terça-feira, março 31, 2009

Ano III, Número 115

OBRIGADO INTER!


Pelos mais de 10.000 dias que passei contigo INTER; por me fazer orgulhoso de ti e apaixonado por ti; por me ensinar a lutar sempre e a nunca me curvar diante das adversidades e adversários, mesmo sendo eles decantados como superiores; por tu ser o Clube do Povo do Rio Grande do Sul e permitir que eu tenha aprendido a conviver com todos dentro e fora do pátio do Beira Rio; por ter permitido que eu pagasse tantos ingressos de “coréia” a Colorados ainda mais apaixonados do que eu; por ter me mostrado os quatro cantos do Gigante; pelo prensado e pela ceva gelada do Celeiro de Ases; pelas tardes fria de inverno sob o sol assistindo aos treinos no suplementar; pelos pôsteres que decoram meus ambientes desde pirralho; pela camisa 5 do Falcão com a qual eu jogava bola na rua e pela camisa 5 com meu sobrenome bordado que eu presenteei a um tipo que imitava o “saci” (de cachimbo e gorro vermelho) naquele inesquecível 17.dezembro.2006; pelo Tetracampeonato Gaúcho 81-84 e pela touca que entreguei à china na conquista d´um outro Gauchão. Obrigado INTERNACIONAL, por tudo que fizeste por mim.


NILMAR


Na última semana tracei tópicos sobre o “quarteto fantástico” de dianteiros de que dispõe o INTERNACIONAL. Não houve comentários da vizinhança, até porque nem com a arrogância azul se poderia discordar do que escrevi. E no sábado Nilmar anotou mais um gol histórico com o manto vermelho. Foi uma obra prima, o gol mais bonito da história do A. Jaconi, sem dúvida. Tenho certeza de que veremos o gol do Nilmar na abertura de programas esportivos por muitos anos (clique aqui para assisti-lo).


KAKÁ


Enquanto o plantel enfrentava as dificuldades da altitude de Quito, Kaká, a maior estrela do futebol brasileiro, estava em Porto Alegre fazendo tratamento. Foram cinco dias e o que melhor resume o período é a declaração do próprio craque: “Este período de cinco dias de recuperação no Beira-Rio, valeu mais do que as cinco semanas que passei tentando me recuperar no Milan. Agradeço a todos os que tiveram trabalhando comigo este tempo aqui. Minha melhora foi enorme e hoje não senti dor”. Que tal vizinho ?


SELEÇÃO I


Concordo que a seleção não atuou bem e teve uma postura por demais cautelosa em Quito. Agora, mais uma vez as críticas dos “experts” foram exageradas. O Brasil não vence o Equador como visitante há décadas. Há longa data os equatorianos deixaram de ser adversários fáceis (vide LDU campeã da Libertadores). Aliás, a "endeusada" Argentina perdeu para os equatorianos em Quito. Por isso, repito o que venho afirmando há algum tempo: esse bando de corneteiro vai ter de engolir o Dunga voltando da África com o Hexacampeonato.


SELEÇÃO II


Ouvi diversos torcedores da azenha afirmando que se o jogo não fosse no Beira Rio compareceriam. Mas para quê ? O que a turma de “alma castelhana” faria num jogo da seleção brasileira ?! Gostariam eles de assistir Kleber, Lucio e Pato Alexandre envergando a jaqueta canarinho ? Lá no Beira Rio só se fala e canta em português e, portanto, essa turma de “alma castelhana” não é bem vinda.


BEM AMIGOS


Pela primeira vez assisto em deleite ao programa do Galvão Bueno, no Sportv. O cenário é o Beira-Rio e estão presentes Nilmar, Taffarel e Falcão. Só se fala na beleza e magnitude do Gigante, a casa dos brasileiros nesta semana (exceto os 40% de invejosos azuis aqui dos pagos!). G. Bueno tece loas ao INTERNACIONAL. Ao fundo duas faixas: “100 anos de glórias” e “CAMPEÃO DO MUNDO”. Detalhe: Caio “Rolex” era o único representante da azenha no programa. A turma de pijama deve estar mordendo a fronha.


RAPIDAS

.

GIGANTE DA BEIRA RIO, casa dos brasileiros. Para quem quiser conhecer um estádio padrão FIFA, basta clicar aqui.

.

Clique aqui e leia o texto que M. Beting escreveu para homenagear o INTERNACIONAL e que será publicado na contracapa do jornal Lance do dia 3.abril.

.

3x3 contra o Juventude foi apontado como o melhor jogo do Gauchão até agora.

.

O amigo P.R.Sanchotene entrou no debate sobre “volantes”, iniciado pelo Tostão e o J. Kfouri. Vale a pena conferir e entrar no debate (clique aqui para ler a postagem).

