terça-feira, novembro 06, 2007

Ano I - Número 43

GOLDEN BOY COLORADO

Ele está de volta, colocando pavor nas defesas adversárias. O retorno de Nilmar aos gramados com a camisa do Internacional foi o grande fato futebolístico da semana. As mesas redondas foram unânimes ao mencionar o talento do ‘golden boy Colorado’ e já se cogita, com força, de seu nome em futuras convocações da seleção. E isso que Nilmar ainda não está com 100% de sua forma física. Tremam adversários do Internacional em 2008!


SPORT RECIFE

Foi lamentável presenciar o empate em oxo contra o Sport. O Internacional enfrentou um time sofrível e não soube vencer. Não se ganha jogo com chutão do meio de campo para dentro da área e muito menos com Cristian e Pinga ingressando na equipe. Semblantes decepcionados no Beira-Rio após o fracasso!


VASCO DA GAMA

No final de semana recuperamos o prejuízo. E quem sofreu foi o Vasco. O time de Romário levou um chocolate do Internacional. Com o ingressos dos ‘pratas da casa’ Nilmar, Sidnei e Roger na equipe, a vitória veio naturalmente. Em 2008 precisamos colocar a patota do Celeiro de Ases para jogar.


LATERAL ESQUERDA

Aonde estão R. Cardoso, J. Luís e Ramon ? Temos três laterais no grupo e nenhum deles é escalado. A bola da vez, por ali, é Guiñazu. Abre-se mão de um ótimo volante para improvisá-lo na lateral. Erro semelhante ao cometido com Alex, que deve regressar à lateral com a suspensão do argentino. É dose!


ABELÃO

RBS veiculou matéria de baixíssimo nível contra A. Braga. O tapa de luva veio depois da vitória triunfal sobre o Vasco da Gama (clique aqui para conferir as matérias). É por essas e outras declarações que Abelão merece nosso respeito e consideração.


FÉRIAS

Na última semana sugeri que o futebol Colorado entrasse em férias a partir de 15 de novembro. Pois hoje saiu uma prévia do planejamento e, pelo visto, minha sugestão foi acolhida. Serão dois períodos de férias, a partir do jogo do próximo final de semana. O grupo regressará no dia 26 de dezembro e começará preparação para o Torneio de Dubai. Depois da competição internacional, é provável que a pré-temporada seja realizada em Bento Gonçalves. Muito bom!


INVEJA

A inveja é um dos sentimentos mais deploráveis no ser humano. O que está causando a indicação do Beira-Rio para sede da Copa do Mundo 2014 é uma coisa que nunca tinha sido vista em Porto Alegre e no Rio Grande do Sul. Por favor, peçam providência à FIFA, porque o ‘olho gordo’ tá demais!


TIPIFICAÇÕES

Agressão de Tcheco em A.Mineiro no primeiro turno (artigo 129 do Código Penal). J.A. Guerreiro e caso ISL (formação de quadrilha e outros - artigo 171 do Código Penal). Voadora E.Costa pelas costas de Clayton (artigo 129 do Código Penal). Declarações e atitudes de P.Odone contra C.Josias (Crime inafiançável – art. 5º., XLII, da Constituição Federal e Lei 7716/89). Multa aplicada pelo Banco Central por sonegação de divisas (artigos 1º e 3º do Decreto 23.258/33). É muita lama na vizinhança!


RÁPIDAS

A lesão nos ligamentos cruzados do joelho de Sorondo, que só regressa em março de 2008, é o fato negativo da semana.

Torneio de Dubai, definitivamente, será o grande evento futebolístico mundial no primeiro semestre de 2008.

Colorado vai com plantel completo para enfrentar Inter de Milão, Ájax e um terceiro clube, provavelmente da Alemanha. Para Dubai só vai peixe grande!

Lateral direito Ruy do Figueirense deu entrevista insinuando que Internacional teria lhe procurado. Seria um bom reforço para 2008.

Iarley, Fernandão, Nilmar, Adriano e Gil. Está mais do que na hora de mandar o Cristian para bem longe do Beira-Rio.

R. Ceni esteve no programa Bem Amigos da Sportv e declarou-se satisfeito e feliz pela não-presença do Internacional na Libertadores 2008. Segundo ele o Inter seria um adversário duríssimo de ser batido.

E por falar em goleiro, que coisa linda o peru do Saja!!! Glu, glu, glu, glu glu...

“... o eduardo costa ficou escondido, de forma covarde, atrás de um pilar; e agrediu o clayton, de maneira covarde... o eduardo costa foi COVARDE, o cara acertou o clayton pelas costas... foi vergonhoso, coisa de mal perdedor.” (áudio da rádio Joven Pan de Curitiba).

Caderno Policial neles!

Será que o suplente de vizinho vai ter a grandeza de comentar (e repudiar) esses episódios ?

Renan, Diego Bottin, Sidnei, Índio, Ramon; Edinho, Magrão, Fernandão e Alex; Nilmar e Adriano. Eu gostaria de ver esse time entrando em campo diante do Cruzeiro.

