terça-feira, maio 26, 2009

Ano III, Número 123

ARRANCADA DE CAMPEÃO

As “candinhas”, finalmente, se renderam. Depois da vitória em Goiânia sábado, com time reserva, o INTERNACIONAL agora virou favorito à conquista do Campeonato Nacional. Nem o vizinho consegue mais negar tal fato. Mesmo atuando em duas das três partidas com time reserva, o INTERNACIONAL acumulou 9 pontos, com 100% de aproveitamento, e já abriu 3 pontos para o 2º colocado. Foram 2 vitórias fora de casa, igualando, no começo da caminhada, o número do certame passado. É uma arrancada digna de campeão e de quem possui um elenco milionário e recheado de qualidade e reposições. Não tenho medo de errar, esse ano só o INTERNACIONAL pode tirar o título do Campeonato Brasileiro do INTERNACIONAL.

ENTREGA I

O grande diferencial desse grupo do INTERNACIONAL é a entrega e dedicação que os jogadores colocam em cada lance que participam. Quando os adversários têm a posse de bola, o que se vê é uma verdadeira caçada à bola, com 2 ou 3 jogadores a marcar em cima e outros 2 ou 3 na cobertura do lance. A aproximação das 2 linhas de 4 defensivas possui uma sincronia absoluta e até os dianteiros voltam para auxiliar na marcação com grande efetividade (vide o número de roubadas de bola de Taison que é extraordinário).

ENTREGA II

Com um sistema defensivo muito bem treinado e concatenado, o INTERNACIONAL é uma equipe que comete poucas faltas, especialmente perto de sua grande área. Nossos defensores, em regra, estão adiantados ao lance ofensivo adversário e, com isso, conseguem efetuar o desarme limpo, propiciando ótimas oportunidades de contra-ataque. Tudo isso só é possível pelo nível de excelência em que se encontra o preparo físico de nosso grupo de atletas. O preparador F. Mahseredjian merece um elogio.

COPA BRASIL I

A vitória sobre o Flamengo foi mais uma dessas de orgulhar Colorado. O adversário mostrou muita força e valorizou demais nossa classificação. Tite errou na segunda etapa ao trocar Rosinei (que a meu ver nem deveria ter entrado) por Glaydson. Ganhávamos por 1x0 e chamamos o Flamengo para nosso campo. Recuamos demasiado. Em 3 minutos, o Flamengo que já havia realizado duas alterações e jogava num 3-4-3 empatou a partida.

COPA BRASIL II

O jogo ganhou contornos dramáticos. Tite não teve coragem de sacar Glaydson (que daí por diante ficou sem função alguma em campo) para colocar Alecsandro; substituiu o lateral Danilo. Faltando 7 minutos colocou Andrezinho no lugar de Sandro (novamente não teve coragem de sacar Glaydson). Daí por diante a história é conhecida; falta na boca da área, Andrezinho e D´Alessandro colocados; Andrezinho corre para a bola e “adivinhem!!!!”.

COPA BRASIL III

Classificação garantida, enfrentaremos o Coritiba, que suou sangue para eliminar a Ponte Preta e é o lanterna do Campeonato Nacional. De toda forma, é um adversário bem complicado, possui uma boa equipe e vem a Porto Alegre como franco atirador. O treinador da equipe paranaense R. Simões está falando demais: primeiro anunciou a ordem dos jogos, demonstrando influências junto à CBF, e no começo da semana declarou que está na hora do INTERNACIONAL perder; se vem a Porto Alegre buscar lã vai sair tosqueado.


TORCIDA

O espetáculo proporcionado pelos 50 mil torcedores presentes no Gigante da Beira Rio na última quarta-feira foi sensacional. O caldeirão Colorado, literalmente, conduziu o time à vitória. Quando saiu o gol de Andrezinho o Beira Rio pulsava em vermelho. No final de semana foi a vez dos Colorados do Centro Oeste demonstrarem que nada se compara a nossa torcida. Depoimentos de Colorados presentes no Serra Dourada dão conta que tínhamos mais vermelhos do que verdes por lá e que calamos a torcida local com nossos cânticos. Vida Colorada, sempre!