.

Com piedade do vizinho, já tinha decidido que não falaria mais que Aurora, La “U” e Boitatá Chico são os piores times da Taça Libertadores.

.

Mas é demais tchê! O que foi o lance do 2º gol lá em Cochabamba. Que barbaridade! Por favor!!!

.

Olha aqui ô, se essas “nabas”, essas “excrecências futebolísticas” aí disputassem o Gauchão (que o vizinho insiste em desdenhar!), Sapucaiense e Brasil de Pelotas estariam salvas do rebaixamento.

.

Vídeo da campanha do Centenário é comovente. Chorei ao vê-lo pela primeira vez. Clique aqui para conferir.

.

Obviamente lembrei de meu avô ao assistí-lo. O Vô Porto que estava sempre com o radinho sobre a mesinha, ouvindo o noticiário esportivo, quando o visitáva-mos.

.

Uma das melhores sensações que tive em minha vida ? Alguém muito especial com quem não falava há anos me disse que se tornou Colorada por minha causa. Glória do desporto nacional, ô Internacional!

.

Pensei muito em fazer minha seleção do Centenário, mas não posso. Faria injustiça com muita gente e não teria como encaixar todos meus “bruxos” no time.

.

Lauro, Bolívar, Indio, Álvaro, Kleber; Sandro, Magrão, Guiñazu e D´Alessandro; Nilmar e Taison; Walter, Alecsandro, Andrezinho, D. Silva, Sorondo, M. Cordeiro, Arilton, M. Alves, Agenor, Clemer, Wagner, Glaydson, Paulinho, Rosinei, D. Moraes, T. Cunha, Maycon, Tales e Giuliano. Essa é a nossa seleção!

.

PARABÉNS CENTENÁRIO INTERNACIONAL!

.

Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*38), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.

.

Luiz Portinho

SEMANA CHEIA

O GRÊMIO classificou para a próxima fase do Gauchão com a vitória frente ao São Luiz por 2x0. Ainda teremos mais um jogo por esta fase classificatória, que ocorrerá no improvável horário de quinta-feira às 15h45min. Esta partida só servirá para definir a posição do GRÊMIO no grupo, uma vez que, por questão de datas, tenta evitar o confronto com o nosso tradicional adversário já nas quartas-de-final. Mesmo assim, vamos de equipe reserva a Caxias do Sul.

A equipe a ser utilizada no jogo das quartas-de-final vai depender do adversário. Se não ocorrer clássico, vamos de mistão ou reservas novamente. Caso ocorra, os titulares entrarão em campo, mesmo tendo 48 horas de diferença entre duas partidas, já que jogamos na terça-feira contra o Aurora.

Mas é meio improvável que ocorra clássico já nas quartas. Só se levarmos 4x0 do Caxias e o jogo entre Ypiranga X ULBRA não terminar empatado.


O JOGO CONTRA O AURORA

O GRÊMIO não teve uma boa atuação em Cochabamba. Pariu uma bigorna pra ganhar do adversário mais fraco do grupo, quiçá da Libertadores toda. E só ganhamos por um lance de pura sorte, combinada com um frango histórico do goleiro adversário.

O time parece ter abandonado aquele posicionamento de líbero alemão que deu certo em Tunja contra o Chicó. A defesa jogou desguarnecida, e Adilson não repetiu as boas atuações dos últimos jogos. Souza não jogou nada, Tcheco simplesmente não entrou em campo e o ataque novamente empilhou chances de gol perdidas.

Fizemos o 1º gol através de Jonas, que acabou expulso. Aliás, depois da expulsão do nosso camisa 7, tivemos um apagão futebolístico que só não resultou numa virada do adversário por pura incompetência do time boliviano.

No início do segundo tempo acabamos levando o gol de empate. Continuamos desperdiçando situações, tendo uma atuação abaixo da crítica até um lance de falta na entrada da área do Aurora. Tcheco cobrou e o goleiro aceitou. Trouxemos os 3 pontos de Cochabamba, mas não fizemos absolutamente nada para merecê-los.

As chances vão se tornando mais raras conforme vai aumentando a qualidade dos adversários. Se não dermos um jeito no desperdício de gols, não vamos longe.


RETA FINAL DO GAUCHÃO

Nesta segunda-feira enfrentamos o São Luiz no Olímpico. Pouco mais de 10 mil pessoas estiveram presentes. Um bom público, a se considerar data e horário do jogo. Eu mesmo quase não fui.

Colocamos os titulares, afinal precisávamos do resultado para garantir classificação. A atuação do time não foi boa, é verdade. Mas, como já foi dito aqui, este é um dos campeonatos com a maior disparidade entre os times da capital e do interior. Vencemos o São Luiz com um futebol pro gasto, pelo placar de 2x0.

