segunda-feira, agosto 18, 2008

Ano II, Número 83

CRISE MAIS DO QUE PREVISÍVEL

Para quem tem um mínimo de vivência no futebol, essa crise do INTERNACIONAL não é novidade alguma. Tenho escrito, reiteradamente, sobre a volta do carteiraço, os males das improvisações e sobre o malfadado 3-5-2 chama derrota. Aliás, meu leitor deve estar de saco cheio; mas não se pode deixar de apontar e repetir, porque são esses três males, basicamente, os principais responsáveis pela crise instaurada. As últimas notícias dão conta de que o 3-5-2 será abandonado e que haverá mudanças na equipe (curiosamente com a saída de alguns medalhões). Mas é muita falta de coerência, de planejamento e de convicção.

DECLARAÇÕES I

'Respeito muito a entidade Inter e vou continuar trabalhando para dar a minha parcela de contribuição até que os dirigentes achem que sou útil', disse Tite. No que foi seguido por G. Luiggi, que declarou, 'O treinador terá toda a tranqüilidade para seguir o seu trabalho. Toda a equipe foi mal'. Luiggi não pode dividir sua culpa com o grupo. As definições da política de futebol são da diretoria e não do grupo; se o barco está a deriva, não são os marinheiros que tomam decisões, mas sim o Capitão.

DECLARAÇÕES II

Das duas uma: ou Tite sai ou a diretoria assume seu papel e define as diretrizes centrais da política de futebol. Não é possível que se deixe ao treinador a faculdade de eleger o esquema de jogo e a escalação de jogadores fora de suas posições. Está na hora do Capitão assumir o controle da embarcação, antes do naufrágio que se avizinha.

SIMBÓLICO

Não vi sequer um comentário a respeito, mas acho que um fato é simbólico nesta crise do INTERNACIONAL. Clemer voltou a ser o Capitão da equipe. Mas tchê! Em primeiro lugar, goleiro não pode ser capitão do time; ele tem restrições de movimentação pelo campo! Além disso, Clemer, não se pode esquecer, é reserva. Como pode um reserva ser capitão do time ? Estão querendo me enlouquecer!

OBJETIVO

Abro o jornal e me deparo com a tabela. Estamos na 12ª. colocação, mais próximo do grupo do rebaixamento do que do decantado G4. Está na hora de cair na real e começar a fazer campanha para não cair. Vitória na 4ª feira, contra o Palmeiras, é fundamental.

PORTÃO 8 I

Na saída do último gNAL, desci diretamente para o Portão 8. Pensei que ali haveria uma mobilização de torcedores. Ledo engano. Fiquei só, bradando no pátio do Beira-Rio, para desgosto de alguns simpatizantes do atual “stabilishment” que por mim passavam com caras fechadas.

PORTÃO 8 II

Falo do Portão 8. Pois não é que, hoje, alguns “experts” do nosso futebol criticaram as manifestações de torcedores que foram esperar a chegada da delegação no aeroporto para protestar. Mas por favor, trata-se do direito maior do torcedor. O INTERNACIONAL começa a se ressentir pela falta de contestação à atual diretoria. VOLTA PORTÃO 8!

RÁPIDAS
.
Assisti Brasil 4x1 Alemanha, no futebol feminino. Deu inveja. As "mina" estão jogando muita bola.
.
No naipe masculino, amanhã temos o clássico contra a turma de 'alma castilhana'. Dunga, Renan, R. Sobis e Pato vão colocar água no chope da vizinhança.
.
Sobre o gNAL 371, o medo institucionalizado prevaleceu e a vizinhança entrou com o time reserva.
.
Levaram um calor danado e escaparam com um empate que fez a torcidinha de alma castilhana sair cantando alegre do Beira-Rio.
.
Aliás, nunca vi nada parecido. Há alguns gNAIS a turma da azenha empata e sai comemorando como se fosse vitória.
.
Mas é até compreensível, para quem é notório freguês, empate, realmente, deve ter sabor de vitória.
.
Clemer acrescenta mais uma falha grotesca a seu vasto currículo.
.
Para quem é fã do Clemer ou neófito no futebol, coloque no “youtube” as palavras chave: Inter, Guarani, Clemer, Wilson e 2003. Assistirão a “pixotada” idêntica de nosso arqueiro, cometida há 5 anos.
.
Bolívar, em declaração reproduzida no Cadeira Cativa, dividiu a falha com o arqueiro. Prova que, além de grande jogador, é um baita cidadão o “General” Bolívar.
.
Esse time do Vasco foi batido pelos reservas do INTERNACIONAL, na rodada inaugural do certame, com Pessanha e Derley. Ótima a lembrança do Guerrinha, editor de esportes do Diário Gaúcho.
.
F. Carvalho deu declarações fortes nesta 2ª feira e, aparentemente, silenciou G. Luiggi e V. Piffero. Sua intervenção, neste momento, é fundamental.
.
Edinho está suspenso pelo 3º cartão amarelo. Ao menos uma notícia boa em meio ao furacão.
.
Agenor, Bolivar (Angelo), Indio, D. Moraes, Ramón; Guiñazu, W. Monteiro, D´Alessandro e Taison; Nilmar e Adriano (Walter). Meu time para 4ª feira.
.
Andei relendo algumas colunas anteriores e encontrei diversos erros de grafia e/ou gramática. Peço desculpas ao leitor.
.
Saudações rubras, do MULTICAMPEÃO MUNDIAL, INTEGRANTE DO G6 e DETENTOR DA TRÍPLICE COROA MUNDIAL e DONO DA ALDEIA (38*).