TÉCNICOS I

M. Ramalho declarou em alto e bom tom na semana passada que o 3-5-2 é um dos maiores males de nosso futebol. Acusou a utilização do esquema em nossas categorias de base pelo baixo nível dos laterais formados no Brasil. Seria engraçado se não fosse trágico. Logo ele, Muricy, que é um dos treinadores que mais utiliza o “chama derrota” 3-5-2.

TÉCNICOS II

P. Autuori chegou a Porto Alegre e desencadeou uma onda de “babação de ovo” que denunciei na coluna da semana passada. Os “experts” da área se deliciaram com as explanações do carioca e com seus conceitos de futebol. O interessante é que Autuori nada mais fez do que afirmar a importância de laterais a moda antiga, que marcam e depois apóiam, de forma alternada. Valorizou as triangulações e deslocamentos em diagonal dos meias. Disse que não existem “alas” no futebol. Criticou o 3-5-2 e prometeu implantar o 4-4-2 na azenha. Enfim, o bom e velho “feijão com arroz” do futebol. Mas os “experts” da área, pelo visto, adoram ouvir o “feijão com arroz” ser explicado com chiado.

PORTA DOS FUNDOS

Infelizmente para o pessoal da azenha, história é um conjunto de fatos acontecidos e não um conjunto de fatos desejados. O rebaixamento em 1991 e a volta pela porta dos fundos em 1992, com mais 11 clubes a tiracolo, é um dos episódios mais vergonhosos da história do futebol gaúcho e brasileiro. O discurso do Sr. Presidente do Portoalegrense, ao final do jogo contra o Botafogo que culminou com o rebaixamento, garantindo que tentaria virada de mesa para voltar a qualquer custo é algo que não pode ser simplesmente apagado da história. Porta dos fundos é o título de postagem cuja leitura recomendo esta semana.

RAPIDAS

.

Caracas ? Alguém já ouviu falar desse time ? Sudavarzeana pura!!!

.

Para desespero do vizinho, Autuori chegou a Porto Alegre dizendo que sua dupla de meias ofensivos é Tcheco e Souza.

.

O novo treinero indagou se há no Brasil algum time que possua uma dupla de meias ofensivos mais qualificada.

.

Será que o P. Autuori assistia algo do futebol brasileiro lá no Quatar ?

.

Kleber, Lucio, Pato Alexandre e Nilmar

.

INTERNACIONAL é a base da Seleção Brasileira.

.

Lauro, Danilo (Alecsandro), Índio, Álvaro, Kleber; Sandro (Andrezinho), Guiñazu, Rosinei (Glaydson), D´Alessandro, Nilmar e Taison. 2x1 Flamengo.

.

Lauro, Bolívar, D. Moraes, Sorondo, M. Cordeiro; Glaydson, Magrão (Sandro), Guiñazu, Andrézinho, Giuliano (Taison) e Alecsandro (Leandrão). 1x0 Goiás.

.

Sandro, sem dúvida, é o melhor cabeça de área que já surgiu no futebol brasileiro depois de P. R. Falcão.

.

Impressiona a técnica, calma e personalidade do guri. No jogo contra o Flamengo, quando foi substituído por Tite, Sandro chamava o jogo para si no meio de campo, como a querer liderar o time a vitória. É um craque!

.

Leitor Milton me acusa de não conhecer a história e diz que essa é a primeira vez em trinta anos que o INTERNACIONAL monta uma equipe capaz de disputar títulos.

.

Curioso, o Milton não devia ser nascido em 1992 quando levantamos a Copa do Brasil com o “Imperador” C. Silva, “Gato” Fernandez, Marquinhos, Caíco, Maurício, Gerson e companhia, eliminando-os, a propósito, pelo caminho.

