terça-feira, julho 03, 2007

Ano I, Número 25




VALE A PENA VER DE NOVO ?

Eles (os treinadores) tentam me enganar, mas não sou bobo. Quando eles vêem com o milho eu já estou voltando com o fubá. Gallo repetiu hoje, contra o São Paulo, o que muitos já fizeram por aqui (Tio Janjão fez, Lori fez, Muricy fez, Abel fez...). 5-3-2, com 2 volantes brucutus (Edinho e Magal – bah!), e os 3 zagueiros atuando em linha. Uma novela chata, que não gostaria de estar vendo novamente.

VALE A PENA VER DE NOVO II ?

Mas se parasse por aí... A. Gallo também repete outra vicitude que parece conviver com o cotidiano de 100% dos treinadores. Chegou em Porto Alegre e já tratou de se cercar de jogadores de sua preferência, o famoso “bruxo” no bom “futebolês”. L.Henrique, trazido do Sport, antigo clube treinado por A. Gallo, é o “bruxinho” da vez. Magal, volante brucutu e sem preparo para jogar em time grande, também já se destaca no quesito bruxaria.

ESQUEMAS

Volto ao 5-3-2 chama derrota. Será que os treinadores ainda não se deram conta de que este esquema é perdedor ? Pior, os dirigentes do Inter não se lembram das tantas derrotas que este esquema já nos causou ? Bastou voltar ao 4-4-2 para que a equipe desse uma pressão intensa no São Paulo. Mesmo de forma desordenada e sem criatividade, além da ausência do total de Pinga, quase conseguimos empatar o jogo.

ESQUEMAS II

É verdade que o time do São Paulo é uma farsa. Como de costume, os times de M. Ramalho, além de jogarem sempre no 5-3-2 chama derrota, são covardes e pouco atrevidos. O ótimo lateral Ilsinho, com passagem pela seleção, se limitou a marcador de Alex (quando eu esperava exatamente o contrário); o mesmo acontecendo na ala esquerda, na qual o eficiente J. Vágner ficou preso na marcação de Ceará (e depois de Granja). A meia cancha, embora repleta de bons nomes se limita a destruir. Na frente os atacantes que se virem. M. Ramalho é uma grande propaganda enganosa!

COTAÇÕES

Inauguro esta semana a Seção Cotações, na qual darei minha nota para os jogadores do Internacional.

1x1 Atlético-MG: Clemer (6), Ceará (6), Índio (6), Marcão (5), Ramón (7); Edinho (5), W.Monteiro (5), Magal (5) e Roger (7); Adriano (7), Iarley (5); Cristian (6), L. Henrique (6) e Perdigão (6)

0x1 São Paulo: Clemer (5), Ceará (6), Índio (6), Sidnei (7), Marcão (6), Alex (6); Edinho (5), Magal (5), Pinga (4); Adriano (4), Iarley (5); E.Granja (7), L. Henrique (4), Cristian (5)


RÁPIDAS

Magal é mais jogador que o garoto Maycon, formado nas divisões de base ? Então por que Magal virou titular e Maycon sumiu do mapa ?

L.Henrique, o bruxinho da vez, é mais um desses baixinhos ciscadores que desembarcam em Porto Alegre para atormentar a vida dos Colorados. Mais triste do que vê-los atuar com freqüência é lembrar que Chiquinho está lá, encostado e esquecido no Inter B.

João Guilherme também está enconstado no Inter B, enquanto já atuaram na zaga Colorada Mineiro, M.Hidalgo, R.Santos e tantos outros pernas de pau.

Luis Adriano foi embora sem que tivéssemos chance de vê-lo atuando mais do que três partidas no Beira-Rio. Definitivamente, não dá para entender a política de futebol no Internacional!

Bueno, no primeiro semestre já tive de brigar pela titularidade de Alexandre Pato, hoje pretendido por AC Milan e Chelsea. É brabo!

Por falar em Pato, enquanto Adriano, Iarley e Cristian movimentavam o Himalaia para chutar uma bola em gol, o guri estava lá no Canadá marcando dois gols na vitória contra a Coréia que garantiu a classificação para a próxima fase do Mundial Sub20.

Falar nisso, quando é que o Cristian vai chutar uma bola em gol ?

Perguntinha: alguém aí já viu uma filial se sobrepor à matriz ?

O mais absurdo é que a CBF permite que clubes tenham uma filial disputando a mesma divisão do Campeonato Nacional, provocando flagrante desiquilíbrio na competição.