Luiz Portinho -
lcportinho@yahoo.com.br


DNA GUERREIRO

O GRÊMIO começa o segundo turno quebrando mais um tabu: desde 2005, o São Paulo não perdia duas vezes pro mesmo adversário no Campeonato Brasileiro. E o placar do jogo foi o mesmo do confronto do turno: 1x0 pra nós.

O GRÊMIO não jogou bem, é verdade. Mas soubemos ter a competência pra obter mais 3 pontos importantíssimos frente a um adversário direto nas nossas pretensões.

Há de se considerar que o São Paulo tem um sistema de jogo muito parecido com o nosso: um 3-5-2 que funciona como deveria, com dois alas e uma meia-cancha muito perigosa. E com um técnico que conhece a aldeia: Muricy Ramalho.

Vale a pena ressaltar também que em 2007 nós perdemos as duas para o tricolor paulista. E eles se sagraram campeões. Em 2008, foi a vez de o São Paulo perder as duas pra nós.

Este é o verdadeiro DNA da torcida gremista e do time do GRÊMIO: DNA guerreiro! E ele está em campo, seja no Brasileiro com os titulares, seja na Sul-Americana com o Banguzinho. Foi a quinta vitória consecutiva no Brasileiro, e a sétima rodada consecutiva na liderança do Brasileiro.


DNA GUERREIRO, DENTRO E FORA DE CAMPO

Fora de campo, mais uma vez o torcedor gremista também mostra que tem DNA guerreiro. Mesmo com chuva, foram mais de 40 mil presentes no Olímpico. Faça chuva ou faça sol, lá está a torcida gremista presente.

Agora, dois jogos fora de casa. Na quinta-feira, às 20h30min, enfrentaremos o Flamengo no Maracanã. Nossa última vitória lá foi em 2002. Vencemos por 3x2, com gols de Gilberto, Tinga e Rodrigo Fabri. Depois disto, 5 derrotas pelo Campeonato Brasileiro e um empate sem gols pela Copa do Brasil de 2004. E no domingo, voltaremos aos Aflitos, que foi palco da famosa batalha da decisão da Série B. Ano passado, 2x0 pra nós frente ao Náutico, que até agora é o grande cavalo paraguaio deste campeonato, já que chegou a liderar o certame nas primeiras rodadas, e hoje se encontra na zona de rebaixamento. Portanto, é fundamental trazer no mínimo os 3 pontos de Recife pra não depender de resultados paralelos de Cruzeiro e Palmeiras. O Cruzeiro pega um Botafogo em ascensão em pleno Engenhão. O alvinegro carioca está na 4ª posição e vem de 5 vitórias consecutivas, a exemplo do GRÊMIO. E o Palmeiras joga contra os vermelhos aqui em POA.


O BA-nal DA SUL-AMERICANA

Eles tentaram. Imaginaram que pudessem nos golear, que a gente iria sentir o “caldeirão”. No entanto, o BA-nal (Banguzinho X eles) terminou 1x1.

O jogo foi feio, mas foi disputado como qualquer clássico que se preza deve ser. E foi um jogo equilibrado. De poucas chances de gol pra ambos os lados, de muita marcação e muita disputa.

