quarta-feira, setembro 30, 2009

Ano III, Número 141

EMPATE DESEJADO
.
Foi um absurdo a realização da partida nas condições climáticas que tínhamos domingo. O gramado estava impraticável para o futebol e, inclusive, colocou em risco a integridade física dos atletas. Agora, inaceitável mesmo foi a postura do INTERNACIONAL que, aparentemente, trabalhou pela realização do jogo, mesmo diante de todas as adversidades. Não houve sequer uma declaração ou movimento em sentido contrário; aliás, a cena dos funcionários passando o rodo no gramado para retirar o excesso d’água revela a exata intenção de colocá-lo em mínimas condições de jogo. Tudo leva a crer que o INTERNACIONAL quis jogar debaixo d’água e, portanto, deve se quedar satisfeito com o 0x0.
.
FORA DE PROPÓSITO I
.
Ouvi com atenção a entrevista de Tite após o empate contra a U de Chile e antes do jogo contra o Flamengo e fiquei deveras preocupado. A justificativa do mau momento da equipe pelos desfalques e pelo argumento de que ainda se está atrás do sistema de jogo ideal contraria o bom senso. Nas duas últimas temporadas, o INTERNACIONAL é visto, inclusive no centro do país, como o clube de melhor plantel do futebol brasileiro. Não há, pois, razões para lamentar desfalques.
.
FORA DE PROPÓSITO II
.
As técnicas de neurolinguistica do Sr. A. Bachi não são capazes de explicar o inexplicável. Um clube com política de futebol e planejamento adequado não pode chegar em outubro sem esquema de jogo e time definidos. A mudança do sistema, conforme resultados e adversários, é um desserviço ao padrão de jogo, fundamental ao sucesso de qualquer time. O próprio rendimento individual dos atletas está umbilicalmente atrelado à mecânica de jogo. Há inúmeros casos de jogadores medíocres que tiveram boa produtividade quando ingressaram em equipes com bom padrão de jogo, e vice versa.
.
FORA DE PROPÓSITO III
.
Não se pode admitir que, há dois meses do final da temporada, o treinador esteja a fazer experiências com o grupo de atletas e a buscar o esquema de jogo ideal. O futebol castiga, sempre digo. Domingo tivemos a escalação de Maicon, sob a justificativa de reforçar a marcação e liberar Sandro. Mas Sandro é o cabeça de área. Atuando na primeira função chegou à seleção brasileira. É reconhecidamente um dos melhores jogadores da posição em atividade no país. Não se trata de vetar o ingresso de Maicon no time. Mas está mais do que evidente que isso só pode acontecer (após a venda de Magrão) quando Sandro não estiver apto. Maicon e Sandro não devem atuar juntos, sob pena de atuarmos com um jogador a menos que o adversário.
.
FORA DE PROPÓSITO IV
.
D’Alessandro não teve condições de jogar e foi substituído por Maicon. Não há dúvidas de que Tite faz mau uso do grupo de atletas. E não se cogite falta de opções, porque estavam no banco de reservas Marquinhos e Edu (de ótima atuação na quarta-feira contra os chilenos). Aliás, tenho convicção de que Edu na quarta função da meia cancha, buscando jogo e se juntando aos dois avantes (Taison e Alecsandro) poderá render muito ao time. Bolivar, Indio, Eller e Kleber; Sandro, Guinazu, Andrezinho e Edu; Taison e Alecsandro. Qualquer treinador faria chover (ou, no último domingo, secar o gramado) com este time.
.
NACIONAL
.
O time do Muricy levou um sufoco danado, mas venceu. São Paulo empatou clássico com gol impedido. Goiás recebeu a visita do marido fiel. Galo Mineiro despachou o Santos e voltou a freqüentar a ponta de cima da tabela (olha o Roth aí gente!). Título e vagas do G4 totalmente em aberto,embora Muricy, como de costume, esteja fazendo todas as lições recomendadas para ficar com o caneco.
.
D’ALESSANDRO
.
A propósito do argentino, na sexta-feira da semana que encerrou surgiu a notícia de que se encontra sem condições de jogo. No domingo não atuou porque sentiu lesão. Por que, então, foi escalado na partida contra a U de Chile pela Sudamericana ? É evidente a má vontade do argentino; quando quer joga bola (foi assim quando veio do banco na partida contra o Galo Mineiro, em que decidiu a partida). Um clube não pode ficar refém de jogador, mesmo que este tenha qualidades técnicas distintas.
.
RAPIDAS
.
Comentei o confronto contra a U de Chile em meu saite pessoal na postagem ULTIMA NOITE DE INVERNO.
.
A propósito, empatamos em 1x1 numa partida em que o adversário deu um único chute a gol e marcou; tivemos umas 10 chances de gol. Nos dias seguintes uma avalanche de críticas na imprensa.
.
Engraçado, a turma de azul estreou na Libertadores contra esta mesma U de Chile, na azenha, e ficou no 0x0, nas mesmas circunstâncias. Nos dias seguintes choveram elogios ao desempenho do time.
.
Dois pesos e duas medidas ?
.
Cálculo/prognóstico de P. Pires da Rádio Band é desanimador. INTERNACIONAL teria de fazer 30 pontos em 36 a disputar para chegar ao título.
.
Já o Palmeiras precisaria de apenas 26 em 36.
.
Teremos de secar, e muito, o time do Muricy. Final de semana é clássico contra o Santos. E o W. Luxemburgo está mordido com a turma do palestra. Boa chance de nos aproximarmos, caso façamos nosso dever em Curitiba.
.
E o vizinho, ainda acredita que vai ganhar algum título nesta temporada ?
.
Tite vai repetir a escalação utilizada contra o Flamengo em Santiago do Chile.
.
Ou seja, Maicon segue na equipe.
.
Parem o mundo que eu quero descer.

