terça-feira, janeiro 27, 2009

Ano III, Número 106

INÍCIO PROMISSOR


Após um empate considerado até normal lá em Santa Maria, o GRÊMIO estreou no Olímpico aplicando uma sonora goleada no Esportivo: 5x0, com gols de Ruy “cabeça de lâmpada”, Souza, Jonas, Alex Mineiro e Tcheco, sendo que estes dois últimos de pênalti.

Foi um jogo de um time só. E logo aos 15, segundos de jogo o GRÊMIO marcou um gol, que foi anulado pelo árbitro da partida. Este lance já dava uma ideia do que seria o jogo.

Destaque especial para a atuação do atacante Jonas, que acabou saindo como titular no lugar de Reinaldo, a única modificação em relação ao time da estreia no Gauchão. O que fica provado que o GRÊMIO não precisa de atacantes


O PENSAMENTO MÁGICO

O amigo e grande colaborador do BloGreNal, Paulo R. T. Sanchotente, lembra com propriedade nos comentários da edição anterior que parece que o GRÊMIO não quer um atacante, e sim um argentino.

Lembra que desde o tempo que o GRÊMIO buscava um goleiro, em 2007, todas as opções eram de atletas argentinos. Até que veio Saja.

Em 2007, tínhamos além do arqueiro oriundo do San Lorenzo, o zagueiro Schiavi, que acabou saindo do GRÊMIO após a Libertadores, sem antes fazer uma de suas melhores exibições no clássico que vencemos por 2x0 lá na casa deles, logo após a final contra o Boca Juniors.

Antes dele, o GRÊMIO teve em 2006 o zagueiro Maidana e o próprio Herrera, que agora estão tentando repatriar. Teve ainda em 2005 a passagem de um atacante que não jogou sequer um jogo oficial: Arangio.

Sinceramente, não sei porque a insistência do GRÊMIO em argentinos, uma vez que são raríssimos os casos de jogadores oriundos da terra de Maradona que deram certo por aqui.

Parece-me que existe um “pensamento mágico” que um argentino resolveria todos os problemas do GRÊMIO. Talvez até resolva, se vier um volante que venha e vista a camisa 5. Agora, insisto que o GRÊMIO não precisa de atacantes. O próprio Sancho lembra também que no site do GRÊMIO constavam 7 atacantes, Agora, apenas 6, pois depois do comentário dele o GRÊMIO dispensou Morales (comentários na seção ‘rapidinhas’).


UM CURIOSO GRE-nal FAZ ANIVERSÁRIO

Em 26 de janeiro de 1984 foi disputado um curioso GRE-nal de entrega das faixas. Enquanto o GRÊMIO recebia as faixas de Campeão do Mundo, os vermelhos receberiam as de campeão gaúcho. Como eles ficavam dizendo que o Rio Grande era vermelho apesar de o mundo ser azul, Renato Portaluppi acabou insistindo para o presidente Fábio Koff que providenciasse a marcação deste clássico.

O curioso é que Mário Sérgio, que jogou a final em Tóquio pelo GRÊMIO, estava no lado adversário no clássico, e mesmo assim recebeu a faixa azul, que colocou sobre a camisa vermelha.

Dentro das quatro linhas, 4x2 para o GRÊMIO e um banho de bola nos vermelhos. A prova cabal que o Mundo e o Rio Grande eram azuis.

A lembrança oportuna foi do blog GRÊMIO Libertador.


RAPIDINHAS

O promissor atacante Mithyuê sofreu lesão no joelho durante os treinamentos e terá que fazer uma cirurgia no joelho. Ficará seis meses afastado. Uma pena.


O zagueiro Wagner “Baloy” apresentou-se acima do peso ao técnico Celso Roth e foi mandado de volta para as categorias de base. Agora o GRÊMIO apressa-se em buscar um zagueiro para o grupo, uma vez que Thiego se lesionou.


Richard Morales foi dispensado do GRÊMIO. Seu provável destino será o futebol peruano.


Conclamo os leitores de ambos os lados para mandar e-mails para a CBF, para seus clubes e para os órgãos de imprensa para que um dos GRE-nais do Campeonato Brasileiro seja marcado para o dia 18/07, dia em que se completa 100 anos da disputa do 1º clássico da história.


Força, Xavante!


Anderson Pico, Danilo Rios, Bruno Telles, Rudnei... será que algum desses não poderia ir pro Brasil de Pelotas?


Adalberto Preis presidente da GRÊMIO Empreendimentos. Politicagem comendo solta no reinado da Rainha da Inglaterra.


Começou a Libertadores nesta terça.


Saudações imortais de quem disputará a Libertadores este ano,


Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração



O QUE É ISSO TITE ?