Aliás, domingo é o jogo dos meus sonhos, saio do Beira-Rio feliz com qualquer resultado.

Saudações rubras, do DETENTOR DA TRÍPLICE COROA, ATUAL CAMPEÃO MUNDIAL e GUAIBEIRO ATÉ A MORTE!!!

Ah! vizinho, o Clayton ‘zarolho’ te mandou um abraço e uma caixa de chocolates.

Luiz Portinho – lcportinho@yahoo.com.br



UM PINGO DE ESPERANÇA

As duas últimas rodadas tiveram resultados que favoreceram o GRÊMIO. Destaque especial para as duas derrotas do Palmeiras frente a Juventude e Sport. Isto foi o que manteve acesa a esperança de disputa da Libertadores em 2008.

Embora os resultados para o GRÊMIO não podiam ter sido piores – derrotas para Atlético-PR e Figueirense, os resultados paralelos foram extremamente favoráveis. Pena que, mais uma vez, o GRÊMIO não soube fazer sua parte. A boa notícia é que estamos a 1 ponto do G-4.

Sabemos que o time do GRÊMIO está mais para quem se encaminha para uma disputa da Copa do Brasil e da Sul-americana em 2008. No entanto, todos os gremistas torcem para que consigamos superar as nossas expectativas e possamos terminar a temporada classificados para a Taça Libertadores.



CABEÇAS FORA DO LUGAR – PARTE 2

No momento de iniciar a escrever a coluna, pensei em usar o título acima. No entanto, não quis ser repetitivo, já que a coluna gremista da edição nro. 39 traz a mesma manchete.

Daí aproveitei para reler o que foi escrito naquela oportunidade. E nos damos conta que o problema é recorrente. E todos nós sabemos que o exemplo vem de cima. Com um dirigente destemperado, os jogadores acabam seguindo o exemplo. Sendo diferente, como se justificaria uma atitude como a do Eduardo Costa, jogador experiente, com passagem pela Europa e pela Seleção Brasileira? Ele simplesmente esperou o adversário (que não merece ter seu nome citado) atrás de uma coluna e partiu pra briga. Isto, depois de o dirigente Fulano Atleticano Paranaense de Tal ter ido agredir o Tcheco acompanhado de seguranças armários enquanto o atleta tricolor se dirigia pro vestiário após ter sido expulso por reclamação.

Bueno... não vou ficar remexendo nos fatos, amplamente divulgados pela imprensa. Mas já é público e notório que as coisas não andam boas no vestiário gremista, e que isto vem desde o começo do ano.


VOCÊ LEU SEMANA PASSADA AQUI


A coluna da semana passada ainda está no ar para quem quiser ver. Lá estava avisado que o jogo contra o Furacão seria nitroglicerina pura, como de fato foi. E que o Figueirense era uma velha touca.

Mais um jogo em que o GRÊMIO não jogou absolutamente nada. E que demonstrou todo o nervosismo da equipe. Mesmo não jogando bem, acabamos tendo a nosso favor um pênalti assinalado pelo árbitro Evandro Rogério Roman – que foi, diga-se de passagem – em cima do avante Jonas. Penalidade esta que culminou com um inédito gol do goleiro Saja, que cobrou a penalidade com perfeição. Foi o primeiro gol de um goleiro vestindo a camiseta do GRÊMIO em um jogo oficial. Anteriormente, o site do GRÊMIO registrou um gol de goleiro cobrando pênalti num amistoso disputado em 1954, contra o 24 de Maio de Itaqui, na inauguração do estádio do time local.

No entanto, no segundo tempo o nosso goleiro acabou falhando feio, não sei se já em decorrência da lesão, e acabamos levando o gol de empate. E levamos o gol da virada aos 40 minutos, através do centroavante Otacílio Neto, numa falha coletiva do sistema defensivo gremista. Caía, assim, a invencibilidade do GRÊMIO dentro do Olímpico no returno.

E como desgraça pouca é bobagem, o goleiro Saja sofreu lesão no tendão do braço e deve parar por cerca de três meses para realização de cirurgia.


O QUE NOS RESTA?

Torcer, torcer e torcer.

Torcer para que o já campeão São Paulo venha de sangue doce pro jogo de domingo próximo, no Morumbi, às 18h10min. Torcer para que o São Paulo também esteja com vontade de prejudicar o Palmeiras na rivalidade entre estes dois clubes e, digamos assim, facilite as coisas para o tricolor gaúcho. Eu já disse semana passada e repito: não conto com isto.

Torcer para que não dê apagão contra o América-RN lá no estádio Machadão, no jogo que será a portões fechados. E que principalmente os “espertos do microfone” do GRÊMIO não venham colocar lenha na fogueira para este jogo.

E, por fim, torcer para que o extra-campo nos ajude contra o Corinthians. E, se não ajudar, ao menos que não atrapalhe.