.

Aliás, o Milton deve ter nascido agora em 2009, porque não sabe que somos Campeões da Libertadores 2006, Mundial FIFA 2006, Recopa 2007, Copa Dubai 2007 e Taça Sudamericana 2008.

.

Aonde é que tu andava Milton ?!

.

Alex marcou um golaço e já caiu na graça dos russos. Veja a obra de arte de nossa cria.

.

4ª feira de tarde o grande jogo será Barcelona x Man. U. pela Champions League.

.

A noite não tem para ninguém, todos estarão de olho em INTERNACIONAL x Coritiba. É o grande jogo da noite de quarta-feira.

.

TODOS OS CAMINHOS LEVARÃO AO BEIRA RIO, COMO SEMPRE!!!

.

Andrezinho está confirmado na vaga de Guiñazu (suspenso pelo 3º amarelo).

.

Que venha o Coxa!

.

Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*38), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.

.

Luiz Portinho




O NOVO GRÊMIO DE AUTUORI

Foi apenas a primeira partida. No entanto, já é perceptível a influência do novo técnico no time do GRÊMIO. Contra o Botafogo, a equipe já apresentou sinais de que começa a existir um padrão tático. A principal mudança percebida foi que Tcheco começou a atuar mais solto no meio-campo, mais adiantado, e para isto os laterais Ruy e Fábio Santos estão ajudando mais na marcação, pois Túlio ficou mais sobrecarregado nesta função. O esquema deu resultado, embora a atuação do GRÊMIO ainda não tenha sido um primor de qualidade. Mas foi o suficiente para obter a primeira vitória. Com direito a uma belíssima jogada de Douglas Costa, que resultou num passe de letra de Maxi Lopes para o lateral Fábio Santos marcar o segundo gol gremista.

O GRÊMIO ainda está atuando no 3-5-2, embora Autuori prefira o 4-4-2. Mas ele mesmo declarou que a mudança não será feita de forma abrupta, e que fazer isto desta forma seria até mesmo uma irresponsabilidade.

Para o jogo contra o Caracas, acredito que vá ser mantido exatamente o time que iniciou a partida contra o Botafogo. Minha única preocupação quanto a isto é que Paulo Autuori declarou que provavelmente Adilson, que cumpriu suspensão contra o Botafogo, retorne ao time. Mas que ele jogaria ao lado de Túlio. Ao mesmo tempo, disse que o 4-4-2 não é para as próximas partidas. A dúvida que fica é: quem sai do time para a entrada do volante? Já adianto que se Autuori vier com o esquema da Ponte Preta rebaixada, a corneta vai tocar.


O CARACAS

E nesta quarta-feira enfrentaremos pela segunda vez na história da Libertadores um time venezuelano. A primeira vez foi contra o Universidad Los Andes, pelo triangular da segunda fase da edição de 1984 da Libertadores, a qual terminamos com o vice-campeonato. O retrospecto foi excelente. Duas vitórias, sendo que no Olímpico enfiamos 6x1 neles.

Mas de lá para cá o futebol venezuelano evoluiu, mesmo sendo lá o terceiro ou quarto esporte na preferência do povo.

O Caracas FC tem alguns jogadores da seleção venezuelana, mas seus jogadores mais perigosos são o meia argentino Darío Figueroa e o atacante colombiano Jamerson Rentería.

É um adversário mais forte do que os enfrentados até aqui, mas mesmo assim acredito que o GRÊMIO irá se classificar, apesar de prever mais dificuldades. Afinal, é a primeira vez que o incipiente futebol venezuelano coloca um representante nas quartas-de-final de uma Libertadores.


