terça-feira, fevereiro 05, 2008

Ano II, Número 55 - Edição de Carnaval



O Bloco do BloGreNal também está na rua!

FEIJÃO COM ARROZ

Temos no grupo um dos melhores volantes do futebol sudamericano. Seu nome é Guiñazu. Wellington Monteiro também é jogador de meio de campo com razoáveis predicados. Alex na meia esquerda idem. No Beira-Rio, de forma inexplicável, todos viraram laterais/alas de médio para regular. Bustos é jogador da seleção colombiana, ótimo cobrador de faltas e, acima de tudo, lateral direito de carteirinha. Ramón quando entra no time não compromete, mas, insistentemente, tem sua atuação criticada (como ocorreu, mais uma vez, contra o Juventude). Futebol não é lugar de mágico e inventor, está na hora de escalar lateral na lateral e meia na meia. No bom futebolês, tem de fazer o “feijão com arroz".


INVENCIONICES

É brabo ver um grupo tão bom ser utilizado de maneira equivocada. Contra o Juventude praticamente toda a equipe teve atuação individual precária, mas não se pode negar que A. Braga teve a pior de todas. Terminamos a partida com Roger atuando de volante e Sidnei carregando a bola para o ataque. Estou cada vez mais convencido de que que, com a saída de F. Carvalho, não há alguém dentro do Beira-Rio que ponha freio nas invenções de A. Braga.


JOGO CHAVE

O duelo contra o Xavante, lá dentro do Bento Freitas, é complicadíssimo (embora quem tenha tradição de perder por lá seja o vizinho). O Brasil de Pelotas vem mordido, na parte debaixo da tabela e querendo recuperação. Vai ser uma fumaceira danada. Ótima oportunidade para o Internacional provar que tem condições de recuperar a hegemonia regional.


SELEÇÃO I

Com Dunga no comando, o Brasil finalmente venceu a seleção do Eire, em Dublin. Foi a primeira vez na história que o selecionado canarinho conquistou a façanha, deixando evidente as dificuldades de bater o truncado futebol irlandês, lá dentro da casa deles. Mais uma para o currículo do eterno Capitão Dunga.


SELEÇÃO II

Incompreensível esta folga para Renan em seu retorno da seleção brasileira. É inacreditável que o Internacional tenha em seu grupo o goleiro da seleção olímpica e este receba um final de semana de folga, justo quando temos um confronto complicado diante do Brasil. Não colou essa desculpa esfarrapada para a escalação de Clemer.


RÁPIDAS

A propósito, a última notícia que leio dá conta que Renan quer voltar da Irlanda e ir direto para Pelotas para atuar no final de semana.

Viram que o Élder Granja sarou das lesões e já jogou mais de 5 partidas pelo Palmeiras de Luxemburgo.

Fosse eu Conselheiro do Internacional, trataria de propôr uma moção de “persona non grata” no Beira-Rio para este rapaz.

Ligo a televisão. Portuguesa x Paulista ao vivo. E o Cristian vestindo a 9 da Lusa. Bah!, que decadência.

Tchê, oxo entre Caxias e Ulbra, no horário nobre do futebol, é demais. Quem é o gênio que faz a tabela do gaúchão e nos premia com espetáculo tão deprimente ?

Pergunta que não quer calar: quando é que o vizinho volta de Caxias com uma vitória contra seu papai serrano ?

Saudações rubras, do INTEGRANTE DO G6, DETENTOR DA TRÍPLICE COROA e MULTICAMPEÃO MUNDIAL.

Luiz ‘Muhammed Bin’ Portinho - lcportinho@yahoo.com.br





EQUIPE "CANCHADA"


Definitivamente, faltou "cancha" ao time no sábado. Esse diagnóstico foi feito pelo treinador Mancini ao final da partida, mas sequer precisava; foi óbvio. Se bem que eu gosto de treinadores capazes de enxergar o óbvio. Aliás, a entrevista do nosso treinador foi muito boa. Além de ter demonstrado que realmente sabia o que se passou em campo, ele foi calmo, sereno e educado. A única ressalva que eu faria, é alertá-lo que o correto é "cancheira" e não "canchada". Ele ainda não está adaptado aos termos da aldeia. Como o time, ele precisa de tempo. E, como já digo desde ANTES do campeonato: tempo, nós temos.

