quarta-feira, agosto 19, 2009

Ano III, Número 135

UM DIA SEM FIM
.
O dia da conquista da Libertadores da América continua vivo dentro de cada Colorado. Ele nunca vai acabar, nem que um milhão de noites sucedam outro tanto milhão de dias. Mesmo depois de 1095 dias, ainda estão vivos em nossa retina os gols do Fernandão e do Tinga, o Sóbis correndo como uma criança pelo gramado do Beira-Rio com uma enorme bandeira Colorada, o Abelão levantando as mãos para o céu e o Perdigão desorientado pelo campo com uma bandana do Japão na cabeça. Ainda sinto o gosto das lágrimas que correram meu rosto no apito final. Hoje ainda é 16 de agosto de 2006.
.
VIAGEM AO JAPÃO
.
Duas semanas antes da ida ao Japão para disputar a Copa Suruga, enquanto a quase unanimidade dos doutos de nosso futebol reputavam maléfica a viagem, firmei posição de que a mesma seria positiva, especialmente por afastar o grupo das pressões locais. Leio hoje entrevista de F. Carvalho na qual disse: “Até comentamos que o desgaste de uma viagem longa poderia nos trazer alguns malefícios, mas seriam inferiores aos benefícios. E foi isso que aconteceu. Os jogadores puderam conversar, ficar juntos, superar algumas questões internas.”. Ficar longe dos problemas e levantar caneco sempre faz bem!
.
VELHA FORMA DE ATUAR
.
Não consegui assistir à vitória de 2x0 sobre o Santo André ao vivo. Mas conferi o “taipe” mais tarde. Gostei da atuação coletiva. Diante de um adversário frágil e descamisado, recomenda-se adotar uma marcação agressiva e por pressão. Foi o que o INTERNACIONAL fez durante todo o primeiro semestre e repetiu no interior paulista. A “pegada” forte voltou no sistema de marcação Colorado (já voltara, aliás, contra o Sport aqui no Beira-Rio). Desde a saída de bola inimiga, há combate direto por parte de nossos atacantes e meias ofensivos.
.
NOVA FORMA DE ATUAR
.
Mas se voltamos a atuar na velha forma do ponto de vista defensivo, no ataque a inclusão de Giuliano na meia cancha confere poderio e propicia ao time uma nova forma de atuar. O exemplo claro disso foi a partida em Santo André na qual tivemos volume ofensivo, mesmo diante de modesta atuação do armador principal (Andrezinho). O quadrado na meia cancha tem essa essencial qualidade de manter o ataque alimentado, mesmo quando um dos meias de frente não brilha; no losango de outrora teríamos sucumbido ao clube do interior paulista.
.
RUMO AO TÍTULO
.
Corinthians (casa), Palmeiras (fora), Santos (fora), Goias (casa), Atlético-MG (casa). Com 10 pontos nesses 5 jogos estará aberto o caminho para o TETRACAMPEONATO NACIONAL. Estou saindo para o Beira-Rio agora. Vamos de Lauro, Danilo, Bolivar, Sorondo, M. Cordero; Sandro, Guiñazu, Giuliano e Andrezinho; Bolaños e Alecsandro. Desfalques de Kleber e Taison são consideráveis, mas os ingressos de M Cordero e Bolaños revelam que temos boas reposições. O mais importante é a manutenção do esquema de jogo.
.
C SANTANA
.
Notícias de última hora dão conta que o INTERNACIONAL assinou com o meia por R$ 10 milhões. Afirmei há algumas semanas que não recordo tão bem do futebol deste jogador para fazer uma análise definitiva. Além disso, o valor do negócio é bastante elevado e possibilita a contratação de qualquer grande jogador. A princípio não me parece um bom negócio. Mas espero que as atuações de Cleber justifiquem o alto preço.
.
GOLEIROS
.
A rodada teve grandes atuações de goleiros. No Mineirão, Fabio do Cruzeiro e o jovem Felipe do Santos foram responsáveis pelo oxo no placar. Em Santo André o arqueiro do time local, Neneca, fez uma defesa antológica. Em Porto Alegre, bom, em Porto Alegre Adriano e companhia chutaram 6 bolas em cima do Victor peito de madeira.
.
ESTÁ REGISTRADO NA HISTÓRIA
.
INTERNACIONAL CAMPEÃO DA LIBERTADORES DA AMÉRICA 2006. ESTÁ ESCRITO E REGISTRADO NA HISTÓRIA. Clique aqui para acessar a página especial sobre a conquista no site do INTER.
.
RÁPIDAS
.
Vale a pena conferir mais um golaço do Nego Taison. Clique aqui.
.
Como afirmei na última coluna, vitória em Santo André indicava INTERNACIONAL como pretendente ao título.
.
Pretensão confirmada!
.
A penalidade máxima cometida por Pierre em L. Flavio no jogo Palmeiras x Botafogo foi daquelas de concurso.
.
EIXO.
.
Todo cuidado é pouco com essa turma.
.
A propósito, por que conferem tanto espaço na mídia para o tal de A. Sanches, Presidente do Corinthians ?!
.
Manchete da última 5ª feira, dia 13.agosto: “D. Kroeff duvida de proposta irrecusável por Maxi”. Momento raro de sanidade na azenha.
.
Só um louco faria uma proposta irrecusável por um centroavante que não soma mais do que 40 gols em 10 anos de carreira futebolística.
.
A propósito, vizinho, quantos gols fez “La Barbie” em toda carreira ?!
.
INTER x U de Chile pelas oitavas de final da Sudamericana 2009.
.
E tu vais enfrentar quem vizinho ?!
.
Mistério em Porto Alegre. Nunca se viu uma dor tão prolongada como a dor-de-cotovelo causada pela conquista da COPA SURUGA.
.
Aviso aos navegantes: só ganha COPA SURUGA quem é CAMPEÃO da Taça Sudamericana.
.
Eu disse CAMPEÃO!!! Taça no armário, viu vizinho ?
.
Saudações rubras, do DONO DA ALDEIA (*39), CAMPEÃO DE TUDO e SEMPRE NA PRIMEIRA DIVISÃO.
.
L. Portinho