A NOVA CAMISETA

Não gostei nem um pouco da nova camiseta do GRÊMIO. Primeiro, o tom de azul ficou escuro demais, longe do azul celeste que prevê o estatuto do clube. Segundo, o número ‘pixelado’, igual ao da camiseta de 2008, foi mantido. E se eu não gostava dele na camiseta anterior, continuo não gostando, principalmente pelo fato de que a Puma vem adotando outro padrão de fonte para as camisetas dos times europeus para a temporada 2008-2009. As ‘anteninhas’ próximas à gola, padrão nas camisetas da Puma nesta temporada, também desagradaram.

Em resumo: um erro grotesco da Puma nesta camiseta. Que deve encalhar nas lojas, visto que a reprovação foi tão grande que levou um grupo de torcedores a fazer um site exigindo a saída da Puma do GRÊMIO e fazendo um abaixo-assinado neste sentido. O endereço do site é http://www.forapuma.com/.


A CONVOCAÇÃO DE VICTOR

Dunga está de sacanagem com a torcida do GRÊMIO. Está certo que o goleiro Victor merece uma convocação à seleção. Afinal, ele é o melhor goleiro em atividade no Brasil. No entanto, desfalcar o time num momento decisivo de Libertadores para levar Victor pra ser o terceiro goleiro em um torneio que nada vale é um absurdo tão grande quanto manter um neófito como técnico da seleção brasileira.

Aliás, vou secar a seleção tanto nas Eliminatórias quanto na Copa das Confederações.


COPA DO BRASIL: 12 ANOS DO TRI-CAMPEONATO

Dia 22/05 comemorou-se 12 anos de mais um “Maracanazo” do GRÊMIO. No dia 22 de maio de 1997 o GRÊMIO sagrava-se campeão da Copa do Brasil após empatar com o Flamengo por 2x2. O time perdia por 2x1 até os 35 minutos do 2º tempo, até que Carlos Miguel calou mais de 100 mil flamenguistas e fez-se ouvir uma pequena parcela de torcedores gremistas presentes ao Maracanã naquela noite. Eu lembro que eu estava num show da banda australiana Midnight Oil no dia da final, e vi o jogo em telões instalados no SESC, local daquele show. E lembro também que estava muito frio naquela noite. No final do show, os músicos do Midnight Oil voltaram ao palco trajando camisetas do GRÊMIO. Um final emocionante para uma noite épica.

Aliás, só para lembrar aquela gente que veste vermelho: esta que vocês querem levar para casa, nós temos QUATRO iguais na nossa sala de troféus. E, se for para vocês levarem para casa esta taça, que não precisem da arbitragem, como precisaram em 92, quando até mesmo o Pinga, lembrado na última coluna do vizinho, já admitiu que se jogou naquele lance.

Mas deixa assim. Marcelinho Paraíba há de estragar a alegria deles. Dá-lhe Coritiba!


RAPIDINHAS

O GRÊMIO estaria interessado no meia Damián Diniz, que está na reserva do Boca Juniors. A direção não confirma o interesse.


Especula-se também o interesse no zagueiro uruguaio Lugano, ex-São Paulo e hoje no Fenerbahçe da Turquia.


Aliás, falando em Boca Juniors, este negócio de dar camiseta pro Lula é zica na certa! ADIÓS BOCA!


O jogo de volta entre GRÊMIO X Caracas está marcado para 17/06, no Olímpico.


A CBF alterou o horário de GRÊMIO X Vitória neste domingo no Barradão. O jogo ia ser às 18h30min e mudou para as 16h,


O vizinho falou tanto em coelhos e em cavalos paraguaios ano passado que este ano está cabendo ao time dele o papel de coelhinho do certame.


Nesta quarta-feira, FARSELONA x MANSHIT pela final da UCL. Seria o jogo pra definir nosso adversário na final do Mundial da FIFA? Torcemos que sim!


Saudações imortais desde a Libertadores da América,

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

22 comentários:

San Tell d'Euskadi disse...

CAVALO PARAGUAIO!!!