Os gols saíram no segundo tempo. Pra quem reclamava que não tinha um pênalti consignado a seu favor faz uma data, foi assim que eles chegaram ao gol. Num momento em que Thiego recém havia saído lesionado, pra entrada do garoto Adilson, o GRÊMIO estava recompondo o esquema e a defesa estava batendo cabeça, o Guinha Azul acabou entrando na área do GRÊMIO e foi derrubado pelo zagueiro Jean. O pênalti foi convertido por Daniel (barril de) Carvalho.

Mas, o GRÊMIO, digo, o Banguzinho, fez a maior covardia que poderia fazer. Escalou apenas UM titular! E foi justamente este titular que consignou o gol de empate. Falta cobrada por Souza, Leo desvia de cabeça, engana Clemer e a bola morre no fundo das redes. Foi o gol “cocuruto de ouro” do nosso zagueiro. Aliás, um lance muito semelhante ao gol de Pedro Junior na final do Gauchão de 2006, marcado até na mesma goleira.

Depois dos gols, o clássico voltou à sua realidade. O GRÊMIO recompôs sua defesa e o jogo feio continuou até o final. E o GRÊMIO comemorou o empate com sabor de vitória, enquanto pra eles teve gosto amargo de derrota. Afinal, o 0x0 no Olímpico garante a classificação para nosso Banguzinho.

Aliás, gostaria de saber do vizinho o que ele tem a dizer a respeito da presença de público no clássico. Apenas 28 mil espectadores, sendo que 2 mil eram gremistas. Uma vergonha pra quem se diz a maior torcida. Outra pergunta: cadê o caldeirão? Faltou lenha? Depois do jogo, a única coisa que eu escutei foi que 2 mil gremistas cantaram mais do que 26 mil torcedores deles.

Mas, deixa estar. Dia 28, eles saberão o que é um caldeirão de verdade.


QUATRILHO VASCAÍNO

Não tem como deixar passar em branco o papel risível que o decantado elenco milionário do time vermelho vem fazendo. Arrotavam que não tinha pra ninguém, que o caneco era deles, e que o GRÊMIO era um dos rebaixáveis. Começaram muito bem o returno, caindo de QUATRO frente ao Vasco em pleno São Januário. De novo, fazendo o papel de ressuscitar mortos.

Depois, quem tem DNA arrogante?

Mas o melhor de tudo foi o lance do primeiro gol. Procurem no Youtube. Aquilo é indescritível. O Bolívar tentou atrasar pro Clemer, que foi chutar a bola, deu uma rosca, a bola acabou indo pra trás e entrando no gol. No final, o QUATRILHO de novo nos cinemas gaúchos! CRÉU na velocidade 4 neles!

Aposto um café que o vizinho vai tentar culpar o esquema 3-5-2 pela derrota. Se o 3-5-2 é tão ruim, como o GRÊMIO é líder do campeonato usando o famigerado esquema?

FICA CLEMER!


RAPIDINHAS

Após o jogo contra o São Paulo, Celso Roth declarou que Souza vem pedindo passagem no time e que ele será titular em breve. Agora, a pergunta que fica é: quem sairá do time pra entrada de Souza?


Minha sugestão: utilizar Souza como ala pela direita, como ele jogou em algumas oportunidades pelo São Paulo. Seria uma boa, já que para o próximo jogo perdemos Paulo Sérgio pelo 3º cartão amarelo e Felipe Mattioni por lesão.


O GRÊMIO estreou com vitória na Copa FGF, este ano batizada de Copa Lupe Martins. O time B, representado pela equipe sub-20, venceu o São José-POA por 4x0.


O zagueiro Leo deve permanecer no GRÊMIO até o final do ano. Como perdemos William Thiego por lesão durante o clássico, e ele deve ficar fora em recuperação por entre 4 a 6 semanas, o GRÊMIO prefere esperar para vender nosso camisa 3.


Vizinho, eu não iria mudar de opinião de uma semana pra outra em relação à utilização dos reservas no clássico simplesmente porque eu não tenho DNA incoerente!


Uma vitória do Botafogo frente ao Cruzeiro e um empatezinho deles diante do Palmeiras para o GRÊMIO entrar no Maracanã com o burro na sombra frente ao Flamengo. Nossos adversários jogam na quarta, nós temos a vantagem de jogar na quinta-feira, sabendo do resultado que precisaremos.