Não é possível que só Tite ainda não tenha percebido que a equipe melhora quando é substituído um volante de marcação por um meia ofensivo ou até mesmo por um atacante. É grosseiro o erro de Tite ao constatar, em entrevistas, que o INTERNACIONAL venceu a Taça Sudamericana por causa do esquema com três volantes de marcação. Não, as vitórias contra Boca Jr. e Estudiantes, dentro do Beira-Rio, só vieram quando um deles foi substituído pelo jogador de frente. Com os três homens de marcação de Tite, o INTERNACIONAL protagonizou duas atuações constrangedoras contra Santa Cruz e São José. Em ambas as partidas, quando Tite retirou um de seu três volantes de marcação para o ingresso de Taison, a equipe ganhou volume de jogo e esteve sempre no domínio das ações. Não é possível que só Tite ainda não tenha percebido algo tão evidente!

VOLANTES I

Cheguei ao final da temporada passada sem uma opinião formada a respeito da importância de Magrão para a equipe. Tinha convicção de que sua liderança é um ponto muito positivo, mas as atuações nunca chegaram a me agradar. Nessas duas primeiras partidas de 2009 formei minha opinião. Não gosto de Magrão atuando de segundo e muito menos de terceiro volante. Mas atuando de cabeça de área, o camisa “5” de ofício, o magro é uma peça fundamental. Possui invejável antevisão do lance e apurada saída de jogo. Será que Tite não percebeu isso ?

VOLANTES II

Domingo Tite brincou com o torcedor Colorado que enfrentou aquele calor senegalês e foi prestigiar o time no Passo D´Areia. A escalação dos obscuros Maycon e Rosinei e a preterição do garoto Taison foi algo revoltante. Há duas semanas cheguei a brincar se alguém sabia aonde andava o Rosinei, porque estava convicto de que o mesmo havia sido despachado do Beira-Rio. Mas não! Ele está aí. É uma das ovelhas do pastor Tite. E, já deu para perceber, será o carma do torcedor Colorado em 2009.

VOLANTES III

E o pior de tudo é que Tite gostou da brincadeira de mau gosto que nos aprontou domingo. A equipe está encaminhada para enfrentar o São Luís de Ijuí, amanhã, com a mesma formatação trágica e com a mesma meia cancha pífia. Só que no confronto do interior, é bom lembrar, não teremos a criatividade de D´Alessandro e Alex, que darão lugar a Andrezinho e Taison, respectivamente. Vai ser um filme de horror. Oremos!

REFORÇOS

Kléber e Alecsandro já estão em Porto Alegre. Kléber é lateral esquerdo de primeira qualidade e vinha figurando nas convocações de Dunga. A lembrança que tenho de Alecsandro é de sua passagem pelo Cruzeiro em 2007. Aprovou. Marcou vários gols. É centroavante de ofício, o camisa “9” que estava faltando em nosso grupo. Tem tudo para formar, ao lado de Nilmar, a melhor dupla de ataque do futebol brasileiro.

CAPITÃO

Guiñazu foi capitão contra o Santa Cruz e Bolívar contra o Zequinha. Gostei mais do “General”; exerceu a função com propriedade e desenvoltura, marcando o árbitro em cima do lance. Chamou-me a atenção o lance em que Nilmar entrou driblando 5 jogadores do Zequinha e foi derrubado pelo zagueiro adversário Samuel. Bolívar chegou rapidamente ao lado do árbitro e não precisou mostrar sua voz. Bastou um olhar para que o árbitro retirasse o cartão vermelho do bolso.

CELEIRO DE ASES I

Eu sei que o vizinho treme e sente calafrios quando ouve essa palavra. Mas, desculpa vizinho, não posso deixar de comentar o sucesso de Sandro, Tales e de Walter na seleção canarinho sub20. Sandro é o pilar da meia cancha. Walter é o atacante decisivo, responsável pelas duas primeiras vitórias. E o Tales, baita guri, começou no banco e já desbancou um tal de D. Costa (quem ?). Fica a pergunta ao vizinho: aonde estão os olheiros do Barcelona e do Real Madrid ? O fato, meu caro vizinho, é que o teu garoto de € 80 milhões ficou encabulado com a amarelinha no peito.

CELEIRO DE ASES II

Enquanto isso, aqui nos pagos, nossa gurizada barbariza. Em Santiago o time juvenil (Sub17), campeão gaúcho 2008, conquistou o caneco pela oitava vez após vencer o América-MG por 1x0 na final. Nas semifinais, a gurizada medonha eliminou o time do vizinho. Em Alegrete, no Efipan, a piazada do infantil (Sub15) conta com 100% de aproveitamento, incluindo o clássico triunfo de 2x0 sobre a vizinhança. AQUI NA ALDEIA PAMPEANA O COLORADO É PAPAI DESDE CEDO!!!


