terça-feira, abril 14, 2009

Ano III, Número 117

INTERNACIONAL x CAXIAS


O Colorado chegou à final passeando. Aliás, passeou durante todo o certame. Já o Caxias teve grandes dificuldades, até encontrar o time do vizinho e enfiar um sonoro 4x0 que mudou completamente sua história no certame. De praticamente eliminado ganhou vida, eliminou Veranópolis e Juventude fora de seus domínios e chega à decisão como franco atirador. Mas todo o cuidado será pouco. Assisti à segunda etapa do CaJu e fiquei com boa impressão do time armado por Argel. Possui dois atacantes rápidos e perigoso, especialmente o M. Dener. E, acima de tudo, é um time que assimilou muito bem a alma guerreira de seu treinador. Uma coisa é certa, não teremos as mesmas facilidades encontradas contra a ULBRA, nas semifinais, e o Portoalegrense, nos três confrontos que tivemos.


INTER 4x0 ULBRA


O time nitidamente se poupou na segunda etapa. Com 2x0 em 15 minutos e uma superioridade escancarada, o Internacional tratou de administrar a vantagem. O jogo ficou chato e tive vontade de ir embora do Bar do Bocão. A ULBRA bem que podia ter convertido a penalidade e conferido um pouco de emoção ao final de domingo; mas não, errou e logo em seguida o Colorado anotou o 3º gol. Ficou sem graça.


CONTESTADOS I


Torcida e imprensa, ao que parece, sempre necessitam encontrar jogadores para colocar em dúvida. Lauro, Bolívar e Álvaro são os nomes da vez no Internacional. Só tenho a dizer que os três jogadores não precisam provar mais nada; tiveram atuações fantásticas na campanha da Sudamericana e ajudaram a consolidar nosso sistema defensivo. Não vou ecoar as críticas com base em uma ou duas má atuações ou por causa de um ou dois golos acidentais.


CONTESTADOS II


O engraçado é que os “contestadores” de Lauro, por exemplo, são os mesmos que assistiram a Clemer empilhar “frangos” e lances constrangedores envergando durante temporadas a camisa número “1”. Eu nunca vi os “experts” de nossa imprensa que criticam Álvaro utilizarem suas penas afiadas para criticar zagueiros limitadíssimos como Tiego´s e Léo´s da vida. E aos que criticam o Bolívar, eu só peço que me tragam um, um único gol, que tenha saído pelo lado direito de defesa do Internacional, numa falha do General. Desde que Bolívar foi efetivado no setor, nunca mais tivemos problemas defensivos por ali. Portanto, os “contestadores” de plantão que dirijam suas penas e línguas para outras bandas.


BONANÇA I


Quando a maré está boa, tudo conspira a favor. Taison e Guiñazu estavam suspensos e não puderam atuar domingo. Alecsandro ingressou na equipe e além do gol teve ótima participação ofensiva. No lugar de Guina entrou D´Alessandro e foi mantido Andrezinho, possibilitando à equipe atuar no esquema ideal com um quadrado na meia cancha, ao invés do losango que, tenho dito, é demasiado cuidadoso para enfrentar equipes de menos qualidade técnica, como era o caso da Ulbra. É claro que, aqui, não se pode negar elogios à diretoria que teve habilidade para montar um ótimo grupo, com reposições qualificadas e à altura dos titulares.


BONANÇA II


Para se ter uma idéia, temos promessas do quilate de Walter e Giuliano no banco de reservas. E a torcida sempre espera ansiosa para vê-los entrar na equipe. Tales, outra grande promessa, e D. Moraes, que seria titular em qualquer clube do país, nem no banco de reservas figuram por enquanto. Sorondo, que em outros tempos teria seu retorno apressado, está submetido a um retorno planejado, que certamente será fundamental à superação do processo de lesões crônicas que vinha sofrendo. E, por fim, o 4-4-2, ao que parece, virou filosofia tática definitiva. Enfim, que bons tempos estamos vivenciando no Beira-Rio.


RAPIDAS

.

A vitória por 2x1 contra o Guarani, em Campinas, deve ser valorizada. Nunca foi fácil ganhar do "bugre" lá dentro do Brinco de Ouro.

.

Confirmando a classificação no dia 22, dentro do Beira-Rio, enfrentaremos o vencedor de Náutico e Criciúma.

.

