terça-feira, novembro 17, 2009

Ano III, Número 148



RUIM, PATA DURA E RAÇUDO


Semana passada eu havia comentado aqui que 1 ponto contra o Cruzeiro deveria ser comemorado, diante de nosso retrospecto recente contra a raposa, principalmente lá no Mineirão. Pois bem. Trouxemos o empate da terra do pão de queijo. Mas não foi só o empate que veio de Belo Horizonte. Voltou também uma coisa que fazia tempo que não víamos nos jogos do GRÊMIO: inconformidade e capacidade de reação. Enfim, um resgate da identidade gaúcha do GRÊMIO. Que se for pra ficar no meio da tabela, tem que comer grama. Um time com cara de GRÊMIO: ruim, pata dura e raçudo.


CARA DE GRÊMIO

Sem dúvida, o grande fato a comemorar neste desalentador final de temporada. A volta de Marcelo Rospide à casamata do GRÊMIO deu um novo ânimo ao time. O jogo vinha seguindo o script das partidas anteriores: GRÊMIO começando bem, levando gol em lance esporádico (o gol do Cruzeiro foi de pênalti) e não apresentando um bom futebol desde então. Pois o GRÊMIO teve dois expulsos em lances não diferentes dos protagonizados pelos jogadores adversários. Aliás, o Cruzeiro desceu a lenha no GRÊMIO. E o GRÊMIO, quando se deu conta que o juiz era fraco tecnicamente, também abriu a caixa de ferramentas.


CARA DE GRÊMIO II

A fundamental diferença é que o GRÊMIO teve dois expulsos: Túlio e Fábio Santos, que retornara à titularidade depois de um longo afastamento por lesão. E foi aos 47 do segundo tempo, com 2 a menos, lutando contra o cansaço e as dimensões do gramado do Mineirão – aliás, tinha que padronizar o tamanho dos campos – que chegamos ao empate. Herrera tentou, errou, tentou novamente e marcou. Talvez em outros tempos isto não tivesse acontecido e a entrevista seria no sentido de lamentar a derrota. Mas não. Foi o momento de exaltar a garra dos jogadores do GRÊMIO, que finalmente mostraram brios neste campeonato.


ROSPIDE

Há de se exaltar o trabalho de Marcelo Rospide. Como da última vez, não fez alterações significativas no time e nem no sistema tático. A única alteração foi a entrada de Fábio Santos no lugar de Lúcio, priorizando a marcação no setor. E, com a ausência de Souza, Rospide escalou o meio-campo com Adilson, Túlio e Rochemback. Confesso que chiei com a entrada de 3 volantes, no entanto a escalação mostrou-se acertada, pois acertamos a marcação e exploramos os contra-ataques. Aliás, como se deve jogar fora de casa.


ROSPIDE II

Marcelo Rospide tem um ponto muito positivo: é respeitado pelo grupo de jogadores e sabe colocar suas ideias. Tanto que foi visível a mudança de postura do time. No entanto, acho que ainda falta chão para que Rospide seja efetivado como treinador do GRÊMIO. Mas parece ser uma questão de tempo para que ele siga o caminho de Muricy Ramalho, que era o eterno suplente do Telê Santana e hoje é um dos técnicos mais consagrados do Brasil.


GRÊMIO X PALMEIRAS: O QUE ESPERAR

O GRÊMIO é o único time que não perdeu em casa no Campeonato Brasileiro. E existe dentro do grupo de jogadores o desejo de manter esta invencibilidade nos dois confrontos que ainda restam por este Brasileiro. Não sei se algum time já conseguiu isto no Brasileiro, mas sei que na era dos pontos corridos seria um feito inédito.

O time de Muricy Ramalho vem com vontade de quebrar este tabu, até pela rivalidade histórica dos confrontos entre as duas equipes, principalmente nos anos 90. A cada GRÊMIO X Palmeiras eu digo isto, mas é sempre válido: O confronto sempre remete aos grandes jogos dos anos 90, por Libertadores, Copa do Brasil e Brasileiro.

Portanto, além de um grande confronto, a torcida do GRÊMIO espera que a gente continue com a mudança de atitude percebida no jogo contra o Cruzeiro. E, claro, uma grande vitória. Independente de quem a gente vá beneficiar. Afinal, eu sempre fui contra esse negócio de entregar jogo pra prejudicar este ou aquele time.


RAPIDINHAS

Time provável do GRÊMIO: Marcelo Grohe; Thiego, Rafael Marques, Réver e Lúcio; Adilson, Rochemback, Maylson e Souza; Douglas Costa e Maxi Lopez.


A última vitória do Palmeiras no Olímpico foi em 2000, no Campeonato Brasileiro.


Fontes informam que o GRÊMIO já teria os valores para adquirir Maxi Lopez em definitivo. No entanto, o GRÊMIO ainda busca parceiros investidores.


Quanto a Tcheco, a tendência é ele não permanecer.


Borges e Hugo praticamente certos para 2010.


Ouvi falar que o GRÊMIO teria interesse no volante Edinho, campeão no aterro e hoje no Lecce. Prefiro me calar quanto ao assunto. A princípio, torci o nariz. Mas queimei feio a língua com o Gavilán.