Meu tocaio também viu o jogo. E, ao contrário daquilo que sempre o criticamos, fez uma entrevista tranqüila ao final do jogo. E olha que havia ingredientes suficientes para ele esbravejar nos microfones com todo aquele jeito "Pelaipe" de ser: deixamos escapar uma vitória praticamente assegurada; e tivemos um jogador expulso em lance que ainda não entendi. Como bem disse o diretor de futebol do Grêmio, foi nossa melhor apresentação na temporada. Infelizmente, não durou os 90 minutos necessários, mas já foi um belo demonstrativo do que o time será capaz de fazer quando entrosado e com todas as peças à disposição.

Disse aqui que o empate seria um belo resultado. Empatamos e continuo afirmando o mesmo. Ficou um gosto amargo por estarmos com 2-0 de vantagem, contudo a apresentação compensou o tropeço. Perdeu-se a liderança do grupo para o Esportivo, mas com 10 rodadas ainda por jogar, muito ainda ocorrerá. E se a meta é ficar entre os 4, cada vez mais parece que a conseguiremos sem grandes sustos.

O gremista pode passar o carnaval sossegado e com esperança de que, quando chegar a hora, teremos uma equipe mais "canchada"!

Seção: "Tu sabias que...?"
Tu sabias que se a Fase Regular do Estadual acabasse hoje, haveria o clássico Gre-nada já nas quartas-de-final? E que a partida de volta seria no Olímpico?

Sobre a crítica do Aldebaran
O amigo Leonel fez um comentário contrário ao que escrevi semana passada, dizendo que não se poderia deixar passar as atuações sofríveis do time na temporada. Calma, Leonel! Nunca nessa coluna deixou-se de se analisar uma atuação que fosse. Contudo, sempre se disse que o time melhoraria com o passar dos jogos e que se deveria enaltecer os bons resultados obtidos por uma equipe em formação. Aqui, o copo está sempre meio cheio!


A Saída de William
Não nego que financeiramente a saída do William tenha sido ótima, excelente, entretanto, nosso miolo de zaga vem pagando o preço futebolístico do negócio. William é, na minha opinião, o melhor central em atividade no país, e fica muito fácil para um novato ascender aos profissionais tendo alguém experiente ao seu lado e entrar num time entrosado e seguro. Tchê, toda a sorte que o Léo teve no ano passado não sobrou para Wágner. Nada. Para piorar, joga no lado do Pico, o que corresponde a estar no lado mais frágil da defesa. Assim, não é à toa que tudo estoura nas suas costas. Ainda acredito no guri, e é importante dar-lhe todo o crédito necessário nessa hora. Difícil é decidir se é melhorar deixá-lo jogar ou fazê-lo passar uns jogos no banco.

Grêmio (2º, 8pts) x Novo Hamburgo (7º, 1pt) - Sábado, 16h, Olímpico
O Anilado vai ao Olímpico desesperado. Somou apenas um pontinho (2ª rodada, 0-0, Caxias, em casa) em 4 jogos e está ameaçado de degola. Vem animado com a chegada de um novo - e bom - treinador: Gilmar Iser, que estava no líder Esportivo. É jogo que nem podemos pensar em tropeço. Será um belo desafio para o estreante Roger. Tem tudo para correr bem e não haverá desculpa para público inferior a 20.000 gremistas.

Todo mundo lá!

E no Juve-Nal deu a lógica: Juventude 1 a 0
Este espaço adiantou na semana passada e tudo se confirmou na sexta-feira. O Papo deu um baile no time do vizinho e manteve a escrita. Nem com o calor, eles tiram a touca! Já caíram para o terceiro lugar da chave e vão ter que recuperar no Bento Freitas, contra o Brasil do artilheiro Claudio Millar, a
"Cinderela do Picanço". Se bem que os times do Abel se dão melhor quando não são favoritos...

Saudações Imortais,
Paulo Roberto Tellechea Sanchotene - sancho.brasil@gmail.com

P.S.: Apenas gostaria de salientar algo que me passou batido quando escrevi a coluna e não deveria. O goleiro Vitor, mais uma vez, fez uma atuação segura e tem tudo para tornar-se a melhor contratação de 2008.

15 comentários:

Tiago disse...

tche incrivel como o time de moranguetes do banhado perde pro juventude... o juventude, se no ano passado dependesse de uma vitória num juve-nada na ultima rodada do brasileirao pra assegurar vaga na primeira divisão, nao tenho duvida de que conseguiria os tres pontos...

o time de frangos pestiados nao consegue ganhar do juventude nem com uma surra de cinta....

saudações tricolores a todos...

coparemos em 2008

San Tell d'Euskadi disse...

Tiago,

Sê bem-vindo. Volte sempre.