Nosso lado da chave ainda tem Flamengo e Botafogo. No outro lado estão Fluminense, o Corinthians e o Galo Mineiro como adversários mais perigosos.

.

Falei acima sobre Bolívar. O mais engraçado é que li jornais e colunas na segunda-feira e não vi sequer um elogio à grande atuação que o General teve domingo.

.

Final de semana de jogos importantes pelos quatro cantos do Brasil. Movimentação ampla nos regionais.

.

E o vizinho hein ? O que terá feito no final de semana ?!

.

O único clube que disputa o Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão que não jogou no final de semana foi esse aqui da vizinhança.

.

Tchê, que azar teve o vizinho de nascer em Porto Alegre e não ser um dos 60% de sortudos de nossa população que torce para o INTERNACIONAL.

.

Assisti Palmeiras x Santos. Dois belos times hein!

.

Corinthians e São Paulo também são equipes bem competitivas.

.

Agora, o futebol carioca é decadência pura!

.

Sobre Minas Gerais não tenho o que falar, não pude assistir sequer um jogo dos mineiros. Agora, com D. Tardelli de grande destaque a coisa não pode estar muito bem por lá.

.

Vem aí a finalíssima da Taça F. Koff.

.

Repito, todo cuidado será pouco contra o Caxias de Argel.

.

A propósito, será que F. Koff vai ao Beira-Rio domingo entregar a taça ao campeão ?!

.

Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*38), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.

.

Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br


NAU À DERIVA

O GRÊMIO hoje é uma nau a deriva. Sem timoneiro, sem capitão e com uma tripulação desesperada. Nossa direção, como bem mencionou o Sancho na semana passada, está mais focada em fazer revanchismo e exaltar vaidades do que propriamente comandar o clube de forma profissional como houvera prometido na eleição. Aliás, a profissionalização da gestão foi uma promessa DAS DUAS chapas que disputaram a presidência. No entanto, o resultado desta gestão está aí, para quem quiser ver.


PAULO AUTUORI

Hoje estamos sem técnico, pois fomos obrigados a corrigir o erro de ter renovado com Celso Roth no final do ano. O nome preferido para ocupar a vaga deixada por nosso ex-treinador é Paulo Autuori. Sem dúvida, um técnico experiente, vencedor e que possui duas Libertadores e um Mundial no currículo. No entanto, não teve uma boa passagem quando treinou os vermelhos. Levou 4x0 do Juventude em casa nas semifinais da Copa do Brasil e acabou perdendo um Gauchão para um GRÊMIO treinado por... Celso Roth. Mesmo assim, seria um bom nome para assumir o GRÊMIO neste momento.

No entanto, Paulo Autuori está no futebol árabe, e mesmo declarando que quer voltar para o Brasil e treinar o GRÊMIO, está encontrando dificuldades para deixar o Al-Rayyan antes do final de seu contrato, que termina em maio. As últimas notícias dão conta de que Renê Weber, auxiliar técnico de Autuori, pode assumir o comando técnico do GRÊMIO até que nosso comandante possa vir em definitivo.


RENATO PORTALUPPI

Enfim... parece que há uma convicção em torno do nome de Paulo Autuori.

Até porque a segunda opção da direção seria Renato Portaluppi. Ele tem o sonho de treinar o GRÊMIO e a aprovação de grande parte da torcida. No entanto, apostar no Renato neste momento seria mais uma vez fazer valer o 'pensamento mágico' que um ídolo do clube seria a salvação para nossos problemas. E assim já queimamos muitos jogadores que tinham idolatria por parte da torcida gremista. Adilson, Cuca e Hugo de León foram exemplos disto.

Renato ainda tem que evoluir como técnico para assumir um desafio com a grandeza e a responsabilidade (maior pra ele por ser um ídolo da torcida) de treinar o GRÊMIO. Principalmente, precisa aprender a ser menos arrogante. Precisa também adquirir experiência treinando algum time de fora do Rio de Janeiro. E principalmente, precisa voltar às suas origens de gringo de Guaporé, deixando de lado aquele sotaque adquirido de falar "você", chiar o S e dobrar o R.


A SAÍDA DE ROTH

Sobre a saída de Celso Roth, li no blogue irmão Furacão Alvinegro, do amigo Ney Pacheco, sobre o fato de a má fama de Celso Roth ser injustificada.