Meninos, eu vi! Portinho torcendo pro GRÊMIO sábado. Estava eu, ele e o Sancho no MSN proseando durante o jogo, e ele chegou a comemorar o gol de empate do Herrera. Tenho a gravação da conversa como prova!


Anote aí: a despedida de Danrlei será no Olímpico, dia 12/12, às 14 horas. Imperdível. Será o reencontro do time Campeão da América de 1995 contra um time de amigos do ex-goleiro gremista. O ingresso será R$ 5,00 ou 3kg de alimento não-perecível.


Saudações imortais do 1º colocado no ranking OFICIAL da CBF,


Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração


ATÉ DEBAIXO D'ÁGUA
.
Os mineiros titubearam no sábado e deram vida ao domingo Colorado. Acordei cheio de preguiça, desci para dar uma mateada e a parceria já atiçava uma carne nas brasas em plena praça. Fiquei por ali mateando e proseando com os convivas. O tempo cerrou, escureceu a tarde repleta de nuvens. Mas já era tarde para titubear, todos os caminhos levariam ao Beira-Rio. É, claro, antes, no trajeto, parada obrigatória no Festival de Aniversário da Rádio Ipanema no Anfiteatro. Ipanêmico de berço é como Colorado: não rasga nunca a carteira. Pata de Elefante, Produto Nacional, Tequila Baby e o socorro da Samu no vai e vem constante para dar conta do nível etílico das ovelhas negra. Dali até o Gigante eram só 2 Km, debaixo de chuva. E da-lhe Colorado!
.
3 PONTOS e NÃO FALAMOS MAIS NADA
.
Eram quase 23.30h quando cheguei em casa. Não é fácil esperar ônibus adaptado na parada em frente ao Gigante em dia de jogo. E a descida da Rua da Praia, por debaixo das marquises para escapar da chuva, é quase uma aventura. Daí que essa sentença do amigo Beto, que cruzava a Andradas em sentido oposto para sua casa, resume bem o que aconteceu no Beira-Rio. De fato, o mais importante da partida foram os três pontos na tabela e o retorno ao G4. E não vamos falar mais nada.
.
O QUE É ISSO M. SÉRGIO ? I
.
Agora, 48h depois, com a cabeça fria, posso comentar. Treinador é assim, quando escala mal substitui bem e quando escala bem trata de nos apavorar com as trocas. Ninguém entendeu (acho que só o Prof. Ruy Ostermann no Bem Amigos?!) as substituições do Mário. Quando Glaydson ingressou no lugar de Alecsandro recuamos de forma perigosa e ficamos praticamente sem um dianteiro de ofício (Marquinhos a meu ver é um meia avançado que por vezes executa a segunda função do ataque). Foi um pavor, até os 39 minutos quando surgiu o lance do gol salvador de D'Alessandro que deu números finais ao placar e garantiu a volta para casa de Mário e da direção.
.
O QUE É ISSO M. SÉRGIO ? II
.
Estou convicto de que esta guerra desencadeada por M. Sérgio contra a imprensa tem um objetivo muito claro. O treinador quer desviar as cobranças do grupo e está fazendo o papel de escudo contra as críticas. E se esse era seu intento obteve êxito, porque desde sua chegada não ouvi mais críticas aos desempenhos individuais deste ou daquele jogador, como era frequente na Era Tite.
.
QUE VENHA O GALO
.
O torcedor Colorado deve reunir forças e atravessar a semana confiante. Tudo indica que o time será repetido no 4-4-2 no Mineirão. Melhor, não pode haver melhor meia cancha dentro deste grupo. Sandro, Guiñazu, Giuliano e D'Alessandro, por aí passam minhas esperanças de voltar do Mineirão com um grande resultado. É claro que Alecsandro podia sair da seca e marcar um golzinho. E, evidente, também conto com uma ajudinha do nosso velho amigo C. Roth.
.
RÁPIDAS
.
Sandro na primeira função. Não existe ninguém melhor na posição.
.
D'Alessandro a cada dia mostra mais que só joga quando quer. Oremos!
.
Giuliano, em contrapartida, mesmo quando não tem atuação exuberante, é um operário de grande valor.
.
Marquinhos prova a cada partida que merece ser titular.
.
F. Eller, Glaydson, Andrezinho, Taison e Edu, quem não gostaria de contar com um banco deste nível ?
.
Não concordo com aqueles que afirmam que o São Paulo tem um carne de jogos fácil. Botafogo e Goiás (fora) são duas partidas complicadas. A única barbada é o Sport em casa.
.
Já o Flamengo, este sim tem só mamão com açucar, incluindo o encerramento, no Maracanã, contra um time que está de férias desde outubro.
.
Muito antes de o Flamengo chegar no G4 eu afirmava que o urubu ficaria com uma das quatro vagas. Agora afirmo que será o campeão brasileiro.
.
Também anotei que a última vaga seria decidida entre INTERNACIONAL x Atlético-MG. A decisão acontece domingo no Mineirão.
.
Nilmar, é ele é mais 21 Dunga
.
Aliás, o Pato tá decolando no Milan. Vai estar no auge na época da Copa. Lembram de minha previsão ?! Sigo apostando: será o melhor do mundo em 2010.
.
E as férias vizinho, como vão tuas aventuras ?
.
Devo confessar, torci para o time do vizinho sábado. Manheeee, chama o doutor que estou doente!!!
.
Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*39), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.
.
L. Portinho

10 comentários:

Milton disse...