Se o vizinho pode ter a sua filial, porque eu não posso ? Vou lançar a campanha INTER B na 1ª divisão do Nacional.

Ouvi foguetórios em Porto Alegre no gol de Rogério Ceni. Realmente, a TRIPLICE COROA MUNDIAL os deixou com um estoque de fogos que nem uma década inteira será suficiente para esgotar.

Essa semana não vou falar a respeito das entrevistas e posições de V.Piffero e G.Luiggi. Recomendação médica!

Clube grande não pode ficar CINCO partidas sem vencer. Quem vai pagar o pato vai ser o Figueirense, sábado, no Beira-Rio.

Vem cá, antes de encerrar, me digam o que acharam do vizinho se assumindo como torcedor de um time “meia boca” ? Olha aqui ô, CONSTRANGEDOR...

Ah! Vizinho, não te esquece hein: 137 x 117...

Saudações Coloradas, do ATUAL CAMPEÃO DO MUNDO e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL,
Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br


PLANOS PARA O SEGUNDO SEMESTRE


Gostei da contratação de Bustos. Ela encaixa-se perfeitamente naquilo que tenho em mente como necessidades do time para a segunda parte do ano. A chegada de Bustos reforça o time titular e o grupo, especializa o Gavilán na meia-cancha e nos dá um cobrador de faltas que não tínhamos.

Eu considero Patrício um lateral-direito interessante, bom marcador e razoável no apoio. Ele respeita a origem da posição, ao contrário do que nos acostumamos a ver no Brasil. Ele é um zagueiro-lateral-direito, enquanto no resto do País - e no nosso lado esquerdo - existem alas. Mas entendo também que ele é melhor como reserva. Assim, quando Bustos não puder jogar, entra Patrício e estaremos bem.

Mas ainda faltam algumas contratações e dispensas. A começar, seria interessante negociar Schiavi, Amoroso e Tuta. Os três jogadores são velhos - o que, longe disso, não é sinônimo de ruim -, caros e renderam abaixo do esperado. A partir dessas saídas, já se pode começar a pensar na cara do time até dezembro.

Se ninguém mais for embora, imagino faltarem três jogadores para o time titular: um central, um meia-armador (4ª função) e um centro-avante. Essas contratações são as principais, só se pode pensar no "grupo" depois delas. A atual esclação está, no meu entender, assim: Saja; Bustos, William, (....) e Lúcio; Gavilán, Sandro, D. Souza, (....) e C. Eduardo; (....). Completando os espaços em branco, nos tornamos sérios candidatos a uma vaga à Libertadores e ao título do campeonato.

Claro que faltam contratações para o grupo, mas elas não são urgentes. Se não tivermos dinheiro, pode-se, inclusive, esquecê-las. Todavia, para os reservas, creio faltar mais um central, mais um meia-armador (4ª função) e um volante (2ª função). Eu vejo o atual time reserva com: Galatto; Patrício, (....), Pereira e B. Telles; Edmilson, (....), Tcheco e (....); Kelly e Douglas. Grohe, Nunes, Éverton e alguns juniores completariam o grupo.

Aguardemos as próximas notícias.

Grêmio 3 x 1 Juventude (atualizado em 05/07/2007)
A partida foi mais fácil do que eu pensei, apesar do Grêmio ter comprovado sua falta de aptidão ofensiva. A equipe do Juventude é fraca e ainda está em formação; o que a deixa ainda pior. Foi um passeio. Poderíamos ter vencido melhor e tomamos um gol de desatenção, reptindo o que ocorrera na final do Estadual. Ao fim, o que ficou mesmo, foram os três pontos; já que faltou futebol.

Isso é o que dissera antes da partida:
São vitais os três pontos na partida de hoje, contra o Juventude no Olímpico. A partida é perigosa, pois estamos fragilizados ofensivamente e o adversário virá para empatar. Não poderemos manter a postura dos dois últimos jogos: ficar fechado atrás e especular. São eles quem terá o contra-ataque.

Em nada se parecerá com as finais do Estadual. As duas equipes estão piores do que naqueles confrontos. O torcedor gremista terá que ser paciente, pois a vitória será alcançada com muito esforço. O apoio da torcida será fundamental para que o time consiga aquele algo mais que
separa o empate dos três pontos.

O horário é bom (20h30min) e a temperatura promete ser agradável (frio, ainda, mas nem perto do que já passamos). Portanto, todo mundo lá!