Também, algumas palavras pra fazer um contraponto às opiniões de meu grande amigo e confrade Paulo Sanchotene, que mais uma vez ocupou este espaço com brilhantismo. Temos divergências de opinião em alguns pontos, mas é muito bom ele poder escrever aqui até pra o espaço não ficar ‘viciado’ com a mesma opinião toda a semana.

Pois a direção precisou, sim, do fato pra ‘jogar pra torcida’ a demissão do Roth, quando o certo seria não ter renovado com ele no final do ano. Pra daí sim apostar no planejamento. Técnico novo, carências do time identificadas e supridas, GRÊMIO entrando na Libertadores da forma de que lhe é exigida pela sua grandeza: para postular ao título. Aliás, o certo seria nem tê-lo contratado, mas...


A SAÍDA DE ROTH II

Perdemos a Taça Fernando Carvalho por culpa do malfadado esquema 3-6-1 implantado pelo Celso Roth. E como já foi dito aqui, ganhando este 1º turno, estaríamos com o 'burro na sombra' e poderíamos ter a tranquilidade de descansar o time titular durante TODA a Taça Fábio Koff, afinal já tínhamos pontos suficientes para um não-rebaixamento mesmo se perdêssemos TODAS as partidas do returno.

Ao contrário do que os vermelhos dizem, o Gauchão é sim importante para o torcedor. Eu sempre digo que Gauchão é o ‘dever de casa’, que todo o bom aluno tem que fazer. Não ganhar o título faz parte de tentar ganhá-lo. Menosprezar o campeonato e municiar os vermelhos é um erro monstro. Além do mais com o técnico tendo o discurso de que 'Gauchão é só importante quando se perde'.


A SAÍDA DE ROTH III

Entramos pressionados no returno. Afinal, o torcedor queria uma vitória em GRE-nal. Sendo que até então havíamos perdido os 3 últimos. Colocando dois ‘mistões’ contra São Luiz e Caxias (ou até mesmo um time misto contra o Caxias, não todos os titulares) a gente não teria saído do Estádio Centenário com um 4x0 nas costas e um GRE-nal prematuramente marcado. Parece até que eu previa aqui neste espaço que aconteceria isto. Nestas circunstâncias, iríamos de time reserva pra jogar contra ULBRA, Santa Maria ou quem quer que fosse. E deixaria os titulares descansando pra encarar o Aurora. Sendo que Roth já havia chamado pra si as atenções da crise quando passou em público aquela carraspana sem propósito e desproporcional no garoto Douglas Costa, com quem era flagrante a implicância.

O monstruoso erro de planejamento praticamente obrigou o GRÊMIO a colocar os titulares pro clássico citadino. Afinal, que confiança se teria pra escalar um time que leva 4x0 de uma equipe fraca como o Caxias? Estaríamos na iminência de um vexame sem proporções. E também a direção queria a vitória no clássico. Afinal, estava marcada por duas derrotas em dois enfrentamentos contra nosso tradicional adversário. Roth queria os reservas com a justificativa no ‘planejamento’, que se mostrou falho e precisava ser refeito. Isto parece ter quebrado de vez o copo, que já estava trincado desde o clássico de Erechim e a rachadura só aumentou, estando por um fio de quebrar de vez após o episódio que antecedeu o jogo contra o Caxias.


A SAÍDA DE ROTH IV

Novo clássico, nova derrota. E dos três GRE-nais, foi o que o técnico melhor escalou o time. Afinal, na impossibilidade de contar com Ruy, lesionado, deslocar Souza para a ala parecia ser a melhor solução, pois ele já desempenhara esta função no São Paulo. Para isto, foi promovida a entrada de Thiego no time, para compor o sistema defensivo, com Réver desempenhando a função de 1º volante. Mas Souza estava muito nervoso e, mais uma vez, não jogou bem.

No entanto, pareceu funcionar a ideia de Roth de marcar forte o adversário com o intuito de neutralizar suas ações. Tanto que eles praticamente não criaram durante todo o 1º tempo. O pênalti contra nós foi corretamente marcado.

E a vitória deles veio muito pela qualidade do grupo do adversário, pelo melhor momento deles do que propriamente por demérito nosso.


A SAÍDA DE ROTH V

No fim, os gritos de ‘Odone, Odone, Odone’ do torcedor presente ao estádio, que se temia que viessem a se repetir contra o Aurora, era o sinal claro que a direção precisava dar à torcida a cabeça que eles pediam com razão.

