida. Um titulo importante pro futebol gaucho que so tem a ganhar com dois representantes numa fase excepcional. Ano que vem ja teremos participacao em 3 torneios internacionais por parte de equipes gauchas.
De qualquer modo, venceu quem quis a copa, e sendo o gremio campeao brasileiro no fim de semana o estado comemorara pela primeira vez dois titulos de expressao em uma semana. Quem disse que o futebol brasileiro esta no eixo rio-sp? Ta aqui no sul!!

Milton disse...

Corrigindo: 2 titulos de expressao com times diferentes.
Alias, depois de um comeco fenomenal em numero de posts no blog, do nada tudo morre?

jo disse...

cara carolina:hoje vamos aprender o que é uma virada de mesa.1991:gremio rebaixado como lanterna do campeonato brasileiro- pra ser mais incontestável na sua ruindade - vê o seu presidente da época ,rafael bandeira dos santos( que covardemente-não contar a própria história é que é covardia- foi retirado da sala dos presidentes do clube anos após)brada(eu tenho o jornal correio do povo pra provar -se tu quiseres te mando assim tu te informas melhor)já anunciando:NÃO VAMOS JOGAR A SEGUNDONA!ISTO ANTES DA COMPETIÇÃO INICIAR!!Após vieram a regra inédita em 38 anos de brasileirão de sairem 8.Não contentes pois o time nem entre os 8 ficou fizeram pior:viraram a mesa para 12 clubes!!E o gremio entra em nono lugar na segundona.No caso colorado NÃO HÁ NENHUMA ALTERAÇÃO NAS REGRAS DA SULAMERICANA mas sim uma mudança ,devido ao fato da exclusão do peru das competições da fifa, nas regras DA LIBERTADORES(que é uma outra competição) as quais, para preencher estas vagas ,precisam definir critérios válidos sob o ponto de vista desportivo.Respeitando todos os pontos de vista , achamos que ser campeão da sulamericana pode ser um critério desportivo(por ser,atualmente, dentro das 4 linhas conquistado bem ao contrário de dar carteiraço para subir de divisão).Evidentemente critérios são visões subjetivas até certo ponto( o time mais antigo ,o que participou mais vezes,o que saiu de campeonatos nacionais...) e todos eles tem sua lógica e suas fraquezas.mas temos o direito e o dever de ir lá para defender nossa candidatura a uma das vagas porque fomos campeões de um dos campeonatos da comebol-presta atenção não fomos nono lugar,viu? - de forma invicta.Aliás ,queres saber o que é covardia?Leia a biografia do teu time escrita pelo peninha e veja o que ele escreve sobre 1991 - o ano que o imortal virou zumbi...

jo disse...

Sobre racismo institucional:a omissão de iludidos , porém bons ,torcedores do gremio(como voces do blog) faz com que bichos como este pessoal da GAS , MAFIA AZUL ,GERAL se instale a ponto da direção ,pasmem que isto é institucional,NÃO TER NEM AS CHAVES DA SALA ONDE ESTES BICHOS SE REUNEM PRA SE AGREDIR .Como é que ninguém reclama!?porque são filhinhos de papai ,tem sobrinho de presidente no meio e outras cositas más(caixa 2 pra dirigentes)

jo disse...

aliás bruno :porque teu time foi o último a aceitar negros?teu presidente sinhozinho até falou que não é racista pois tem até empregados negros (claro que de alma branca...)

jo disse...

ah bruno !Em 2005 o gremio foi campeão da segundona!kkkkkkk e teve até dvd!kkkkk.Olha; prefiro meu vina del mar que ,perto disto , é o TÍTULO!

Bruno Coelho disse...

Jo, até poderia responder a essas bobagens escritas por você (como se fosse novidade...), mas quer saber? Pra que vou perder o meu tempo com você? O seu caso já é perdido mesmo. Agora tenho coisas mais importantes para pensar. Portanto, fale com a minha mão. =P

Carolina disse...

Que fim de ano animal, uma pena que nao fomos campeoes. Falaram tanto do goias querendo nos ajudar, mas na realidade foram eles quem nos tiraram o titulo com a vitoria no olimpico. Mas tudo bem, temos a libertadores de consolo.
Que venha a america em 2009!!

Bruno Coelho disse...