.
Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*39), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.
.
L. Portinho

DERROTA ESPERADA

Pelo que vinha sendo comentado aqui neste espaço, a derrota para o Goiás não foi nenhuma surpresa. Voltamos a cometer erros que cometemos das outras vezes. A diferença é que desta vez saímos ganhando e estávamos com um bom nível de atuação até sofrermos o gol de empate.

O segundo tempo foi praticamente uma espera pelo inevitável gol da virada do esmeraldino, que veio com um esquema de jogo onde o Fernandão fazia as vezes tanto de um meia que buscava o jogo quanto de um segundo atacante.


DERROTA ESPERADA II

Se uma vitória poderia me fazer acreditar na possibilidade de chegarmos na Libertadores, afinal o jogo era contra adversário direto e nós sempre enfrentamos sérias dificuldades quando jogamos em Goiás, independente do adversário (lembrem-se dos 4x0 sofridos contra o Anapolina), a derrota ratifica o pensamento anterior. Não há mais tempo para fazer as contratações que o GRÊMIO precisa. E com este grupo, o que nos resta é esperar 2010 e torcer que ao menos a gente ganhe o “campeonato interno”, que seria terminar na frente deles e, de preferência, vencer o GRE-nal lá no pardieirão.


AUTUORI

Parece claro que, desta vez, a responsabilidade dos maus resultados, principalmente fora de casa, não passa pelo técnico. Afinal, creio que ele faz o melhor que pode com o material humano que dispõe. Ele é um treinador de características diferentes de Celso Roth e Mano Menezes, que tinham o mérito de tirar ‘leite de pedra’, embora o primeiro tivesse a incrível capacidade de destruir o que ele mesmo construía com suas convicções esdrúxulas, tipo o 3-6-1 da Ponte Preta rebaixada.


AUTUORI II

Autuori tem características mais ‘acadêmicas’, e sempre que teve bons times na mão conseguiu fazê-los chegar a títulos. No entanto, quando o grupo é no máximo mediano, como é o caso do GRÊMIO atual, seu trabalho tende a não aparecer. Talvez se ele fosse mais vibrante, mais sanguíneo e menos resignado ele conseguisse atingir melhores resultados. Pois a julgar por suas entrevistas, dá pra ver que ele entende do riscado, até porque tu ouvindo uma entrevista dele, normalmente ele consegue fazer com que as pessoas entendam a tática dele. E as preleções devem ser no mesmo nível. Não aquela coisa do Felipão ou do Mano Menezes, exemplos de bons técnicos gaúchos em seu estilo. Mas algo mais técnico, explicando posicionamento, falando pausadamente, e não na base da gritaria.


AUTUORI III

Talvez Autuori até possa mudar um pouco suas características se for cobrado pela direção neste sentido, e que alguém explique pra ele que o torcedor de futebol gaúcho, principalmente o do GRÊMIO, gosta de ver um estilo mais aguerrido, de mais pegada, com jogadores suando sangue e não se abatendo na adversidade. As vezes eu acho o GRÊMIO resignado demais com o resultado. E talvez este seja um dos motivos pelos quais eu não acredito em algo mais do que uma vaga na Sul-Americana.


POR FALAR EM SUL-AMERICANA...

...a torcida deles finalmente definiu o tamanho e a importância da tal Sudavarzeana. Afinal, pouco mais de 6 mil incautos se fizeram presentes no jogo contra a Universidad de Chile no pardieirão. Isto que o vizinho disse que era uma competição tradicional e valorosa. Pelo jeito os parceiros de torcida dele não concordam. E os poucos que foram viram um time vestido de bombom Alpino levar um totó de um time já qualificado pelo vizinho como inexpressivo.