Para encerrar, a má fama de Celso Roth está plenamente justificada. Basta ver em seu próprio site oficial os títulos que ele conquistou em quase 20 anos de carreira como técnico.

Celso Roth deixa o GRÊMIO. Tomara que para nunca mais voltar.


VAGA PRATICAMENTE ASSEGURADA

Há quem diga que eu não escrevi a coluna semana passada pois estava comemorando até agora a saída do Roth. Mas não. Terça tinha GRÊMIO X Aurora, pelo início do returno da fase de grupos da Libertadores.

Se o GRÊMIO adotou como discurso a prioridade à Libertadores, nesta competição vai muito bem, obrigado. Conquistamos 10 pontos dos 12 disputados, somos o time brasileiro de melhor campanha e um simples empate contra o Universidad de Chile nos assegura matematicamente na próxima fase. E uma vitória, combinado com um improvável triunfo do Aurora sobre o Boyacá Chico, podemos assegurar até mesmo o 1º lugar, jogando a última rodada apenas para garantir uma melhor posição entre os primeiros colocados, assim assegurando melhores possibilidades de garantir os jogos de volta em casa.


VAGA PRATICAMENTE ASSEGURADA II

O Aurora não impôs nenhum tipo de dificuldade ao GRÊMIO. Foi um adversário fácil de ser batido. A superioridade do GRÊMIO em relação ao time boliviano ficou tão evidente que saímos de campo com a sensação de que os 3x0 aplicados ao natural pelo GRÊMIO ficou barato.

Como destaque positivo ficou Maxi Lopez. Em sua primeira boa atuação com a camiseta do GRÊMIO, um belo gol de cabeça anotado. Agora, lamentável a posição do P. E. Denardin ficar incentivando a torcida a gritar “Barbie, Barbie, Barbie”.

E como destaque negativo fica outra atuação muito abaixo da crítica do meia Souza. Parece irritado, e que não está a fim de jogo. Para administrar a situação dele precisamos de uma direção atuante, coisa que infelizmente ficou em algum lugar do passado.


RAPIDINHAS

Vagner Mancini falou nesta segunda no programa “Bem, Amigos” que saiu do GRÊMIO por causa do Pelaipe. Que nosso ex-diretor de futebol destratava as pessoas nos hotéis e entrava no vestiário berrando e chutando porta. E tem gente que quer de volta este “Cacalo sem grife”.


Da mesma forma que temos a campanha “Roth nunca mais”, seguimos firmes e fortes na campanha “Pelaipe nunca mais”.


Final do Gauchão entre matriz e filial.


Rafael Carioca pode voltar ao GRÊMIO por empréstimo até o final do ano. Tá aí uma excelente notícia.


Victor; Leo, Rafael Marques e Réver; Makelelê, Adilson, Tcheco, Souza e Fábio Santos; Jonas e Maxi Lopez. Este é o provável time pra encarar o U. de Chile nesta quarta-feira às 21h45min.


GRÊMIO pode pagar até US$ 1 milhão pelo meia Renato, que está praticamente acertado.


Louvável a intenção do GRÊMIO de montar uma comissão de Marketing dentro do Conselho Deliberativo. Agora basta saber se o ‘poder instituído’ dentro do GRÊMIO não vai ficar tolhendo as ações desta comissão. Afinal, existe uma máxima do serviço público que diz que ‘a melhor forma de não resolver um assunto é formar uma comissão’.


Saindo um pouco do assunto: para quem curte Fórmula 1, vale a pena dar uma passada no Blog do Capelli para conferir as reformas em Suzuka. Mudaram as arquibancadas, os boxes, a torre de controle... só não mudou justamente o que NÃO era pra mudar: a pista. Ainda está em minha memória o título de Ayrton Senna em 1988, naquela madrugada inesquecível para os fãs de automobilismo.


Saudações imortais de um bi-campeão da Libertadores da América,


Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

23 comentários:

Milton disse...

Porto, 70 ou 30, 60 ou 40, fato eh que 100% do rio grande estava acompanhando a libertadores da america.

Melhor brasileiro na copa libertadores ate agora, estou satisfeito com o desempenho fora de casa. Vi 15 minutos do jogo e consegui assistir aos dois gols; parece que a sina de perder gol feito de foi.