Bah, queria ter visto a comemoracao do Porto com o gol do Gremio. Uma pena q nao vivo no RS pra poder assistir a um jogo do Gremio ao lado de um colorado tao vermelho como o Porto.
E pensar e a essa altura ano passado o gremio ja tinha 66 pontos. A media do campeao sera a mais baixa de toda historia dos pontos corridos.

Francinei Bentes disse...

Bah, pelo menos não entregamos o jogo para sacanear com o coirmão...
Quem não lembra dos reservas do Inter contra o São Paulo ano passado?
Acho que o Grêmio ainda vai afundar um pouco mais o Palmeiras... Novamente, os vermelhos estarão torcendo pra gente...

Luiz Portinho disse...

Francinei, em primeiro lugar, tínhamos compromisso contra o Boca Jrs. pela Sudamericana (ao contrário do teu clube que está de férias)... aliás, te lembra como foi esse INTER x Boca jrs ?!?!?!? só uma dica: não foi 5x0... mais, na partida seguinte, contra o Sao Paulo, 7 jogadores que derrotaram o Boca estavam em campo... portanto, muda o discurso!!!

San Tell d'Euskadi disse...

Só lembrando que era o time "fraldinha" do Boca...

Milton disse...

"Alguém aposta um grão de arroz em vitórias da vizinhança sobre Palmeiras, São Paulo e Flamengo ?", Porto, coluna 146
Porto, que alivio que tu nao tava certo heim? Teu sonho de comemorar vaga na libertadores ta de pe ainda gracas a nos!

Luiz Portinho disse...

1) Riquelme, Palacios e companhia jogavam no fraldinha do Boca Jr nesta ocasiao Sanchotene ?!

2) Milton, que bom que eu erro!!! Dá-lhe co-irmão da azenha!!!

3) torci p greminho sim, ontem contra o palmeiras de novo... Depois q. terminar o certame, classificado para Libertadores, eu me interno na pinel para resolver meus problemas!!!

San Tell d'Euskadi disse...

Porto,

A tal "companhia" era fraldinha. E, se bobear, Riquelme e/ou Palácio chegaram a começar no banco nesses jogos.

P.S.: Porto não só torceu para o Grêmio, como GOSTOU!

DJ Aldebaran disse...

O Riquelme entrou quase aos 30 do 2º tempo no jogo de lá.

Milton disse...

Escalacao do Boca Jrs nos dois jogos contra o inter:
Jogo 1
GARCÍA Javier Hernán; BARROSO Julio Alberto; RONCAGLIA Facundo; FORLÍN Juan Daniel; MUÑOZ Ezequiel Matías; FONDACARO Carlos Rubén; CHÁVEZ Cristian Manuel; CARDOZO Neri Raúl; GONZÁLEZ Álvaro Rafael; GRACIÁN Leandro; FIGUEROA Luciano
Reservas
AYALA Josué Daniel (Arq.); MOUCHE Pablo Nicolás (+67'); PALETTA Gabriel; DÍAZ Damián Rodrigo; CALVO José María (+83'); NOIR Ricardo Daniel; GAITÁN Osvaldo Nicolás (+67')
Jogo 2
GARCÍA Javier Hernán; BARROSO Julio Alberto; MUÑOZ Ezequiel Matías; FORLÍN Juan Daniel; CALVO José María; GAITÁN Osvaldo Nicolás; GONZÁLEZ Álvaro Rafael; GRACIÁN Leandro; CARDOZO Neri Raúl; MOUCHE Pablo Nicolás; FIGUEROA Luciano
Reservas
AYALA Josué Daniel (Arq.); RIQUELME Juan Román (+53'); VIATRI Lucas Ezequiel (+46'); RONCAGLIA Facundo; FONDACARO Carlos Rubén; CHÁVEZ Cristian Manuel; DATOLO Jesús Alberto (+53')
O riquelme entrou no segundo tempo do segundo jogo e fez 1 gol, como lembrou o Aldeba, e o palacios sequer foi relacionado para as duas partidas. Media de idade dos jogadores: 22 anos.
Fontes: conmebol.com

maykon disse...

Lamentavel esse livrinho sobre o campeonato de 79 invicto, e é claro que não teve ninguem q conseguiu fazer isso por que nunca mais teve um campeonato com só uma divisão, jogaram 94 times, e os adversarios do inter RIDICULOS
chapecoense
inter/SP
goytacaz
rio branco
e varias outras nabas
Isso tudo porq ate bem pouco tempo atras era o unico feito para comemorar, mas agora vcs já tem titulos q justificam o nome, poderiam deixar isso de lado, qualquer copa do brasil tem um nivel muito maior q este camp de 79, e pra quem nao sabe, o GREMIO é tri invicto da copa do brasil.