Aliás, espero ansiosamente poder ler a coluna do vizinho esta semana pra ver qual a explicação que ele vai dar para os fatos descritos acima.


RAPIDINHAS

Sandro Goiano de volta ao Olímpico no domingo. Vai vir aqui jogar contra o GRÊMIO defendendo as cores do Sport Recife. Este sim vai ser aplaudido.


Mithyuê fez nova cirurgia. Passou por uma artroscopia no joelho. Deve retornar aos gramados só no mês que vem.


William Magrão ainda não tem data confirmada para retornar aos gramados.


Saudações imortais do 1º colocado no ranking OFICIAL da CBF,


Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

16 comentários:

Milton disse...

Concordo com tua avaliacao do Tite no quesito 'padrao de jogo'. 2 anos eh tempo pacas pra se achar um esquema que funcione, to ADORANDO sempre que ele volta e meia diz essas coisas.
O inter foi apatico no primeiro tempo contra La U. O mesmo peso foi usado. O GREMIO comeu a bola, o inter nao. Amanha eh a oportunidade de vcs de mostrarem se sao tao bons quanto nos contra eles.

Carolina disse...

Sera que la universidad colocara mais pessoas no estadio que o inter?

San Tell d'Euskadi disse...

Carolina,

Foram colocados 16.000 ingressos à venda. Ontem, restavam 4.000 à disposição.

San Tell d'Euskadi disse...

Porto nitidamente não anda acompanhando o que se escreve na coluna black&blues. Desde quando colocamos o Grêmio como postulante ao título nesta temporada?

DJ Aldebaran disse...

Minha coluna, que deve ir ao ar no começo da noite de hoje (está quase pronta, mas eu não estou em casa para publicá-la), ratifica a posição de que não chegaremos sequer ao G-4 e que eu me daria por satisfeito se terminássemos na frente dos vermelhos.

Carolina disse...

Bom, se for comprovado isso hj a noite sancho ve-se a falta de comprometimento e desinteresse dos vermelhos pra sula. E depois vem falar pra gente que ela eh tao boa quanto uma libertadores...

Francinei Bentes disse...

E agora hein... La U, aquela que seria rebaixada no Gauchão (aquele mesmo campeonato vencido duas vezes por 8 x 1) eliminou o chapolin colorado...
Meu Deus, como o mundo dá voltas hein...
Pelo amor dos meus filhinhos, o que é que eu vou dizer lá em casa hein? (LUIZ, SILVIO, algum momento do Século XX)...

ahaidfhasoihfaohdhos =D

Paulo Roberto disse...

UUUUUUUUUuuuuuuuuuuuuUUUUUUUUUUUUUUuuuuuuuuUUUUUUUUUUUUUUUUUUuuuuuuuuuuuuuuuuuUUUUUUUUUUUUUUUUUU!!!!!!

Milton disse...

MICO! Nao era esse time que seria rebaixado no gauchao, Porto?

DJ Aldebaran disse...

Ao Milton: a frase que tu mencionas está na edição nro. 119, quando o Porto diz que "La U" disputaria com o Sapucaiense e o Xavante pra não cair no Gauchão. Mas agora virou time a ser respeitado.

Milton disse...

Aldeba, certamente la U ganhou o meu respeito ao eliminar o time do ronald da sula.
O gremio ganhando domingo e o inter perdendo vai botar fogo na briga pela libertadores. E ao que parece tem tudo pra acontecer.

Luiz Portinho disse...

os comentários revelam leitores atentos e assíduos das colunas. agradeço a todos!

reafirmo o que disse na coluna n. 119 Aldebaran e Milton... a cara de medo dos chilenos ontem no começo da partida era visível. o INTERNACIONAL nao soube aproveitar. entrou em campo com escalação p'ra lá de equivocada (o sandro escalado como 3o homem foi p'ra cortar os pulsos)... o time da U de Chile é muito ruim e o Colorado teve de fazer força para ser eliminado.

Milton disse...

Porto, tu chegas a pensar que o inter fez corpo mole nessas duas partidas da sula pra poder focar no brasileirao? Ate acho que o FLUMINENSE, com alguma aplicacao, consegue eliminar esse time ai.

Luiz Portinho disse...

jamais passou pela minha cabeça tal ideia Milton. perdemos porque o U de Chile levou mais a sério (aliás para os chilenos era final de Copa do Mundo) e porque jogaram melhor que nós... o INTER planejou muito mal a Sudamericana 2009; teria sido melhor ir com o INTER B do que fazer o que fizeram.

Milton disse...

Tite demitido... Como que ele conseguiu ser demitido no ano do centenario do gremio E do inter?

Carolina disse...

O site do vamo, vamo inter foi hackeado