GRÊMIO em 1º, com 44 pontos. Seguido por Cruzeiro, com 39, e Palmeiras, com 37. Já frente a eles, são 18 pontos de diferença.


E o vizinho não queria entrar no G-4? Entrou! No grupo dos times que já levaram de 4 neste Brasileiro!


Saudações imortais do dono do 1º turno, líder do brasileiro e primeiro colocado no ranking oficial da CBF,

Leonel Knijnk (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

13 comentários:

Luiz Portinho disse...

pois é aldebaran, mas da tua coluna eu retiro o seguinte excerto "Mas não dá pra negar que, analisando friamente, com isto o GRÊMIO joga toda a responsabilidade pro lado de lá, e de certa forma blinda seu time principal, que segue em busca do título brasileiro e dá aos jogadores titulares a folga solicitada..."... como vês, mudaste de idéia sim. a nao ser que nem tu concordes com o que escreve.

DJ Aldebaran disse...

Uma coisa é tu analisar uma situação, outra é tu concordar com ela ou não. O que eu quis dizer, e achei que tivesse ficado claro, é que apesar dos motivos explicitados, mesmo assim eu não concordava e continuo não concordando. Mas cada um faz a leitura que lhe achar mais conveniente.

San Tell d'Euskadi disse...

Porto, dizer que era o time do Dunga, Pato, Renan e Sóbis contra um vestido em azul, branco e negro é sacanagem!

Tivesses dito que era o time de Ânderson, Lucas e Ronaldinho, teríamos ganho. Essa fase do teu time contaminou até a Seleção!!

Luiz Portinho disse...

sancho, a verdade é que r-inho, anderson e lucas foram, disparados, os piores nomes do jogo... amarelaram! o lucas deu uma botinada no mascherano que foi constrangedora... o andershow é amarelão hein! que loucura! e o r-inho é uma vergonha para o RIO GRANDE.

Luiz Portinho disse...

sancho, a verdade é que r-inho, anderson e lucas foram, disparados, os piores nomes do jogo... amarelaram! o lucas deu uma botinada no mascherano que foi constrangedora... o andershow é amarelão hein! que loucura! e o r-inho é uma vergonha para o RIO GRANDE.

Luiz Portinho disse...

sancho, a verdade é que r-inho, anderson e lucas foram, disparados, os piores nomes do jogo... amarelaram! o lucas deu uma botinada no mascherano que foi constrangedora... o andershow é amarelão hein! que loucura! e o r-inho é uma vergonha para o RIO GRANDE.

Milton disse...

Tche, como o portinho ta mordido! Time titular afrouxa contra o reserva do rival, tecnico patetico leva um baile dos "hermanos" nas olimpiadas, e o "clube do povo" leva uma aula de futebol dos cariocas... goleiro e zagueiro ensaiam pro circo... como eu amo o internacional! Sirvam vossas facanhas de modelo pro centenario!

jo disse...

É milton...quando atolamos o dentuço em yokohama tu devia estar em extase,né?

DJ Aldebaran disse...

Vocês atolaram o dentuço? Ele se atolou sozinho! Caiam na realidade, o Barcelona perdeu aquele jogo pra ele mesmo! E a praga gremista foi grande, nem o Ronaldinho jogou mais nada, e nem o Barcelona ganhou um título sequer depois de então. DALE GREMIO e DALE REAL MADRID!

jo disse...

te garanto portinho que o aldebaran ,como todo gremista mentiroso ,um dia antes do mundial só falava no dentuço e como ele ia nos ferrar!!confessa sem mentir ,pijama!!!

DJ Aldebaran disse...

Jo, ao me chamar de pijama, tu sabe como era o primeiro uniforme do teu time?

Milton disse...

Depois dessa ele ficou quieto, neh? Hehehe, Jo, em resposta a tua pergunta, eu estava no Arizona quando o Inter venceu a Libertadores e o Mundial, nem fiquei sabendo pq nao tinha acesso a internet, era missionario. Quando voltei pro Brasil em Julho do ano passado confeco que fiquei chocado. Mas a bola nao mente, naquele mesmo ano tudo voltou ao normal.
Ps: A vizinhanca ta aprendendo a jogar bola com os de "pijama", heim? 4x1 no Palmeiras, bolao do co-irmao! Que a facanha se repita contra o Cruzeiro!

Luiz Portinho disse...

o R-inho acabou depois do que o INTERNACIONAL fez com ele em Yokohama; esse filho da azenha nunca mais vai jogar futebol.