CONSELHO OMISSO


A coluna desta semana não poderia começar de forma diferente: o ocorrido na reunião de 12 de agosto no salão nobre do Conselho Deliberativo foi um absurdo: foram 161 conselheiros presentes para a votação da redução da cláusula de barreira. Destes, 8 abandonaram a reunião antes do início da votação, impedindo a existência de quórum para a votação. Eram necessários 154 conselheiros, e havia 153, exatamente um a menos, o que fica evidente que a manobra foi de caso pensado. Mesmo assim, foi feita a votação. 145 votos a favor, 7 contra e 1 abstenção. Com isto, não fica mais sendo possível reduzir a cláusula para as eleições de 2010, pois o estatuto prevê antecedência mínima de 1 ano em relação ao edital de convocação para as eleições.


CONSELHO OMISSO II

Em 2007, nas últimas eleições, ambas as chapas se comprometeram com a redução da cláusula de barreira de 30% para 20%. Agora em 2010 haverá duas eleições: para renovar 50% do Conselho e para eleger o principal mandatário do clube para o biênio 2011 e 2012.

Esperamos uma oxigenação total no Conselho, com o associado elegendo uma chapa com nomes que realmente agreguem valor ao GRÊMIO e que verdadeiramente representem a torcida. Pois a torcida quer a redução da cláusula de barreira, e não quer um bando que se preocupa apenas com o status e as benesses de ser conselheiros do GRÊMIO.


GRÊMIO 4x1 FLAMENGO – SHOW DE VICTOR

O GRÊMIO entrou no jogo contra o Flamengo com uma escalação que vinha sendo usada bastante pelo time do vizinho, e que vinha sendo alvo de várias críticas no espaço vermelho do BloGreNal: um 4-3-1-2 com o meio-campo em forma de losango. Réver centralizado, Túlio e Adilson pelos lados, mais a frente, e Douglas Costa como vértice frontal, fazendo o chamado “nro. 1” do Zagallo. Aliás, o “velho lobo” que gostava muito do meio-campo em forma de losango. No entanto, da mesma forma que vinha acontecendo no co-irmão, a formação não se mostrou ideal.