Francinei Bentes disse...

Bah, o Porto fala mais do Grêmio do que do Inter nessa coluna dele...
Haja SECAÇÃO... aposto que ele queria muito mais estar jogando contra o Caracas do que contra o Coritiba hoje à noite ("quanta" diferença hein...). Seria um sonho vermelho uma "Sudavarzeana" em 2009...

Milton disse...

Fico lisonjeado por ter tido mencao especial no post desta semana!

Agora estou a espera do Porto admitir o erro quanto a "virada de mesa" de 92.

San Tell d'Euskadi disse...

COELHO!!!

DJ Aldebaran disse...

Com esta história de o vizinho falar da suposta virada de mesa de 92, eu já até comecei a escrever a coluna da semana que vem.

Milton disse...

Porto, 92 foi uma zebra, uma sorte de ter um penalti nos ultimos minutos de jogo. Depois disso o poderoso time foi quarto em um grupo de 4 clubes que classificava 3 pra proxima fase da libertadores. Eh essa a definicao tua de um grande time?

Pois entao, como diz meu avo colorado - nascido em 39 e testemunha ocular das grandes vitorias coloradas - "eh a primeira vez que posso dizer que o inter tem um grande time". Nunca concordei tanto com um colorado antes.

Agora, tu e o Jo nao vao assumir o erro quanto a virada de mesa?

jo disse...

fica ridículo discutir com um cara como os pijamas que sequer sabem ler(ler é uma atividade ludica que exige um mínimo de intterpretação).A DATA DO REGULAMENTO DE 1992 É DE 7 DE JANEIRO PORTANTO,VIRADA DE MESA QUE SE DEU DEPOIS DO REBAUXAMENTO QUE FOI EM 1991,SURE?ALIÁS ,PORQUE SERÁ NÉ ...TE MANDO O RECORTE DO JORNAL CORREIO DO POVO EM QUE O PRESIDENTE FANTASMA CORTADO DA SALA DE PRESIDENTES DO GREMIO ABRE O JOGO E DIZ QUE VAI TAPETEAR ,OU SEJA ,O GREMIO NÃO VAI JOGAR A SEGUNDONA...18 ANOS DO MAIOR VEXAME DO FUTEBOL GAÚCHO EM TODOS OS TEMPOS E 4 ANOS DO MAIOR VEXAME DO FUTEBOL BRASILEIRO-CORINTIANS 2005- NÓS NUNCA ESQUECEREMOS...

San Tell d'Euskadi disse...

Bom, tem gente com problema de juntar lé com cré. Vou ser bem mobral, que é para que entendam.

I. O Regulamento da "Série A" de 1991 não definia o acesso da "Série B" de 1992 para a "A" de 1993.

Ib. O Regulamento da "Série A" de 1991 definia, apenas (dentre outras coisas) quantos seriam rebaixados da "Série A" de 1991 para a "B" de 1992.

II. O Regulamento da "Série B" de 1991 tampouco definia o acesso da "Série B" de 1992 para a "A" de 1993.

IIb. O Regulamento da "Série B" de 1991 definia, apenas (dentre outras coisas) quantos subiriam da "Série B" de 1991 para a "A" de 1992.

III. Só seria definido quantos caiririam da "A" para "B" em 1992 e quantos subiriam da "B" para "A" em 1992, no Regulamento de 1992.

IV. Portanto, quando o Grêmio caiu em 1991, toda a temporada de 1992 (e, por conseqüência, de 1993) estava por definir.

V. A única informação que se tinha era quais eram os times da "A" e quais eram os da "B" (talvez, nem esse último).

VI. Virada-de-mesa ANTES do regulamento ser escrito, só existe na cabeça dos vermelhos do BloGreNal...

San Tell d'Euskadi disse...

FLANELA!!!

Luiz Portinho disse...