No entanto, algumas coisas se repetiram: o futebol apresentado por Souza no começo da temporada parece ter se perdido em algum lugar no caminho. Afinal, ele vem tendo uma sequência de más atuações que vem sendo preocupante. E os gols vêm sendo perdidos aos quilos por nosso ataque, que desta vez era composto por Herrera e Maxi Lopez, já que Alex Mineiro foi poupado devido a lesão.

Falando em lesão, Ruy acabou sentindo uma fisgada na coxa e é desfalque certo nas quartas-de-final do Gauchão. E talvez também no jogo contra o Aurora. Em seu lugar entrou Makelelê, o melhor do time do GRÊMIO e autor do 1º gol. Novamente ele entra durante o jogo e tem uma boa atuação.

Sobre o Tcheco, nem gasto mais meu latim falando. Simplesmente digo que ele foi... o Tcheco!

Agora, gostaria de entender qual é a implicância que o nosso técnico tem com o garoto Douglas Costa. Era jogo pro Douglinhas. Adversário relativamente fácil, jogo em casa, classificação encaminhada. E daí na hora de fazer a modificação, ele resolve trocar a dupla de ataque. E coloca Reinaldo, que vai embora em maio e não deve ter o contrato renovado.

Reinaldo acabou marcando o segundo gol, mas mesmo assim a entrada dele em detrimento do Douglas Costa é inaceitável.

Depois a torcida pega implicância com o Celso Roth e ninguém sabe por quê.


RAPIDINHAS

Foi noticiado que o GRÊMIO teria interesse no lateral-direito Joílson, atualmente no São Paulo. Seria uma boa contratação.


Aliás, não ouço falar em contratação de volante. Será que só eu que enxergo que falta um camisa 5?


A atuação da selecinha me deu sono. Tanto que dormi durante todo o segundo tempo.


Aliás, tradição não se compra. Em POA, o treino da seleção foi contra o time Campeão Brasileiro sub-20. Se o tal celeiro de ases é tão bom, porque não treinaram contra eles?


Saudações imortais desde a Libertadores da América,

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

11 comentários:

San Tell d'Euskadi disse...

Outra possibilidade de clássico é jogo contra o Papo, Aldebaran. E o Juventude ainda pode acabar até em 4º no grupo. Vai a Veranópolis, e se perder, é ultrapassado pelo VEC (pelo que ficaria em 3º); ainda e poderia ser pelo Coloradinho.

Luiz Portinho disse...

1. tchê, vcs. vão classificar em 4o lugar na chave e com as calças na mão ? que fiasco hein!;

2. o aldebaran deve estar de gozação. folclore tem hora, transformar o coletivo dos reservas não utilizados em quito contra os juniores do gremio em feito ? É DEMAIS!

3. deixa o C. Roth e o Tcheco trabalharem Aldeba.

saudações rubras, do dono da casa do Brasil.

DJ Aldebaran disse...

Sancho, me desculpe mas pra mim GRÊMIO X Juventude não é clássico.

San Tell d'Euskadi disse...

Pode ser, Aldeba. Mas, ainda assim, nós não escalaríamos -DE JEITO NENHUM- os reservas contra o Papo...

San Tell d'Euskadi disse...

Porto, eu até gostaria de classificar em quarto lugar; para ganhar de vocês no domingo justo na semana de aniversário.

O problema é que nem QUERENDO a gente fica com a quarta vaga...

Luiz Portinho disse...

e nem querendo e esperneando ganhariam do INTERNACIONAL domingo.

Milton disse...

Eh fato que o anel superior durante o jogo do brasil tava vazio? Se foi, quem foi que faltou ao estadio? Algum colorado topa responder a pergunta?

Saudacoes do representante gaucho na libertadores.

San Tell d'Euskadi disse...

GRE-NAL!!!!

DJ Aldebaran disse...

Já estou aqui, desde já, parabenizando antecipadamente o vizinho pela vitória no clássico.

Tche, se não tomarmos uma goleada eu vou comemorar como um título.

FORA ROTH! FORA DUDA KROEFF! FORA ANDRE KRIEGER! FORA MEIRA! FORA TODO MUNDO!! CHEGA DE PENSAMENTO PEQUENO!!

Milton disse...

OBRIGADO INTER!!!!
Sem voces nunca demitiriamos o Roth do gremio. Nao esperava tanta generosidade no aniversario de voces, mas esse presente foi demais! Valeu INTER!!!

Luiz Portinho disse...

UM... DOIS... TRÊS... O greminho É FREGUÊS!