DJ Aldebaran disse...

Milton, o Porto chuta números mas não os comprova. Eu parei de me preocupar com torcida no RS, já é palhaçada. Afinal somos a maior torcida do Brasil fora do eixo RJ-SP. E isto é comprovado.

Milton disse...

Pois eh, Aldeba. Mas pro colorado desavisado ou desatualizado (vide porto), aqui estao dois links para revisao:

http://datafolha.folha.uol.com.br/po/ver_po.php?session=538

http://gallupnobrasil.blogspot.com/2008/05/maior-pesquisa-da-histria.html

jo disse...

ser colorado no beira rio é o sonho do dono de bar:é o único lugar onde o fregues é quem serve as taças!kkkkkkkkkkkkkk

jo disse...

alias milton ,aldebaran ,sancho e pijamas em geral:porque não teve nenhum dirigente gremista na festa do centenário colorado apesar de terem recebido convite???Nós fomos na de voces(apesar da cerveja quente e do salgadinho frio).Será porque o gremio em mais de 100 anos não aprendeu a aceitar derrotas?Desculpa ter batido tanto em voces em 2009....

Milton disse...

Fizeste a pergunta no lugar errado, moranguinho; eu, o aldeba, sancho etc nao somos dirigentes do gremio. Sugiro esse link pra fazer a pergunta pro pessoal certo:
http://www.gremio.net/contact/form.aspx?language=0
No mais, saudacoes!

Bruno Coelho disse...

Jo, você é mal-informado. O Grêmio foi muito cordial com o centenário do Inter, inclusive, divulgando os parabéns em seu site (link: http://www.clicrbs.com.br/especial/rs/intercentenario/19,0,2465319,Mensagem-no-site-do-Gremio-parabeniza-o-Inter.html).

Além disso, Duda Kroeff iria sim à festa, mas por causa da forte chuva e do engarrafamento no caminho, ele teve que desistir (mais um link: http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Campeonato_Gaucho/0,,MUL1073733-9836,00.html).

Não custa nada buscar algumas informações antes de fazer questionamentos sem nexo algum. =D

Luiz Portinho disse...

o milton,

1) como bom usuário de pijama, é um cara que acredita piamente em pesquisas;

2) o josué pisou num calo que pelo visto doeu... de fato, uma falta tremenda de cortesia por parte do pessoal de DNA arrogante essa aí de não comparecer às comemorações do CENTENÁRIO COLORADO!

3) fecho contigo Josué, não aprenderam a perder... mas vamos compreender a dor dos caras, deve ser terrível tentar por mais de 60 anos inverter nossa vantagem, estar sempre correndo atrás e nunca chegar... e levar 4 lambadas na cola, sem dó... bah! é muito sofrimento tchê!

Bruno Coelho disse...

Porto, o problema do colorado não é apenas uma pesquisa, e sim TODAS. Pelo menos, nós gremistas temos alguma base argumentativa para afirmarmos a nossa superioridade. E você? Onde tirou que 60% do Rio Grande do Sul é colorado? Apresente fontes. Ou vai chutar números mais uma vez, como costuma fazer. =P

Sobre a ausência de Duda Kroeff, não foi falta de cortesia, isso já foi muito bem explicado e negar os fatos apenas mostra como há colorado com neura em criticar os gremistas de qualquer maneira.

San Tell d'Euskadi disse...

Eis a homenagem do Grêmio no aniversário de 99 anos:

http://www.youtube.com/watch?v=Sxq-J6RMeFE&eurl=http%3A%2F%2Fcaouivador%2Ewordpress%2Ecom%2Ftag%2Finternacional%2Fpage%2F3%2F&feature=player_embedded

Sem mais.

Bruno Coelho disse...

Digamos que nessa festa, o nosso representante Túlio Macedo foi cordial até demais. =P

Milton disse...

Porto, cada vez mais tu me confirmas que es uma pessoa muito arrogante. Um pouco de pesquisa nao faz mal a niguem, e a ti e ao jo faria muito bem.

Qual mesmo a tua profissao ou carreira?

Saudacoes,

Carolina disse...

Porto,

Como tem sempre sido, eh um cara que acredita religiosamente em contos populares.