Tchê, soa até ridículo tentar fazer crer que a promoção de 12 clubes da 2a divisão para a 1a divisão é algo corriqueiro e normal... por que tal fato nunca mais se repetiu na história do futebol mundial ? por favor, não se exponham a tal ponto pijamas... não forcem o Josué a mandar o recorte de jornal com o discurso do Presidente que vcs. tentaram apagar da história (hábito comum lá na azenha aliás)

Luiz Portinho disse...

Cavalo paragua, Coelho e flanela é ter 11 pontos e entregar para o Mr. M (o Muricy).

Luiz Portinho disse...

porra Milton, o teu avô não viu o Rolo Compressor ?! o teu avô tá vivo ?! ele não viu o timaço de Bolivar, F. Eller, Edinho, Alex, Fernandão e Sobis ser campeão da américa e do mundo ?! tem certeza que teu avô é Colorado ?!

San Tell d'Euskadi disse...

Mudando o argumento, Porto?!

Só no Brasil, o campeonato, de um ano para outro já teve acréscimo de 6 (71/72), 8 (76/77), 12 (77/78 e 92/93), 14 (72/73), 20 (78/79), 22 (75/76) e 92 times (1999/2000)...

San Tell d'Euskadi disse...

Me refiro ao cavalo paraguaio, coelho e flanela versão 2009...

jo disse...

coitado do avô do milton...É cego ,surdo já que ele não viu nem ouviu falar do time que fez mais gols na história do campeonato gaucho(rolo compressor) ou do maior time , escolhido por voto em todo o brasil pela revista placar, da década de 70 e considerado por muitos, inclusive milton neves, o melhor time do século XX no brasil!!

Milton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Milton disse...

Porto e Jo, quanta arrogancia da parte de voces... precisa insultar familia agora?

Fala serio, eh como se estivesse falando com uma parede...

jo disse...

desculpe mas um cara colorado com a idade do teu avo dizer que nunca tivemos time não te parece uma blasfemia?ESTE TIME TEM HISTÓRIA E NÃO NASCEU ONTEM...

Milton disse...

Caso alguem ainda duvide da historia, os grandes times do Inter desde 1970: 1975-79, 2006-2009, ou seja, uma boa media de 2 bons times a cada 30 anos. O ponto do meu avo e o motivo que colorado tem que celebrar o momento que se chama PRESENTE.

"Aproveita que teu time ta bem e fala do presente, pois um time bom do inter nao vem em tanta frequencia." (Milton, Blogrenal, ano III, número 122). Quem ainda nao entende que estude historia.

Luiz Portinho disse...

Milton, tu pode até ser novo tchê, mas não seja desinformado. o futebol não começou em 1970... vai te informar rapaz! e a prevalecer o teu raciocínio (bem pobre!) o greminho tb. só teve 2 times 81-83 e 95-96... quem precisa estudar a história é tu tchê!

San Tell d'Euskadi disse...

Porto, só esqueceste o melhor Grêmio que vi jogar: o de 2001...

P.S.: E, claro, o invencível Grêmio da década de 60!

P.P.S.: O Milton esqueceu o Rolo, mas se for ver, ele não errou o período: 50, 70, 2000...

Milton disse...

“Aproveita que teu time ta bem e fala do presente, pois um time bom do inter nao vem em tanta frequencia.
Eh a primeira vez em trinta anos que tens um time capaz de decidir titulos, portanto cabe mesmo comemorar o fato.” (ano III, numero 122)

Interpretacao de texto eh fogo...

E eu tenho muita admiracao pelo rolo compressor, Porto, foi o primeiro grande time do inter e durou por bastante tempo. Ao contrario de ti eu gosto de estudar a historia dos clubes gauchos, rivais e filiais. Conheco muito sobre o inter, mas so procura entender o contexto das colocacoes.

Espero que agora voces entendam o motivo da qual voces devem mesmo comemorar o bom time que voces tem desde 2006.