Carol, apesar da perda do título, que é doída sim, acho que devemos comemorar. Primeiro porque perdemos de cabeça erguida. Cometemos erros no decorrer do campeonato, mas em nenhum momento o time desistiu e lutou até o final, contra o valente Atlético Mineiro. Segundo que fizemos uma campanha, de um certo modo, heróica. Se compararmos os valores arrecadados pelo São Paulo com o Grêmio, chega a ser covardia. Entre o G-5, o Grêmio é aquele que ainda passa por uma recuperação financeira de médio prazo, e mesmo assim, não terminou de maneira melancólica a temporada como Flamengo e Palmeiras. Terceiro e o mais importante. Temos um time de futuro. A Era Mano Menezes se encerrou em 2007 e 2008 iniciou um novo trabalho, com vários novos jogadores. Conseguimos formar uma boa base, que reforçada em 2009, pode ser um time muito mais forte do que foi o de 2007, quando chegou ao vice-campeonato da Libertadores. O trabalho não morre aqui. Até o co-irmão, que formou uma base vitoriosa, teve o seu trabalho iniciado em 2003 e 2004. Portanto, bola pra frente, pois o futuro é azul. ;-)

Carolina disse...

Bem falado, acho que concordo contigo. O time joga com garra, e a torcida aplaudindo o time ao final do jogo so mostra a confianca num futuro ainda melhor.
Pergunta aos dois colorados do blog: o que eh melhor? Ser segundo da primeira e classificado a libertadores ou ser campeao da sul americana mas sem libertadores?

Bruno Coelho disse...

Carol, interessante a sua pergunta, mas eles vão dizer que é melhor ter o tal “caneco no armário”. Mas seria legal fazer essa pergunta no começo deste ano. Pois ela seria outra, disso pode ter certeza.

O planejamento do Internacional para 2008 era garantir a vaga para a Libertadores 2009, de qualquer forma, com título ou apenas vaga para a principal competição sul-americana. O planejamento do clube no primeiro semestre era a Copa do Brasil, e não deu, pois o Sport passou pelo caminho. No segundo semestre, o objetivo era conquistar o Brasileiro ou ao menos ficar no G-4. Também não conseguiu. Por último, fez um grande lobby para a Conmebol com intuito de conseguir a vaga na Libertadores pela Sul-Americana, também não conseguiu.

São fatos, que mostram que o Internacional, com R$ 3,2 mi de folha salarial, tinha como objetivo máximo a Libertadores. Mas teve que engolir o Grêmio, com R$ 850 mil de folha salarial, chegar a esse objetivo. Aí, para evitar o mico, eles fazem todo esse marketing por volta da Sul-Americana, que é um torneio importante, mas longe de ser tudo isso que eles querem passar. E ser segundo colocado do Brasileirão é muito mais difícil do que ser campeão da Sul-Americana.

De qualquer forma, parabéns ao co-irmão pela conquista. Saudações do Imortal Tricolor.

PS: Disse que encerraria minha participação neste post, mas mudei de idéia. =P

Francinei Bentes disse...

Concordo contigo Bruno,

Com um elenco limitado, a menor folha salarial entre os que estavam disputando o título e com uma queda natural de rendimento durante o campeonato, eis que o Grêmio ainda chegou com chances na última rodada, fez o resultado que precisava, mas o resultado paralelo não veio. Não creio que agora seja hora de ficar vendo em qual momento ou em quais jogos perdemos o campeonato, pois acredito que seria praticamente impossível "segurar" uma reação como a do São Paulo, com 7 vitórias e 1 empate nos últimos 8 jogos, e que no segundo turno só perdeu do Grêmio, ainda na primeira rodada... e ainda mais com o time oscilante que temos.
Agora é acertar o time para tentar mais uma vez fazer uma campanha digna na Libertadores (sem eliminação na primeira fase, por favor, que isso é coisa da parte vermelha do estado)...

Milton disse...

Bom, ter titulo eh bom, mas eh melhor ter algo ainda mais grandioso pra buscar adiante. Um titulo da sul americana te da o que? Recopa? Nao leva ao mundial nem garante classificacao a libertadores. Campeonato gaucho eh consolo pra quem nao tem nada maior a correr atras, e eh por isso que caxias e juventude a valorizam tanto. Os vermelhos eu nao entendo por que, mas vai entender ne :)
Mas eu sou um daqueles que acredito que o inter deve buscar ser bi, tri, tetra, o que seja da sul americana, jah que fazem um trabalho tao bom com a competicao a varios anos. Vai ser bom pro estado ter um representante em cada competicao continental ano apos ano. A sul americana tem a cara deles.

Milton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.