O ataque era totalmente reserva: Jonas e Perea, sendo que este último não iniciava uma partida fazia 8 meses. E foi justamente o colombiano que marcou o 1º gol. O Flamengo empatou com Emerson, e daí começou o show de Victor. No mínimo 3 defesas monstruosas no 1º tempo e mais 4 no segundo.


GRÊMIO 4x1 FLAMENGO – SHOW DE VICTOR II

No segundo tempo, Paulo Autuori promoveu a entrada do garoto Bruno Collaço na lateral-esquerda, e ele fez o feijão-com-arroz ali atrás e resolveu a avenida que estava a nossa lateral-esquerda com Jadilson. Que por sinal, depois da atuação de domingo, pode passar no RH e acertar as contas. Autuori viu isto e já declarou que não pretende mais contar com o ala para o restante da competição, mantendo Bruno Collaço de titular.

Os números finais da partida foram dados por Réver, que marcou um golaço e teve mais uma excelente atuação, tanto que só não foi melhor do que a do goleiro Victor; e Jonas, que marcou duas vezes de pênalti.

No final, um resultado a ser comemorado, mas que não demonstra o que foi o jogo. Afinal, Victor transformou o que poderia ser uma goleada contra numa goleada a favor.


O FINAL DO TURNO E O COMEÇO DO RETURNO

Finalizamos o primeiro turno na 7ª posição, com 28 pontos ganhos. Sem perder em casa e sem vencer fora. E já nesta quarta-feira o returno começa com uma pedreira fora do Olímpico: o Santos, lá na Vila Belmiro, onde ganhamos apenas uma vez na história. E no domingo temos no Olímpico o Atlético-MG de Celso Roth, também conhecido como “Coca-Cola 2 Litros”. Afinal, quando chega lá pela metade, perde o gás.

Normalmente o desempenho do GRÊMIO costuma ser melhor no returno, com exceção do ano passado, quando depois de ter feito o melhor 1º turno da história dos pontos corridos em aproveitamento, perdeu o Brasileiro mais ganho da história.


O FINAL DO TURNO E O COMEÇO DO RETURNO II

Imagino que algo em torno de 65 pontos sejam necessários para a vaga na Libertadores, a qual já declarei que se vier será lucro. Teremos jogos mais difíceis em casa, como São Paulo e Palmeiras, no entanto teremos jogos contra adversários mais fáceis fora, a exemplo de Náutico e Santo André.

Alguns reforços deverão ser anunciados ainda esta semana, como o lateral-esquerdo Lúcio, que teve boa passagem por aqui em 2007, e o atacante Leandro, que negocia sua liberação por parte do Verdy Tokyo. E deve vir também um meia, pois nos demos conta de que pior de que ter que aturar o Tcheco, é se dar conta de que quando não podemos contar com ele, não tem um reserva. Douglas Costa foi muito mal contra o Flamengo e prova que ainda tem que amadurecer pro futebol.

Quem deve aparecer também de forma gradual são alguns nomes da base. Bruno Collaço já será titular contra o Santos. Roberson vinha sendo relacionado para as partidas mas ainda não apareceu em nenhum jogo. E para enfrentar o Santos foram relacionados para o grupo o meia Pessalli e o atacante Ricardo. Seria interessante começarmos a ver mais estes jogadores aparecendo na equipe.


RAPIDINHAS

Maxi Lopez deve ter condições de voltar ao time contra o Náutico. A direção não confirma, mas informações dão conta de que ele renovou contrato por 3 anos.


Réver especulado para a Lazio.


A direção do GRÊMIO disse que não pretende se desfazer de Victor, Réver e Maxi Lopez.


Provável time para enfrentar o Santos: Victor; Mario Fernandes, Leo, Rafael Marques e Bruno Collaço; Réver, Adilson, Tcheco e Souza; Jonas e Perea.



Saudações imortais do 1º colocado no ranking OFICIAL da CBF,



Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

11 comentários:

Bruno Coelho disse...