RÁPIDAS
.
Falei do Celeiro de Ases (para desespero do vizinho!) e não posso deixar de recordar. Há exatos 18 anos, em 27.janeiro.1991, Dener comandava a Portuguesa rumo ao título da Copa SP, vencendo na final o time do vizinho de Danrley e companhia.
.
Tchê, vizinho, mas essa tua vida é só sofrimento!
.
A propósito, eu gostaria de um comentário, mesmo que breve, do vizinho, a respeito da declaração de seu novo jogador, F. Santos.
.
Indagado num programa de rádio a respeito de sua predileção, caso não fosse jogador de futebol, o tricolor saiu-se com essa pérola: “ESPOSA DE JOGADOR DE FUTEBOL”.
.
Que tu acha vizinho ? Tem gosto para tudo, né ?
.
Arbitragem desastrosa do Sr. A. Daronco no Passo D´Areia.
.
O resumo está na declaração de um repórter da Rádio Band AM no momento de uma das tantas confusões: “o Daronco só falta chorar!”.
.
Arbitragem medrosa.
.
Marquinhos e Léo, revelações do time Sub18 que disputou a Copa SP, estão relacionados na delegação que viaja a Ijuí.
.
Olha aqui ô, com este material colocado a disposição de Tite, é inconcebível ver o time atuando com tão pouca criatividade e tão poucas opções de jogo.
.
Chiquinho mais uma vez, é novela carimbada no mês de janeiro. Mas, dessa vez, não se cogita sua utilização no grupo Colorado. Deve ser cedido ao Brasil de Pelotas.
.
Xavante que retornou atividades do futebol. C. Duarte, o Gaguinho, será o treinador, auxiliado por M. Estigarribia, cedido pelo INTERNACIONAL.
.
Força Xavante!
.
Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*38) e CAMPEÃO DE TUDO.
.
Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br

9 comentários:

Milton disse...

Porto, caro amigo, tenho uma palavra sobre o celeiro dos ases: se tem uma coisa que admiro muito no inter eh a formacao de grandes jogadores como nilmar, daniel carvalho, pato, renan, etc. Muitos clubes do pais nao tem tamanho privilegio de contar com boas pecas pra formacao de um time vindo das proprias categorias mirins.
Mas ate tu nao pode negar a qualidade de formacao do teu rival que veste azul. Alias, a maior honra que um jogador de futebol pode receber - a coroacao de melhor futebolista do planeta - foi dada ao Ronaldinho. Anderson eh jogador do Manchester, Carlos Miguel foi multicampeao pelo Gremio e mais tarde veio a jogar no colorado, Emerson foi titular da selecao por varios anos, enfim... nos estamos acostumados a formar grandes jogadores. Papai ensinou bem os vermelhos!
Sobre a declaracao, me lembra o Claudiomiro dizendo que estava feliz por jogar na terra onde Jesus nasceu. Nao acredito que o claudiomiro falou uma bobagem dessas, afinal, todos nos sabemos discernir o novo mundo do velho, entao so pode ter sido uma pegadinha no reporter. O mesmo com o Fabio.

Luiz Portinho disse...

pois olha Milton, declaração folclórica essa. não pude deixar passar! (saiu no blog do Wianey). o Celeiro de Ases é celeiro porque não tem fim, é permanente. a revelação de talentos, na azenha, é mais rara.

San Tell d'Euskadi disse...

Em breve um "post" exclusivo pelo Gre-Nal do Centenário.

A idéia (com acento até 2012) já saiu no ZH de hoje...

DJ Aldebaran disse...

Na verdade os acentos em "ideia" e "estreia" são facultados desde 2009 até 2012, quando ambas as regras são consideradas corretas. Eu já estou me adaptando às novas regras e grafando "ideia", "estreia", "heroico", "Lindoia" e similares sem o acento.

San Tell d'Euskadi disse...

Eu sei, Aldeba. Eu coloco o parênteses para evitar que me corrijam. Até 2012, fico com a velha regra.

Luiz Portinho disse...

1. tá, mas vão ficar debatendo ortografia ?!
2. juro que pensei que o aldeba dedicaria mais espaço à dispensa do "chengo"...
3. Baloy ?! é aquele mesmo ? ainda se encontra vinculado à azenha ?
4. O Baloy não tava no episódio da poltrona 36 ?
5. e o D. Costa hein ? nenhum comentário sobre as atuações dele na SUB 20 Aldebaran ?

DJ Aldebaran disse...

Não é o mesmo Baloy. Eu que chamo este zagueiro da base de Wager Baloy pq ele é muito ruim, assim como o panamenho.

Luiz Portinho disse...

e o tal de "Chengo" ein Aldeba ? vais sentir saudade dessa bola ?

DJ Aldebaran disse...

Porto, se tu leres a edição nro. 85 do BloGreNal, datada de 01/09/2008, já havia deixado registrada minha opinião sobre a contratação do "Chengue". Por mim, nem deveria ter vindo.