JULGAMENTOS

Por falar em extra-campo, na quinta-feira o GRÊMIO será julgado por incidentes ocorridos no clássico GRE-nal de 16/09/07, vencido pelo tricolor por 1x0. Um copo teria sido arremessado no gramado, mas o torcedor que arremessou foi identificado e punido, o que atenua o fato. Fomos absolvidos em primeira instância, no entanto a procuradoria do STJD recorreu e, agora, seremos julgados novamente. Acontece que o presidente do Supremo Tribunal é conselheiro do Corinthians, maior interessado em que não haja público na última partida do GRÊMIO na rodada. Pela moralidade e isenção do julgamento, o Sr. Rubens Approbato deveria se declarar isento de julgar o caso.

Da mesma forma, deveria fazer o mesmo a auditora Renata de Quadros, que declarou que o GRÊMIO é um time violento. Na sexta-feira, a tendência é que ocorra o julgamento do Tcheco e do Eduardo Costa, pois até o fechamento desta coluna a denúncia ainda não havia sido apresentada. E se o julgamento acontecer na sexta, a auditora em questão estará presente. Na quarta, será julgado o Paulo Pelaipe, por declarações dele contra auditores do STJD. Mas se o tribunal condenar este último estará prestando um favor ao GRÊMIO.


OS QUESTIONAMENTOS DO VIZINHO

Tchê, confesso que estava difícil de distinguir nesta semana aonde terminava a minha coluna e começava a do vizinho, por tanto azul que ele usou.

Mas vamos por partes:

Em primeiro lugar, a questão do racismo. Só tenho uma coisa a dizer: SOU GREMISTA, NÃO TOLERO RACISMO. Racistas existem em todas as torcidas. E mesmo eu não sendo formado em direito, que nem o Sancho e o Portinho (eu estudo Administração), sei que racismo é um crime tipificado em lei, e assim sendo, que se punam os racistas, independente de seu clube. O que não dá pra tolerar é a generalização do vizinho, querendo dizer que todos os gremistas são racistas e que não há racismo dentro da torcida dele. Vale lembrar que, na ocasião da fundação, o clube do vizinho não aceitava negros em seu quadro social. O GRÊMIO demorou mais para aceitar. Mas hoje somos a verdadeira maior torcida do Rio Grande, em todas as classes sociais.

Aliás, notei que o vizinho atualizou a coluna com alguns questionamentos sobre o Sandro Goiano, e a passagem dele pelo Paysandu em 2002. Só digo uma coisa: seria natural da parte do Sandro declarar isto. Até porque ele não iria dizer “não, a gente recebeu pra entregar aquela partida”, mesmo isto tendo acontecido. Mas eu sugiro ao vizinho que não mexa muito neste assunto. Pois nestes tempos de querer investigar o que aconteceu com o Corinthians em 2005, podem querer mexer nisso também. E daí talvez finalmente a gente descubra o que aconteceu em Belém naquela última rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro de 2002.

Mas, se ocorreu alguma coisa, podemos ter certeza só de uma coisa: a bola pune.


RAPIDINHAS

O centroavante Tuta não deve enfrentar o São Paulo. O jogador ainda sente dores musculares e deve estar à disposição para o jogo contra o América-RN.


O GRÊMIO já começou as negociações para renovar com o zagueiro Teco e o goleiro Saja para 2008.


O zagueiro William deve manter a braçadeira de capitão para o jogo contra o São Paulo, independente do retorno ou não de Tcheco ao time.


Galatto (Marcelo), Bustos, William, Leo e Hidalgo; Nunes, Sandro Goiano, Diego Souza e Anderson Pico; Jonas e Marcel. Esse deve ser o time para jogar contra o campeão brasileiro São Paulo caso Eduardo Costa e Tcheco saiam condenados do julgamento de sexta.


GRÊMIO 100% azul, NEGRO e branco.


Sete pontos em nove. É a projeção do momento. Difícil? Sim. Impossível? Não.


Saudações do dono do Rio Grande,

Leonel Knijnik (DJ Aldebaran)
Gaúcho por Tradição e Gremista de Coração

6 comentários:

San Tell d'Euskadi disse...

Aldeba,

O teu texto está assinado embaixo também por Paulo Sanchotene.

Um abraço.

lcportinho disse...

pô aldebaran, pensei que tu ia nos brindar com os videos do frangaço do Saja e da voadora do E. Costa.

lcportinho disse...

Aldeba, é claro que a bola pune, tanto que vcs. voltaram para a SEGUNDONA, de onde nunca teriam saído sem virada de mesa....

San Tell d'Euskadi disse...

É que a bola pune, mas também premia, Porto. Não só voltamos, como marcamos mais pontos que vocês desde então...

DJ Aldebaran disse...

Aliás quem tem Clemer como camisa 1 não pode falar do Saja.

San Tell d'Euskadi disse...

Como não me dei conta antes? O Inter ganhou do Vasco porque choveu. É o melhor time de pólo aquático do Brasil. Não perde UMA n'água...