Conselho Deliberativo foi muito vergonhoso. Não porque a proposta de redução da cláusula de barreira não foi aprovada (se fosse apenas isso, seria menos vergonhoso), mas pela omissão dos conselheiros. Somente três grupos (Grêmio Independente, Grêmio Novo e Grêmio Acima de Tudo) deram amplo apoio em seus sites a essa reforma, sendo que os dois primeiros prestaram contas ao apresentarem os nomes de seus conselheiros que estiveram presentes na reunião e justificaram as ausências dos demais. O resto, absolutamente nada (até a última vez que passei nos sites).
Sobre o jogo, não achei que o Douglas Costa fez uma partida ruim. Pelo contrário, ele era a nossa única referência na criação, fez a assistência para o gol de Réver num momento complicado para o Grêmio dentro de campo.Tanto é que depois de Joilson entrou no lugar dele, conseguimos dois gols de pênaltis, mas não havia maior retenção da bola no campo de ataque. Então discordo da afirmação que ele foi muito mal, mas concordo que ainda precisa amadurecer.
Com relação ao Bruno Collaço, ele fez uma boa partida. Jadilson poderia ser útil como reserva, mas com a chegada de Lúcio e a recuperação de Fábio Santos (mais confiável), realmente não haveria espaço para Jadilson.
“E no domingo temos no Olímpico o Atlético-MG de Celso Roth, também conhecido como ‘Coca-Cola 2 Litros’”, Adelba, que cornetagem com Roth hein. :-D

Abraço!

Paulo Roberto disse...

Porto,

Como tivemos que jogar a LIBERTADORES no primeiro semestre, não disputaremos a Sulavarzeana...

Abraço.

Milton disse...

Paulo, o Porto sabe muito bem que o GREMIO tem muito mais tradicao na Libertadores do que o inter, entao eh por isso que ele tenta tirar flauta com suruga e sulamericana. Essas sao as copinhas deles, eles tem mais eh se que contentar com isso mesmo.

Luiz Portinho disse...

1) Milton exprimindo DNA arrogante;
2) a naba tá tão grande na azenha que qualquer lateralzinho 171 da base entra e já vira titular;
3) o fato da manutenção da cláusula de barreira em 30% revela a agremiação azenhana mantem-se ELITISTA;

Luiz Portinho disse...

ah! recomendo: hoje, 20.30h, BOCA JRs x VELEZ SARSFIELD pela Taça Sudamericana.

Milton disse...

Mas bah, tche, BAITA flauta essa agora porto! Ta inchado depois de perder na bola pro corinthians... de novo! :)

Carolina disse...

Porto, #6
1) Milton exprimindo DNA arrogante;
2) a naba tá tão grande na azenha que qualquer lateralzinho 171 da base entra e já vira titular;

Porto dando uma aula sobre incoerencia, imperdivel!!
Qual eh a proxima materia??

Ricardo disse...

ae gremistada vamo capricha mais nessas cornetas ae po.

mas também, com esse time SEM VERGONHA de vocês fica dificil falar de coisas mais relevantes como futebol, TAÇA NO ARMARIO, etc.

(em tempo: já to sabendo que o Inter já "foi rebaixado", perdeu o grenal "centenario", tem torcida "amarga", bla bla bla)

Carolina disse...

COnhecemos bem 'La U', adversario nosso na LIBERTADORES. Alias, contra quem jogastes na Copa Libertadores?

Carolina disse...

"Ganha dos fracos e sucumbe diante dos fortes, assim tem sido o Inter, desde o início da temporada."
Wianey Carlet declarando o inter como o time que bate em cachorro morto. IMPERDIVEL!
o Link: http://www.clicrbs.com.br/blog/jsp/default.jsp?uf=1&pg=1&coldir=1&section=Blogs&topo=3994.dwt&uf=1&local=1&template=3948.dwt&source=DYNAMIC,blog.BlogDataServer,getBlog&blog=217&tipo=1&post=218597

DJ Aldebaran disse...

Aguardo ansiosamente a próxima coluna vermelha. Como será que o Portinho se referirá a "La U"?