O Jogo do Final-de-Semana (atualizado em 05/07/2007)
O Atlético Mineiro empatou em casa com o Flamengo. Está com os mesmos treze pontos que nós. Precisa vencer para consolidar-se na zona da Sul-Americana. É um time jovem e rápido. Não será fácil batê-los em um estádio largo, de grama alta e em que o Grêmio historicamente tem dificuldades.

Voltar de lá com um ponto já será extremamente positivo, contudo, a medida em que o tempo passar, a inexperiência e o nervosismo deles pode pesar a nosso favor. Trata-se de jogo aberto, em que pode ocorrer qualquer coisa. Oxalá aconteça para o bem do Grêmio.

Antônio Britto (atualizado em 05/07/2007)
Segundo conta o presidente Odone, o doutor Fábio Koff teria dito que “tem um extremamente qualificado executivo que está nos ajudando, trabalhando no projeto da arena, e tem feito isto para mim com extrema eficácia, que chama-se Antônio Britto”. Bueno, ter o apoio de Koff e Odone já me bastaria para corroborar com a indicação, mas, além disso, o Otrino é contra e Britto entende que o Carioca é mais importante que o Pelaipe. Desculpem-me os gremistas de esquerda, mas fechei com a Situação. Meu presidente é Antônio Britto.

Vizinho
O que dizer do vizinho?! Não conseguiria ser falar nada mais interessante ao leitor gremista do que já escreve o vizinho, ele próprio. Só desejo que o time dele empate ou perca e o Gallo fique!

Saudações imortais de quem manda na aldeia,
Paulo Roberto Tellechea Sanchotene - sancho.brasil@gmail.com

10 comentários:

André Kruse disse...

Coloquei um link pra este blog lá no www.gremio1983.blogspot.com

lcportinho disse...

grande André, e assim a corrente vai aumentando. valeu!

lcportinho disse...

Sancho, tu tá com febre. Ainda não te avisaram que já estamos no mês de julho ? E tu tá querendo montar time ? Tchê, vai te deitar bem coberto e acorda em janeiro do ano que vem; chama o suplente para te substituir!!!

lcportinho disse...

Nunca ri tanto como hoje. Gargalhei ao ler o Sancho se reportar ao jogo contra a filial como muito perigoso. Por favor Sancho! Por favor!

DJ Aldebaran disse...

Vocês se enganam quando dizem que não têm uma filial. Acontece que ontem, vocês perderam pra filial de vocês.

San Tell d'Euskadi disse...

Admito que foi mais tranqüilo que imaginei. Esse time do Grêmio - que nunca fora uma Brastemp - está pior. Até por isso, penso ser hora de contratações e aponto as deficiências.

Tu achas que o grupo colorado está fechado?!

Tiago F. disse...

Deixa eu ver se eu entendi a regra de três das filiais:

gremio -> juventude
INTER -> são paulo

Então quer dizer que a proporção entre as grandezas INTER e gremio equivale à proporção entre as grandezas são paulo e juventude.

Bom, não fui em quem afirmou isso, mas considerando que seja verdade, é uma diferença considerável...

San Tell d'Euskadi disse...

Não, não, Tiago. Entendeste tudo errado. O Grêmio concentra suas forças na matriz, que é em Porto Alegre. O Inter privilegia a filial, que é em São Paulo..

Tiago F. disse...

Pois é, mas se for colocar a coisa no balçanço de um ano, a nossa matriz em prto alegre ainda está muito privilegiada. O problema é que com uma filial desse tamanho não dá pra ganhar sempre. Eles se fazem respeitar. Já a filial verde... hehehe

Na Cara do Gol disse...

Fala Sanchotene e Portinho! Estava reparando hoje, não sei se pra vocês aí é assunto, mas as duas últimas grandes revelações do Rio Grande - Ânderson e Pato - podem se enfrentar na Inglaterra, porém o gremista de vermelho e o colorado de azul...incomodaria? hehe
(não me esqueço de Lucas e Carlos Eduardo, mas considero Ânderson mais jogador)

O GaloxGrêmio vai ser difícil, e não é nem um pouco favorito, principalmente pelos desfalques na equipe. Marcinho, Coelho e Rafael Miranda são essenciais ao time, e as dificuldades aumentam e muito com essas ausências...o restrospecto é muito favorável, já que o Galo pereu uma única vez em 1984 por 1x0 aqui em Minas, mas há o perigo de acontecer outra vez...tomara que não! abraços

Felipe Scheid