Mas que ta pegando mal pra ti essa historia de arrogancia eu tenho que concordar com o milton. Nao vejo declaracoes arrogantes vindo do lado gremista do debate, mas de ti e do jo por outro lado... so faz como o bruno sugeriu e da uma pesquizada antes de dar mais uma declaracao furada.

Beijos,

DJ Aldebaran disse...

Porto, basta tu dizer no que tu te baseia pra afirmar que a relação entre as torcida é 60 pra 40 em favor de vocês.

E outra: como bem falou a Carolina, os únicos que vêm dando demonstrações de arrogância aqui é tu e o Jo (que pra mim são uma pessoa só), o que demonstra também o DNA INCOERENTE de vocês, que nos acusa de arrogantes, mas usando da arrogância.

Ricardo disse...

Galera, eu só sei que já faz tempo que não vejo mais gremista na rua!!! Sendo assim, das duas uma: a torcida é realmente muito menor que a do COLORADO, ou é torcidinha de ocasião...

Abraço do campeão INVICTO, eterno PATRÃO

Bruno Coelho disse...

Inicialmente, meus parabéns aos colorados pelo título. Agora, Ricardo, “torcidinha de ocasião”, você está de brincadeira. Mesmo com a melhor fase do rival, a Torcida do Grêmio geralmente supera o Inter em médias de público, mesmo com Beira-Rio tendo maior capacidade de abrigar torcedores do que o Olímpico. Então, menos. =D

San Tell d'Euskadi disse...

Ricardo,

Um exemplo. Quando o Inter foi campeão gaúcho em 1997, fiquei com a impressão que os colorados brotavam literalmente do chão. Afinal de contas, não era possível haver TANTOS. Desde 1992, que eu não os via. Ficaram quatro anos desaparecidos. Porto Alegre era uma cidade completamente AZUL.

Torcedor É de ocasião. Acostume-se...

Um abraço.

jo disse...

GREMISTA ARRANJOU A DESCULPA MAIS ESFARRAPADA , O TRANSITO E-OU A CHUVA,PARA NÃO IR COMO SE O TRANSITO E A CHUVA FOSSE UM EMPECILHO SÓ PARA ELES ,NÉ?ME POUPEM DE TANTA BOBAGEM!O SOUZA PELO MENOS DESTILOU SUA INVEJA SINCERA O QUE NO CASO DE VOCES ,É LUCRO(DEVE SER PORQUE ELE NÃO É GREMISTA ,SÓ UM PROFISSIONAL QUE JOGA NO GREMIO...).NUNCA FALTAMOS AO ANIVERSÁRIO DE VOCES(APESAR DE BEM POBRINHO!KKKKK)

jo disse...

ATÉ HOJE ELES TENTAM EXPLICAR COMO QUE A TORCIDA DELES SENDO MAIOR TEM O ESTÁDIO MENOR....

Bruno Coelho disse...

Hahahahahahaha” Impressionante como há gente que não se toca mesmo. Mesmo com todos os fatos, não é que ele insiste em escrever bobagens para nos criticar.
Agora tem uma coisa: “ATÉ HOJE ELES TENTAM EXPLICAR COMO QUE A TORCIDA DELES SENDO MAIOR TEM O ESTÁDIO MENOR....” – Será porque o Beira-Rio foi construído depois do Olímpico? Pelo amor de Deus. O que uma coisa necessariamente tem ligação com a outra.
Aliás, Krug, como se não bastasse o banho de várias pesquisas mostrando a nossa superioridade, pela 14ª vez seguida o Grêmio foi o clube mais lembrado pelos gaúchos de todas as classes sociais, pela pesquisa Top of Mind. Está perdendo a graça.

jo disse...

pesquisinha de shopping ...kkkkTão fria que ,pasmem , o gremistão hiltor mombach estranhou que após 2006 do título mundial e sulamericano o gremio cresceu absurdos14 por cento e o inter encolheu....kkkkkkkPesquisa seríssima!Vou comprar umaa destas para mostrar que 99,99999999 por cento das mulheres do planeta são apaixonadas por mim....kkkkk

jo disse...

bruno bobagem é tu acreditar que transito e chuva só impedem gremista de chegar a uma festa como se os outros não tivessem que enfrentar estes problemas!Não te faz de santo que tu te faz de morto pra ganhar sapato novo!!!

Milton disse...

Ate pesquisa de shopping eh mais veridico do que um ditado popular. Ou tu e o porto acreditam em saci perere e curupira tambem?