Sobre o Juvenal:

Eles venceram o Papo por 3-0 na jogo do 2º turno; mas, o Juventude, à época, já estava condenado. Contando o Estadual, os times dividiram a série no ano passado: duas vitórias para cada lado (J, 2-1; I, 1-0; J, 2-0; e I, 3-0).

Desde 1994, é o equlíbrio, mais do que uma superioridade do Juventude, a marca do confronto. O problema é que o Juventude ganhou jogos marcantes, como: a retirada da invencibilidade do Inter no Brasileiro de '97, a Final do Gauchão '98; e a Semi-Final da Copa do Brasil '99. Tudo em três anos em seqüência.

Vale pela flauta. Vale pelo fato de que com o Grêmio não há nada parecido Mas é meio "Denorex": parece, mas não é.

Um abraço.

André Kruse disse...

Alguém entendu a expulsão do André Luís?

Victor melhor contratação até agora

Luiz Portinho disse...

sancho, tira a touca grená. quando a hora chegar ? não te avisaram que o ano futebolístico já começou... a hor a é agora tchê! tu tá esperando o que ? Roger ?!?!?! bah!

San Tell d'Euskadi disse...

Porto, se tu tivesses lido minhas colunas anteriores, tu saberias que a "Hora" são os mata-mata do Gauchão e as oitavas da Copa do Brasil.

A touca grená foi tirada com um retumbante 4-0 no Gauchão do ano passado. Aliás, na primeira fase de 2007 já foram duas vitórias: 2-0 e 1-3. E como eu disse, o empate era um bom resultado em Caxias. Não há touca!

San Tell d'Euskadi disse...

É ótimo pararem de passar jogos exclusivos da dupla ao vivo na TV. Eu adorei a idéia de ver Guarany-São José, Caxias-Ulbra, etc. O campeonato tem 16 clubes, não apenas 2.

DJ Aldebaran disse...

Meu caro amigo Sancho, eu sei que o GREMIO tem tempo. No entanto, ele passa e daqui a pouco pode se esgotar. Eu estou mais preocupado com vistas à Copa do Brasil, competição esta da qual somos especialistas, e os maiores ganhadores da história do torneio. E pra mim o copo não está nem meio vazio e nem meio cheio. Está apenas pela metade. E outra: um time que se preze não pode entregar um empate depois de estar vencendo por 2x0. Que isto sirva de lição, e que a luz amarela acenda no Olímpico, principalmente na sala dos teus dois tocaios. Ahn, e sábado contra o Nóia, estarei lá nas cadeiras pra conferir a estréia do Roger Secco e do Perea.

DJ Aldebaran disse...

E eles, hein? Ainda bem que fez friozinho no carnaval, senão eles não iam agüentar de calor, já que saíram pra desfilar com a touca verde de novo. Ê laiá, e dale PAPADA!!

Luiz Portinho disse...

Roger Secco é p´ra matar!

San Tell d'Euskadi disse...

Aldeba, mas não é que esteja todo mundo parado; muito antyes pelo contrário. Só acho que entrar em desespero, agora, só prejudica o resto do ano...

DJ Aldebaran disse...

E o Roger Secco até jogou direitinho. Aliás, a Debora Secco estava lá no Olímpico. E o time tá começando a tomar forma com a vinda do Soares.

DJ Aldebaran disse...

Time-base com a vinda do Soares e com todos os reforços a disposição: Victor; Paulo Sergio, Leo, Jean e Hidalgo; Eduardo Costa, Adilson (William Magrão), Julio dos Santos e Roger; Soares e Perea. Já é um time bem melhor do que o que começou o Gauchão. Ainda tem o Junior que sequer estreou, e é segundo volante.

San Tell d'Euskadi disse...

'Tá muito faceiro esse teu time. Acho que desse teu quarteto ofensivo, DOIS sobrarão.

Victor; Paulo Sergio, Leo, Jean e Hidalgo; Eduardo Costa, William (Júnior), Adilson e Roger (J. Santos); Perea e Tadeu.

DJ Aldebaran disse...

Acho que não, tche. O Julio dos Santos vai ser o 3º homem de meio-campo, com o Roger mais a frente fazendo a 4ª função e o segundo-volante que ainda falta (Adilson, W. Magrão, Junior). Ao menos pro Mancini ele é 3º homem, foi ele mesmo que disse no Bate-Bola da TV COM.

DJ Aldebaran disse...

Aliás, um comentário ainda pertinente sobre a coluna do vizinho: achei que a ida do Christian pra Portuguesa ia me poupar de ver o vizinho escrevendo errado o nome do ex-atacante de GREMIO e S. C. Ribeirinhos. Mas pelo jeito, me enganei.